• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: junho 2021

    HonoratoPoesia

    Nocaute

    junho 28, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este é um poema que fiz quando eu praticava boxe que é um esporte que eu amo e espero voltar logo.
    Mas é um poema que não deixa de ser romântico 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    NOCAUTE
    Você me acerta com um cruzado
    Ou foi algo parecido que me desnorteou?
    Talvez sua vasta beleza
    Tenha este efeito em outras pessoas

    Você me afasta com palavras
    Este seu jab me machuca
    Não me deixe assim novamente
    Tão perto e tão longe de ti

    Você me dá um clinch
    Mas desta vez não me afasto
    Com nossos corpos suados neste abraço
    Peço que não me solte

    Você me beija
    E é como um nocaute
    Em menos de 10 segundos já vejo estrelas
    E você está no meu céu

    Você me diz que agora não
    E eu vejo mais um round perdido
    Mas como todo lutador
    Continuarei até chegar ao Cinturão, seu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Nocaute

    junho 28, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este é um poema que fiz quando eu praticava boxe que é um esporte que eu amo e espero voltar logo.
    Mas é um poema que não deixa de ser romântico 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    NOCAUTE
    Você me acerta com um cruzado
    Ou foi algo parecido que me desnorteou?
    Talvez sua vasta beleza
    Tenha este efeito em outras pessoas

    Você me afasta com palavras
    Este seu jab me machuca
    Não me deixe assim novamente
    Tão perto e tão longe de ti

    Você me dá um clinch
    Mas desta vez não me afasto
    Com nossos corpos suados neste abraço
    Peço que não me solte

    Você me beija
    E é como um nocaute
    Em menos de 10 segundos já vejo estrelas
    E você está no meu céu

    Você me diz que agora não
    E eu vejo mais um round perdido
    Mas como todo lutador
    Continuarei até chegar ao Cinturão, seu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Do ônibus

    junho 14, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    como vão?
    Esta poesia é sobre aquele amor utópico: aquela pessoa que você vê dentro de um ônibus, metrô, ou na rua mesmo e imagina uma vida inteira com aquela pessoa. Aquela fantasia que todo adolescente já teve.
    Abraços e tenham uma excelente semana 🙂

    DO ÔNIBUS
    Eu imaginei nossas loucuras
    As tardes matando aula para namorar
    Esconder de todos o nosso namoro
    Aquela sensação boa de amar

    Eu imaginei você entrando pela porta
    Depois do trabalho nos separar por um dia
    Você me abraça, chora e despeja suas lamúrias
    E com um beijo logo me acalmaria

    Eu imaginei o nosso casamento
    A nossa lua-de-mel em Paris
    As noites de núpcias inesquecível
    E podendo leva-la onde você sempre quis

    Eu imaginei a nossa casa
    Sempre bagunçada com nosso cão e filhos
    Você me perguntando se estava tudo bem
    E eu lhe respondia com meu sincero sorriso

    Eu imaginei uma vida para nós dois
    Mas você partiu meu coração
    Do ônibus você levantou e saiu…
    Espero um dia continuar esta ilusão.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Tristes escolhas

    junho 07, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    A poesia de hoje é sobre o arrependimento de termos deixado o amor de nossas vidas escapar.
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana 🙂

    TRISTES ESCOLHAS

    Beijei outras bocas
    Desejando o teu sabor
    Tenho várias cicatrizes de batalhas
    Mas a tua ausência é minha maior dor

    Passei noites em claro
    Pois sem você tudo é escuro
    Enfrentei várias guerras internas
    Mas me apoiando no teu escudo

    Viajei por mil galáxias
    Sabendo que meu mundo é contigo
    Morei em algumas casas
    Mas só em ti achei abrigo

    Procurei em outros corpos
    O que contigo chamo de vida
    Posso até encontrar alguma Princesa
    Mas só ti foi minha Rainha

    Me perdi em sorrisos falsos
    Quando o nosso laço era de verdade
    Me aventurei em amores bandidos
    Mas sei que o nosso foi puro e sem maldade

    Escrevi mil frases
    Buscando uma poesia para te definir
    Tracei planos para dois
    Mas nem todo conto de fadas têm final feliz.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »