• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Textos

    HonoratoTextos

    Vamos fazer um post diferente.
    Dá play no video abaixo e ouça o som. Mas pense atenção na letra. Tem muito com o que esta escrito abaixo.

    Vocês não nos representam

    Vidas negras importam sim
    Na verdade assim como qualquer outra.
    Mas eu gostaria de entender e acreditar nesta onda que se instaura somente agora no Brasil.
    Você lembra que semana retrasada, no dia 18/05 pra ser mais preciso, o menino João Pedro morreu vítima da polícia que mais mata no mundo? Ou voltando um pouco mais no tempo, 07/04/2019, o carro de um músico foi alvejado por 80 tiros disparados pelo exército porque  o carro batia com a descrição de um suspeito?
    Espera, vou voltar mais um pouco no tempo. 17/09/2018 um garçom foi morto pela polícia porque confundiram seu guarda-chuva com uma arma.
    Tu se lembra? Pode não lembrar dos casos, mas sei que todas vítimas eram negras.
    Você lembra ou sua memória só funciona se tiver vídeo igual circula na internet do George Floyd pra você se revoltar?

    Vidas negras importam sim
    E, eu sendo negro, acho legal para caralho esta TAG. Pena que muitos que postam não praticam na vida real. “Opa, um negro na rua? Vou esconder meu celular, segurar a bolsa junto ao meu corpo, vou ser assaltado.”
    “Opa, entrei num ônibus, num metrô olhei para vários assentos, tem um vazio do lado de um negro…hum, prefiro ficar em pé.”
    Vai num boteco ou até em restaurante e quem é que vai me atender? Exercício “facinho” de adivinhação ein…O que é mais fácil: um branco loiro de olhos azuis ou alguém “de cor”?

    Vidas negras importam sim
    Mas o que custa tu elogiar seu brother negro por uma característica dele como a inteligência, a empatia, o amor. E não “fulano é esforçado” ,”fulano é forte”
    Pra mim, pra mim, estas características me lembram a época da escravidão. Se tu não fosse assim você morria mais cedo. Qualquer coisa mais tarde eles iriam perecer.
    Me lembra a época da escola. Como diria o poeta “por você ser preto você tem que ser duas vezes melhor”. Sempre acreditei nisso e me esforçava para caralho pra ser o melhor da sala. Não sei se consegui, mas hoje estudo numa universidade federal e os alunos brancos que eram bajulados fizeram ou fazem faculdade particulares com o “paitrocinio”. Difícil engolir né?
    O que custa você elogiar aquela menina negra que não seja só o cabelo dela que ficou foda pra caralho depois da transição, ou aquelas tranças lindas?
    As mulheres negras tem lábios lindos, olhos mais lindos ainda, pele rejuvenescida e você aí mendigando palavras para um mulherão da porra destes.
    Tu só lembra que mulher negra é bonita na época de carnaval. Mulata do samba.
    Conta outra, vai.

    Vidas negras importam sim.
    Mas como acreditar, se tu vê uma menina e fala para ela mudar o jeito de se vestir ou o cabelo dela por conta do tom de pele?
    Relato pessoal: quantas vezes eu digo que tenho um blog de poesias que se chama Rimas do Preto e vejo as pessoas assustadas. Deveria assustar mesmo uma sociedade que não absorve poesia. Mas elas se assistam porque eu assumo que sou negro com este nome.
    Vocês tem que entender que nós não temos vergonha da nossa raça, porra!
    Vamos até o fim defendendo nossa causa, assim como fazem o público LGBT, ou as feministas. E sabemos que mudanças não são tão rápidas assim.

    Vidas negras importam sim
    Desde que valham o like no seu post.
    Ou você acha bonito ganhar seguidores e dinheiro falando que vai ajudar a África?
    Mano, primeiro que África é um continente, não um país. Segundo, vamos começar fazendo coisas mais simples. Primeiro a gente olha pro quintal de casa e depois do vizinho
    Ajuda aí no teu bairro no projeto social. Doa uma cesta básica. Doa uma bola para os meninos jogarem naquela quadra sucateada em vez de tá no mundo do crime. Faz uma rifa e destina o dinheiro a quem precisa. Separa aquelas roupas que tu compra pra ter status e usa uma vez e faz um bazar. Vai fazer uma doação de sangue voluntária e não só quando aparece corrente no whatsapp.
    Parem com a ideia de White Savior! Não queremos serem salvos, queremos mais igualdade e lutar de igual pra igual como qualquer um.

