• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Honorato

    Honorato

    Mitologia

    abril 12, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma poesia que fiz em junho de 2019
    Espero que curtam 🙂
    Tenham uma excelente semana

    MITOLOGIA
    Sua leveza ao caminhar
    Abriria mais que um mar vermelho
    E ao mesmo tempo ao me rejeitar
    Eu me sinto cortado ao meio

    Suas ordens em campo de batalha
    Me fariam lutar em mil guerras
    Sua doce voz é cintilante
    Seria a única a acalmar esta fera

    Teu nome que ecoa em bocas mundanas
    São ditas por mim em plena delicadeza
    Sua foto gravada em minha memória
    Sequer refletem décimos da sua beleza

    Seu olhar comum a todos
    Pode me petrificar em segundos
    Essa alegria em teu sorriso
    É capaz de colorir o meu mundo

    Mas neste mundo injusto que vivemos
    Por que uma Deusa se interessaria por um plebeu?
    Só imploro que não me impeça de sonhar
    Pois espero que um doa este coração seja de fato teu.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    Honorato

    Mitologia

    abril 12, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma poesia que fiz em junho de 2019
    Espero que curtam 🙂
    Tenham uma excelente semana

    MITOLOGIA
    Sua leveza ao caminhar
    Abriria mais que um mar vermelho
    E ao mesmo tempo ao me rejeitar
    Eu me sinto cortado ao meio

    Suas ordens em campo de batalha
    Me fariam lutar em mil guerras
    Sua doce voz é cintilante
    Seria a única a acalmar esta fera

    Teu nome que ecoa em bocas mundanas
    São ditas por mim em plena delicadeza
    Sua foto gravada em minha memória
    Sequer refletem décimos da sua beleza

    Seu olhar comum a todos
    Pode me petrificar em segundos
    Essa alegria em teu sorriso
    É capaz de colorir o meu mundo

    Mas neste mundo injusto que vivemos
    Por que uma Deusa se interessaria por um plebeu?
    Só imploro que não me impeça de sonhar
    Pois espero que um doa este coração seja de fato teu.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    O outro

    abril 05, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar com vocês uma daquelas poesias BEM românticas.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    O OUTRO
    Se ele te deixou marcas
    Eu com paciência curarei suas feridas
    Se ele não era presente
    Eu quero te ver todo dia

    Se ele não estava ao seu lado
    Eu batalharei em suas lutas
    Se ele não amava seu corpo
    Eu já valorizo cada curva sua

    Se ele te fazia chorar
    Eu lhe trago minhas piadas
    Se ele fez da sua vida um terror
    Eu lhe transformo num conto de fadas

    Se ele não te descreve
    Eu lhe faço em mil poesias
    Se ele não curtia seus áudios
    Eu lhe encho com meus telefonemas

    Se ele não te tratou bem
    Eu mostrarei como se trata uma Princesa
    Se ele queria só um lance
    Eu te quero para a vida inteira

    Se ele não te dava o sol
    Eu te faço o meu mundo aqui dentro
    Se outro não quis seu coração
    Eu lhe entrego o meu a ti sem medo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Navalhas

    março 29, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar um poesia daquelas bem tristes, mas que considero uma das melhores que fiz recentemente.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços

    NAVALHAS
    Me senti em pedaços
    Quando você dizia que sentia-se só
    E eu estava ao seu lado
    Me senti em pedaços
    Quando beijava sua boca
    E não sentia nada em teus lábios

    Me senti em pedaços
    Quando meus olhos a procuravam
    E você desviava os seus para o chão
    Me senti em pedaços
    Quando você me exigia demais
    E eu só podia oferecer essa paixão

    Me senti em pedaços
    Quando você me fez promessas
    E poucas foram cumpridas
    Me senti em pedaços
    Quando planejamos um futuro
    Que sabíamos ser uma utopia

    Me senti em pedaços
    Quando dormi ao seu lado
    E não enxergava mais um amigo
    Me senti em pedaços
    Quando eu tive que ir embora
    E deixei meu coração contigo.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar a resenha de um livro na qual a parceria com a autora começou lá em 2012.
    Agradeço de coração a Gabrielle V.Ruas pela oportunidade de ler sua obra e também de nossa amizade – me espere um dia em BH para conversarmos pessoalmente 🙂
    Para você não se sentir tão perdido sugiro a leitura das resenhas que postei dos livros anteriores
    Resenhas do livro 1 livro 2/ livro 3
    Mas não pensem que a parceria acabou…em breve tem novidade aqui para vocês 🙂

    Desejo a todos uma ótima leitura e uma excelente semana
    Abraços

    Angellore: A Divina Conspiração: Pandemônio – Vol. IV

    Sinopse
    Revanche.
    Após revirar Belo Horizonte e cumprir, uma por uma, todas as ameaças que fizera aos raptores de Sophie, Kan finalmente captura seu alvo principal, Vicenzo Cassani, e arranca-lhe a informação que tão desesperadamente buscara: o paradeiro da garota. Agora, libertar a Extirpadora constitui seu último desafio e, para tal, precisa encarar algo ainda pior do que a face da Morte: seu passado.

    Resistência.
    Ignorando o que acontece na Terra e, sobretudo, que possui uma chance de resgate, Sophie decide converter a solidão em força. Disposta a reunir pistas que contribuam para que consiga anular os poderes da Perdão Divino, ela se aproxima de M., o famigerado braço direito de Lúcifer, e desvenda não apenas o rosto por trás do véu, como também segredos que transcendem ao Plano Abissal.

    Redenção.
    Em meio a tudo isso, Shamazel e Olívia recebem, cada qual, uma importante missão: defender seus respectivos mundos, angariando o apoio do máximo possível de aliados, e impedir que a guerra contra a Divina Conspiração devaste por completo seus lares, seus entes queridos e tudo aquilo em que acreditam.

    Em Pandemônio, a série Angellore chega ao seu desfecho, revelando-se “não […] apenas mais uma história sobre anjos, demônios ou apenas mais um romance sobrenatural, […] e sim uma história sobre amor, amizade, companheirismo e, acima de tudo, fidelidade”. (Vanubia Maria da Silva, instagrammer literária)

    Minha resenha
    Dando continuidade aos acontecimentos do terceiro livro, aqui chegamos ao ápice em vários planos: Sophie vive como prisioneira no Inferno, Shamazael está em missão em Aelysio, Olivia em investigação para saber mais sobre a Divina Conspiração e Kan tentando ativar a segunda etapa de sua arma.
    Assim, o livro é dividido no ponto de vista de cada um destes personagens entrelaçados em si.
    Sophie sabe que escapar do submundo é praticamente impossível, mas também não quer se conformar com a derrota e busca informações que de alguma forma ajude seus amigos no plano terrestre para ajudar na guerra.
    Sophie aqui se mostra muito mais forte. Não no sentido de força física, mas de mentalidade mesmo. Ela foi a personagem que mais mudou do livro I para este. Aquela menina sonsa da faculdade, com medo de tudo ao redor não existe mais. Aqui ela tem que pensar como o rival para tirar alguma vantagem, tem que se fazer de menina inocente perto dos chefes do submundo as vezes, mas tudo com um ideal, um foco.
    Fora que se mostra mais e mais apaixonada pelo Kan já que a distância a machuca.
    Olivia sofreu uma grande perda na Terra, mas parece não se abalar. Daniel se mostra presente ao seu lado para ajudar nas pesquisas (e não somente para isso) e juntos investigam sobre a Divina Conspiração. Aliás, para ser mais preciso: quando eles pretendem entrar em ação com o plano de dominar o inferno, céus e Terra.
    Perto do livro III, considero a participação de Olivia com menos ação por assim dizer e mais em pesquisas, formar teorias e alianças. Não estou diminuindo a importância da personagem, é apenas uma constatação.
    Shamazael está em Aelysio buscando junto de Rhagel uma maneira de alertar ao grande Azrael sobre o perigo que vem do Inferno. Não só do inferno, por assim dizer. Sabiam que ali existiam vários infiltrados e que seria difícil conseguir chamar atenção de todos se não fosse pela ajuda do Líder Supremo.
    Aqui vemos um Shamazael muito determinado a alcançar este objetivo junto a Rhagel e ao grupo formado na missão, mas sobretudo, vemos um homem em busca de redenção pelos seus pecados do passado e que mesmo assim, nunca deixou de servir a Aelysio mesmo que de uma forma não compreendida pelos demais. Para mim, foi o personagem que mais surpreendeu neste livro pela sua audácia no ponto de vista de alguns mas que que para mim foi o mais corajoso em certos momentos.
    E por fim, falando dos narradores da história temos Kan.
    Enlouquecido pelo sequestro da namorada ele é capaz até de ir ao Inferno (literalmente) se for preciso para rever o amor da sua vida. Mas antes, ele precisa entender mais sobre os planos dos inimigos e tem que de certa forma “desbloquear” a última etapa da Foice, sua arma.
    Ou seja, aqui ele vai ter que fazer uma das coisas que menos gosta: trabalhar em equipe.
    Jhav, Khai, Dhamienel (Daniel) e Wezhoriel são partes importantes nos treinamentos do rapaz.
    Kan tem uma participação neste livro muito perfeita, serio!
    Desde sua mudança de atitude sendo um homem obstinado querendo salva Sophie, até sua ligação que se mostra profunda e intensa com a Morte, a real portadora de sua arma (alma).
    Aqui vemos um Kan que podemos dizer que sente mais saudades de Sophie do que ao contrário (?!) Tudo que ele faz é por ela e pensando nela.

    Falando de um modo geral do livro, é um livro que vai te prender atenção do início ao fim pois o livro III preparou o cenário para este ápice, este final surpreendente!
    Podemos dizer que a parte de investigação do livro ficou toda para Olivia e Sophie, o que é uma parte interessante mas ainda prefiro as partes narradas por Shamazael e Kan pois são as partes que envolvem travar lutas internas contra um passado, e ao mesmo tempo, são personagens fundamentais nas lutas contra os guerreiros do Inferno.
    As cenas de ação são muito bem descritas pela autora, daquelas que você lê, fecha os olhos e se imagina ali, sabem?
    Mas uma vez também destaco o trabalho da autora descrevendo os lugares: Ela continua descrevendo Belo Horizonte de uma manei fantástica, mas mais que isso, nos leva ao Submundo e a Aelysio de uma forma tão “leve” por assim dizer.
    Há também a inserção de personagens que estavam meio ausentes no último livro mas que tiveram papel de importância neste capítulo final.

    Acho que o livro IV termina de forma satisfatória a saga toda.
    É uma história que envolve investigação, ação, tem este lado sobrenatural que adoro, um pouco de romance (muito romance), tem até astrologia ( e olha que nem sou chegado a isso) e tudo isso misturado entrega uma obra muito boa com mais de 1200 páginas dividido em 4 livros.
    Se tem algum defeito é que acaba neste quarto livro (Gabrielle favor fazer uns spin-offs de alguns personagens ein?! )

    Mais do quer tudo: Mostra que temos ótimos autores de livros de ação / sobrenatural aqui no país e que sabem usar uma coisa que vemos em poucos livros: utilizar o Brasil de cenário ( no caso, utilizar a cidade em que vive)

    Sobre o livro:
    ISBN-13: 9786500112276
    ISBN-10: 650011227X
    Ano: 2020
    Páginas: 600
    Idioma: Português
    Editora: Independente

    Contato com a autora
    Instagram
    Entrevista aqui no blog

    Onde comprar:
    Amazon
    Skoob

    Para muito mais sobre a série clique aqui

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Por fora

    março 08, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma poesia que fiz em outubro do ano passado.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana

    POR FORA
    Por fora eu fico sorrindo
    Por dentro desabo em lágrimas
    Por fora digo que estou bem
    Por dentro cada segundo me mata

    Por fora eu mantenho distância
    Por dentro eu a queria mais perto
    Por fora o calor tenta me aquecer
    Por dento sinto-me no inverno

    Por fora bebo para socializar
    Por dentro cada gole me lembra você
    Por fora sigo de cabeça erguida
    Por dentro está impossível não ceder

    Por fora estou cercado de rostos familiares
    Por dentro ainda pareço tão sozinho
    Por fora continuo poeta
    Por dentro as palavras não fazem sentido

    Por fora me cobram perfeição
    Por dentro sei que falhei com ti
    Por fora nego que a amo
    Por dentro o coração não sabe mentir.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 112
    instagram
    Translate »