• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: outubro 2016

    MúsicaOutros

    Honorato`s Songs #53

    outubro 29, 2016 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje postarei uma música “das antigas” para você ouvir e lembrar daquela pessoa em especial.
    Abraços e cuidem-se

    George Michael –  Careless Whisper (Sussurros descuidados)
     
    I feel so unsure
    Eu me sinto tão inseguro
    As I take your hand and lead you to the dance floor
    Quando pego sua  mão e a levo para a pista de dança
    As the music dies, something in your eyes
    Enquanto a música acaba, algo em seus olhos
    Calls to mind a silver screen
    Me lembra aquelas telas prateadas
    And all those sad goodbyes
    E todas as tristes despedidas

    I’m never gonna dance again
    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você

    Time can never mend
    O tempo não pode corrigir
    The careless whispers of a good friend
    Os sussurros descuidados de uma boa amiga
    To the heart and mind
    Para o coração e a mente
    Ignorance is kind
    Ignorância é amável
    There’s no comfort in the truth
    Não há conforto na verdade
    Pain is all you’ll find
    Dor é tudo que você encontrará

    I’m never gonna dance again
    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você
    Never without your love
    Nunca sem o seu amor

    Tonight the music seems so loud
    Esta noite a música parece tão alta
    I wish that we could lose this crowd
    Eu queria nos perder nesta multidão
    Maybe it’s better this way
    Talvez seja melhor desta maneira
    We’d hurt each other with the things we’d want to say
    Poderíamos nos machucar com coisas que queríamos falar

    We could have been so good together
    Poderíamos ter nos dado bem juntos
    We could have lived this dance forever
    Poderíamos ter vivido esta dança para sempre
    But now who’s gonna dance with me?
    Mas agora quem vai dançar comigo?
    Please stay!
    Por favor, fique!


    I’m never gonna dance again

    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você

    (Now that you’re gone) now that you’re gone
    (Agora que você se foi) agora que você se foi
    (Now that you’re gone) what I did’s so wrong, so wrong
    (Agora que você se foi) o que eu fiz de errado? De tão errado?
    That you had to leave me alone?
    Porque você tem que me deixar sozinho? 

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Honorato`s Songs #53

    outubro 29, 2016 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje postarei uma música “das antigas” para você ouvir e lembrar daquela pessoa em especial.
    Abraços e cuidem-se

    George Michael –  Careless Whisper (Sussurros descuidados)
     
    I feel so unsure
    Eu me sinto tão inseguro
    As I take your hand and lead you to the dance floor
    Quando pego sua  mão e a levo para a pista de dança
    As the music dies, something in your eyes
    Enquanto a música acaba, algo em seus olhos
    Calls to mind a silver screen
    Me lembra aquelas telas prateadas
    And all those sad goodbyes
    E todas as tristes despedidas

    I’m never gonna dance again
    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você

    Time can never mend
    O tempo não pode corrigir
    The careless whispers of a good friend
    Os sussurros descuidados de uma boa amiga
    To the heart and mind
    Para o coração e a mente
    Ignorance is kind
    Ignorância é amável
    There’s no comfort in the truth
    Não há conforto na verdade
    Pain is all you’ll find
    Dor é tudo que você encontrará

    I’m never gonna dance again
    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você
    Never without your love
    Nunca sem o seu amor

    Tonight the music seems so loud
    Esta noite a música parece tão alta
    I wish that we could lose this crowd
    Eu queria nos perder nesta multidão
    Maybe it’s better this way
    Talvez seja melhor desta maneira
    We’d hurt each other with the things we’d want to say
    Poderíamos nos machucar com coisas que queríamos falar

    We could have been so good together
    Poderíamos ter nos dado bem juntos
    We could have lived this dance forever
    Poderíamos ter vivido esta dança para sempre
    But now who’s gonna dance with me?
    Mas agora quem vai dançar comigo?
    Please stay!
    Por favor, fique!


    I’m never gonna dance again

    Eu nunca vou dançar de novo
    Guilty feet have got no rhythm
    Pés culpados não tem ritmo
    Though it’s easy to pretend
    Embora seja fácil de fingir
    I know you’re not a fool
    Eu sei que você não é tola

    Should’ve known better than to cheat a friend
    Deveria saber melhor que não se trai uma amiga
    And waste the chance that I’ve been given
    E desperdiçar a chance que foi dada
    So I’m never gonna dance again
    Então, eu nunca vou dançar de novo
    The way I danced with you
    Do jeito que eu dançava com você

    (Now that you’re gone) now that you’re gone
    (Agora que você se foi) agora que você se foi
    (Now that you’re gone) what I did’s so wrong, so wrong
    (Agora que você se foi) o que eu fiz de errado? De tão errado?
    That you had to leave me alone?
    Porque você tem que me deixar sozinho? 

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Como era bom

    outubro 21, 2016 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Outro um poema mais antigo e sei que muita gente vai se ver nele, infelizmente 🙁
    Abraços e cuidem-se

    Como era bom
    Como era bom,
    Acordar e te ver ao meu lado
    Como era bom,
    Te dar aquele abraço apertado
    Como era bom,
    Aqueles poemas românticos
    Como era bom,
    Cantar feliz pelos cantos
    Como era bom,
    Fazer aquelas coisas bobas
    Como era bom,
    Beijar a sua boca
    Como era bom,
    Viver o nosso sonho
    Como era bom,
    Do seu coração ser o dono
    Como era bom,
    Contigo fazer planos
    Como era bom,
    O seu insincero “Eu te amo”.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Planos

    outubro 15, 2016 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?