    Vidas negras importam sim.
    Mas quanto de cultura negra tu absorve por dia?
    Cite três escritoras negras.
    O último filme que você viu quem era o protagonista?
    Abre aí seu Spotify: na sua banda preferida tem quantos negros?
    A estrela do seu time de futebol é negra?
    Sei lá, uma coisa mais ampla: seu ídolo é de que raça?

    Vidas negras importam sim
    Pode subir mais tags hoje.
    Pode fazer mais manifestação.
    Pode vir xingar neste post
    Isso tudo é direito seu.
    Mas deixo claro que não é de um dia para outro que a sociedade deixa de ser racista.
    Não é amanhã que vou voltar a sala de aula e ver que meu professor tem o mesmo tom de pele que eu.
    Não é amanhã que vou sair na rua e vão parar de me olhar torto porque eu uso minhas roupas escuras e tenho meu cabelo black.
    Não é semana que vem que vou entrar num banco ou supermercado e o segurança não vai me vigiar “com mais atenção”.
    Mas também digo que não é por agora que vou deixar de lutar para outros negros tenham sucesso na vida. Não que eu seja um vencedor, mas queria que mais pessoas me acompanhassem nesta luta diária na vida real e não esta ai que vocês julgam estarem vencendo na internet.

    Vidas negras importam. Mas vocês não nos representam.

    00:19
    03.06.2020

    Honorato, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Vamos fazer um post diferente.
    Dá play no video abaixo e ouça o som. Mas pense atenção na letra. Tem muito com o que esta escrito abaixo.

    Vocês não nos representam

    Vidas negras importam sim
    Na verdade assim como qualquer outra.
    Mas eu gostaria de entender e acreditar nesta onda que se instaura somente agora no Brasil.
    Você lembra que semana retrasada, no dia 18/05 pra ser mais preciso, o menino João Pedro morreu vítima da polícia que mais mata no mundo? Ou voltando um pouco mais no tempo, 07/04/2019, o carro de um músico foi alvejado por 80 tiros disparados pelo exército porque  o carro batia com a descrição de um suspeito?
    Espera, vou voltar mais um pouco no tempo. 17/09/2018 um garçom foi morto pela polícia porque confundiram seu guarda-chuva com uma arma.
    Tu se lembra? Pode não lembrar dos casos, mas sei que todas vítimas eram negras.
    Você lembra ou sua memória só funciona se tiver vídeo igual circula na internet do George Floyd pra você se revoltar?

    Vidas negras importam sim
    E, eu sendo negro, acho legal para caralho esta TAG. Pena que muitos que postam não praticam na vida real. “Opa, um negro na rua? Vou esconder meu celular, segurar a bolsa junto ao meu corpo, vou ser assaltado.”
    “Opa, entrei num ônibus, num metrô olhei para vários assentos, tem um vazio do lado de um negro…hum, prefiro ficar em pé.”
    Vai num boteco ou até em restaurante e quem é que vai me atender? Exercício “facinho” de adivinhação ein…O que é mais fácil: um branco loiro de olhos azuis ou alguém “de cor”?

    Vidas negras importam sim
    Mas o que custa tu elogiar seu brother negro por uma característica dele como a inteligência, a empatia, o amor. E não “fulano é esforçado” ,”fulano é forte”
    Pra mim, pra mim, estas características me lembram a época da escravidão. Se tu não fosse assim você morria mais cedo. Qualquer coisa mais tarde eles iriam perecer.
    Me lembra a época da escola. Como diria o poeta “por você ser preto você tem que ser duas vezes melhor”. Sempre acreditei nisso e me esforçava para caralho pra ser o melhor da sala. Não sei se consegui, mas hoje estudo numa universidade federal e os alunos brancos que eram bajulados fizeram ou fazem faculdade particulares com o “paitrocinio”. Difícil engolir né?
    O que custa você elogiar aquela menina negra que não seja só o cabelo dela que ficou foda pra caralho depois da transição, ou aquelas tranças lindas?
    As mulheres negras tem lábios lindos, olhos mais lindos ainda, pele rejuvenescida e você aí mendigando palavras para um mulherão da porra destes.
    Tu só lembra que mulher negra é bonita na época de carnaval. Mulata do samba.
    Conta outra, vai.

    Vidas negras importam sim.
    Mas como acreditar, se tu vê uma menina e fala para ela mudar o jeito de se vestir ou o cabelo dela por conta do tom de pele?
    Relato pessoal: quantas vezes eu digo que tenho um blog de poesias que se chama Rimas do Preto e vejo as pessoas assustadas. Deveria assustar mesmo uma sociedade que não absorve poesia. Mas elas se assistam porque eu assumo que sou negro com este nome.
    Vocês tem que entender que nós não temos vergonha da nossa raça, porra!
    Vamos até o fim defendendo nossa causa, assim como fazem o público LGBT, ou as feministas. E sabemos que mudanças não são tão rápidas assim.

    Vidas negras importam sim
    Desde que valham o like no seu post.
    Ou você acha bonito ganhar seguidores e dinheiro falando que vai ajudar a África?
    Mano, primeiro que África é um continente, não um país. Segundo, vamos começar fazendo coisas mais simples. Primeiro a gente olha pro quintal de casa e depois do vizinho
    Ajuda aí no teu bairro no projeto social. Doa uma cesta básica. Doa uma bola para os meninos jogarem naquela quadra sucateada em vez de tá no mundo do crime. Faz uma rifa e destina o dinheiro a quem precisa. Separa aquelas roupas que tu compra pra ter status e usa uma vez e faz um bazar. Vai fazer uma doação de sangue voluntária e não só quando aparece corrente no whatsapp.
    Parem com a ideia de White Savior! Não queremos serem salvos, queremos mais igualdade e lutar de igual pra igual como qualquer um.

    Vidas negras importam sim.
    Mas quanto de cultura negra tu absorve por dia?
    Cite três escritoras negras.
    O último filme que você viu quem era o protagonista?
    Abre aí seu Spotify: na sua banda preferida tem quantos negros?
    A estrela do seu time de futebol é negra?
    Sei lá, uma coisa mais ampla: seu ídolo é de que raça?

    Vidas negras importam sim
    Pode subir mais tags hoje.
    Pode fazer mais manifestação.
    Pode vir xingar neste post
    Isso tudo é direito seu.
    Mas deixo claro que não é de um dia para outro que a sociedade deixa de ser racista.
    Não é amanhã que vou voltar a sala de aula e ver que meu professor tem o mesmo tom de pele que eu.
    Não é amanhã que vou sair na rua e vão parar de me olhar torto porque eu uso minhas roupas escuras e tenho meu cabelo black.
    Não é semana que vem que vou entrar num banco ou supermercado e o segurança não vai me vigiar “com mais atenção”.
    Mas também digo que não é por agora que vou deixar de lutar para outros negros tenham sucesso na vida. Não que eu seja um vencedor, mas queria que mais pessoas me acompanhassem nesta luta diária na vida real e não esta ai que vocês julgam estarem vencendo na internet.

    Vidas negras importam. Mas vocês não nos representam.

    00:19
    03.06.2020

    Honorato, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresParceriasTextos
    Da sua janela, o que você vê? Quais imagens ilustram a sua tela, quais autores você tem lido? E, afinal, o que se passa na janela deles?
    Nos dias 24, 25 e 26 de abril, dez escritores da casa participarão do festival Na Janela, uma série de conversas on-line sobre literatura brasileira. Com mediação de importantes nomes da produção de conteúdo sobre literatura, o bate-papo terá como tema norteador as múltiplas janelas de possibilidades da ficção nacional, suas ramificações, estilos e potências. O festival será transmitido por meio de lives no canal no YouTube da Companhia das Letras e no Facebook. A participação é livre e os leitores poderão contribuir com perguntas.
    Confira abaixo a programação do evento:

    📅 Sexta-feira, 24 de abril
    17h | Jarid Arraes e Paulo Scott. Mediação de Nanni Rios.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Sábado, 25 de abril
    15h | João Silvério Trevisan e Natalia Borges Polesso. Mediação de @literatamy
    17h | Carol Bensimon e Michel Laub. Mediação de Francesca Angiolillo.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Domingo, 26 de abril
    15h | Luisa Geisler e Miguel Del Castillo. Mediação de Nanni Rios.

    17h | Ana Paula Maia e Daniel Galera. Mediação de @literatamy.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    10 anos

    abril 22, 2020 • Honorato, Sandro

    Era uma vez…
    No dia 21 de abril de 2010 na aula de artes enquanto eu e meus amigos lá da turma do fundão fazíamos bagunça a professora veio falar comigo. Ela já sabia que eu escrevia umas coisas por ai e veio me perguntar porque eu não colocava isso na internet em um blog. Não foi a primeira vez que ela me perguntou isso, mas desta vez eu atendi.
    Então, no dia 22 de abril de 2010 numa quinta-feira eu abrir uma conta no blogger. E fiquei conversando com meu melhor amigo via MSN (bons tempos) qual nome poderia colocar nesta página. Chegamos a um bom senso: Rimas Do Preto. Rimas porque é nítido, a intenção aqui era escrever somente poesias. Preto porque desde aquela época meu apelido era Preto Caô. Não era bullying, muito menos racismo. É um apelido. Sem vitimismo nem nada.

    Os primeiros meses foram fantásticos. Era tão bom entrar todo dia e ver outros vários blogs, conhecer pessoas que tenho amizade até hoje, responder comentários por aqui e pensar em novos textos.
    Passei a incluir coisas novas por aqui: Fechamos parcerias e sorteios, tivemos dicas de músicas, resenhas de livros, minha análise sobre filmes e seriados e convidei outros escritores a escrever por aqui.
    Falando nisso, os anos foram passando e nunca deixei de escrever. Talvez, deixei de postar muitos textos aqui, mas tudo por um bom motivo.

    E hoje, quando o blog faz 10 anos de vida eu posso dizer com orgulho que eu amo isso tudo aqui.
    São mais de 600 postagens, 7 mil comentários, inúmeras amizades e espero que milhões de sorrisos e de lágrimas também tenham este blog como culpado.

    E tenho uma grande notícia: Este ano vai ter livro de poesia publicado pela Pedregulho
    Este era um grande sonho meu e agradeço pela oportunidade.

    Enfim, muito obrigado a quem leu até o final e quem nos acompanha desde sempre. Espero voltar aqui em 10 anos com a mesma vontade de escrever e emocionar cada um de vocês.
    Abraços

    HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Não ultrapasse

    setembro 28, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O texto hoje não é bem uma poesia em si. Mas um texto que fiz para alguém muito especial (ou que me era?!)
    Abraços e cuidem-se

    NÃO ULTRAPASSE

    Garota,
    Eu aprendi a te admirar desde o primeiro contato visual que tivemos
    Como não ficar paralisado com estes olhos castanhos?
    Você sabe o poder de sedução que possui?

    Garota,
    Eu aprendi a sorrir por motivos simples
    Sua mensagem de “bom dia”
    Ou o meu cantar desafinado para tirar sua carinha de brava

    Garota,
    Contigo aprendi a trocar o dia pela noite
    Viramos muitas noites batendo papo
    Logo eu, que dizem que não tenho assunto não é mesmo?

    Garota,
    O nosso tempo na Terra é muito curto para indecisões
    Deixe-me mostrar o caminho para dias melhores
    Prometo que não vai se arrepender

    Garota,
    Se não fosse pedir muito
    Eu queria uma chance ao seu lado
    Um dia, um mês, um ano, ou o resto da vida
    Estou disposto a arriscar por ti

    Garota,
    Eu aprendi a ama-la demais para machucá-la
    Há feridas que são incuráveis
    E perder nossa amizade seria a maior delas

    Garota,
    Eu aprendi que a vida tem limites ultrapassáveis
    E quero me intrometer em sua vida da maneira mais difícil
    Pois um dia, conquistarei este seu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesiaTextos

    Sem arrependimento

    É tão estranho falar de nós dois sendo que só um dos lados acreditou em algo a mais.
    Mas aqui estou pois o meu lado poético me pede mais um texto sobre ti e aqui estou.
    Não há palavras para descrever o que sinto por ti nos últimos meses.
    Você apareceu do nada, quando eu me sentia perdido e me fez enxergar um caminho que hoje eu vou andar sozinho. Porque andar de mãos dadas não faz muito seu tipo né?
    Você me fazia sorrir quando depois de um dia cansativo trocávamos mensagens.
    Mas nenhuma mensagem dói tanto quanto aquela que você mencionou que não dá mais. Somos apenas amigos. Não sirvo pra você.

    Me desculpa, tá?
    Claro que te desculpo.

    Afinal, talvez até Tony Stark tenha coração e você não.
    Talvez seja melhor assim. Ocupamos o mesmo espaço, estamos sempre perto um do outro mas a distância entre os corações tem que ser quilométrica para um não machucar o outro.
    Tenho que levantar a cabeça e seguir em frente quebrando a cara. Talvez um dia você queira ficar aqui comigo juntando os pedaços.
    Talvez no futuro você vai continuar um parágrafo novo de onde eu estou colocando um ponto agora.
    Talvez, sem arrependimento, nós possamos ser um casal imperfeito e que mesmo tempo assim dê certo.

    Honorato, Sandro.

    20.05.2019
    16:32

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 24
    instagram
    Translate »