    Hoje vou postar uma poesia bem legal e que dediquei a uma amiga recentemente.
    Ela disse que adorou 🙂
    Espero que vocês curtam também 🙂
    Abraços 

    Planos
    Planejei…
    Olhar em seus olhos e encontrar a paz
    Te abraçar não querendo soltar jamais
    Beijar seus doces lábios 
    Me envolver em seu confortante abraço
    Planejei…
    Me pegar distante sozinho a sorrir
    Fechar os olhos e lembrar de ti
    Transformar desejos em plena realidade
    Descobrir que sonhos acontecem de verdade
    Planejei…
    Acordar ao seu lado todo santo dia
    Me encantar com seu jeito de menina
    Andar de mãos dadas no calçadão
    Dormir ouvindo as batidas do seu coração
    Planejei…
    Escrever para ti mil poesias
    Viajar pelo mundo em sua companhia
    Saber que este puro sentimento hoje é teu
    Te dizer apenas tchau e não um doloroso Adeus.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosResenha

    Olá, como vão?


    Hoje venho postar uma resenha que estou devendo tem um tempinho.Abraços e bom final de semana a todos

    [O Preto Resenha] – “Crônicas de Redenção”

    Titulo: Crônicas de Redenção
    Autor:  M.A.Costa
    Produção: Independente
    (Obra gentilmente cedida pelo autor ao blog)

    Sinopse:


    Crônicas de Redenção reúne contos da saga homônima que respondem e complementam fatos de Redenção – livro um: Legionella tais como: qual foi a última guerra na terra e como conquistamos a paz? Ou, quem são os metrovinos e como fieram para sobreviver? Ou, ainda, como foi a infância do bioterriorista Valker Kipsang.Mas Crônicas pode ser lido de forma independente em relação ao livro que inicia a saga. Se lido antes servirá de introdução a esta. Se lido depois, ajudará a compreender alguns faros enriquecendo o conhecimento do universo criado por Costa.
    Além de entreter, a obra de M. A. Costa leva o leitor a refletir sobre a essência humana e os caminhos que a humanidade insiste em seguir, apesar de sua privilegiada capacidade de evolução como espécie de nós como indivíduo.”

    Minha resenha:
    Crônicas de Redenção segue é dividido em três contos basicamente que são intitulados de “Fim da guerra”, “ Valker” e “ Metrovinos”


    Fim da Guerra


    É um relato de um garoto que vive refugiado em seu próprio país(Índia) quando um homem poderoso do Irã (chamado Sigh) se revolta contra o domínio indiano no Oriente Médio. Por ser multi milionário, ele cria verdadeiras armas que acabam saindo de seu controle.O relato do garoto Heydar é muito preciso e assustador.


    Valker


    Este conto é um pouco mais real entre os três. É basicamente sobre uma briga entre família. Um pai drogado que vivia batendo em sua mulher e filho e claro, não media suas consequências.


    Metrovinos


    Esta estória é a mais detalhada de todo o livro. É o relato de um grande terremoto em Xangai que deixou alguns poucos sobreviventes embaixo da terra.Estes,foram dados como mortos pelas autoridades e tiveram que dar um jeito de sobreviver.Fizeram dos animais sua alimentação e dos escombros o seu lar.Adaptaram-se aos poucos sua visão e pele até que um dia ocorreu o confronto com o mundo externo, ou seja, a antiga casa de todos….

    Para finalizar, considero os textos com uma boa idéia, bem criativos mas as narrativas são muito rápidas. Muito mesmo!
    Não dá para se apegar a nenhum personagem para você ter idéia.

    Contatos:
    SKOOB: https://www.skoob.com.br/livro/591363ED592394
    AMAZON: https://www.amazon.com.br/Crônicas-Redenção-Contos-iniciada-Legionella-ebook/dp/B019G0SP1U
    SARAIVA: http://www.saraiva.com.br/cronicas-de-redencao-9359186.html

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Mesmo…

    outubro 03, 2016 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma poesia “das antigas” que fiz.
    Texto meio bobinho foi e confesso mas lembro que foi em um momento especial.

    Abraços e boa semana a todos

    Mesmo…
    Mesmo que alguém
    tente nos atrapalhar
    Nada é mais forte
    que a gente
    Mesmo que um dia
    de tudo eu me esqueça
    Saiba que você
    sempre estará na minha mente
    Mesmo que a noite
    eu tenha pesadelos
    Juntos viveremos
    sonhos durante o dia
    Mesmo se um você
    me ver chorar
    Saiba que também
    existem lágrimas de alegria
    Mesmo que o sol
    deixe de brilhar
    Sei que os teus
    lindos olhos são mais brilhantes
    Mesmo se o nosso
    presente estiver complicado
    Saiba que te adoro
    muito mais que antes
    Mesmo que seus
    amigos a abandonem
    Eu nunca lhe darei
    as costas
    Mesmo que o ouro
    perca seu valor
    Saiba que você é
    minha pedra mais preciosa
    Mesmo que eu não
    seja bom com poesias
    Minhas atitudes
    valem mais que palavras
    Mesmo se depois
    disso tudo o meu amor não for suficiente
    Saiba que você é
    minha eterna amada.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram