• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Parcerias

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como estão?
    Hoje vou postar a resenha de um livro que eu não li, praticamente devorei kkkk
    Mais uma vez agradeço a cortesia oferecida pela Universo dos livros

    A MARCA DA VITÓRIA

    SINOPSE
    “Apenas siga em frente. Não pare. Nem pense em parar até chegar lá, e não pense muito onde fica esse ‘lá’. O que quer que aconteça, apenas não pare.”
    Phil Knight seguindo esse conselho precioso que deu a si mesmo se transformou de um jovem em dúvida sobre seu futuro – mas com uma ideia genial – em criador de uma das marcas mais conhecidas e bem-sucedidas do mundo: a Nike.
    Nesta edição do best-seller do The New York Times feita especialmente para jovens empreendedores, ele conta sua trajetória, detalhando sua vida antes da criação da empresa – os anos vitoriosos como atleta na faculdade, as dúvidas sobre qual caminho profissional seguir e a viagem ao redor do mundo que fez antes de colocar a ideia em prática – e o processo de criação em si, com detalhes sobre os percalços do caminho, a escolha do nome e a criação do icônico logotipo. Repleto de sabedoria, verdade e humor, esta é uma história inspiradora de determinação e quebra de paradigmas sobre um jovem que queria deixar sua marca no mundo, e conseguiu.

    MINHA RESENHA
    Narrado em primeira pessoal pelo Phil Knight podemos ver o quanto um rapaz que se intitulava como um garoto tímido, pálido e magricela era fascinado por corridas. Prova disso foi que seu trabalho final na faculdade de empreendedorismo foi relacionado a este esporte.
    Prova também foi que aos 24 anos teve um Ideia Maluca: “ E, se existir uma maneira de sentir o que os atletas sentem sem ter que ser um atleta?”
    Porque não trabalhar com calçados? Porque não trabalhar com o que você gosta?
    Este foi o pensamento chave. Afinal, ele foi diplomado na Universidade de Oregon e pós-graduado em administração em Stanford. Poderia conseguir o emprego que quisesse, mas ele quis seguir seu sonho, sabem?

    Assim, ele pediu ajuda financeira ao pai para fazer uma viajem pelo mundo. Realmente usou o dinheiro para viajar e conhecer alguns lugares, “turistar” digamos assim…. até que esta jornada chegou ao Japão. Lá apresentou seu projeto, conheceu a fábrica e firmou parceria com a Onitsuka Tiger (Asics, hoje em dia) e assim começar a importar calçados para os EUA. Assim também surgiu a Blue Ribbon Sports, futura Nike.

    O livro em si vai nos mostrando que no caminho o Phil foi tão guerreiro como outros tantos que conhecemos e que que podemos tirar lições isso não somente para o lado profissional mas para o lado pessoal também: ele contou com a ajuda dos próximos como o pai e a família, do antigo treinador, de antigos colegas de faculdade; ele aprendeu com os erros e não ficava se vangloriando quando acertava; buscar sempre novos caminhos pois quando uma porta se fecha temos a chance de abrir outra mais e no fim mostrou que todo mundo pode começar do zero e quem sabe um dia fazer que se ama e porque não ganhar dinheiro.

    O livro une duas coisas que gosto muito: empreendedorismo e esportes. É uma narração desde 1962 até a década de 1980. Mas no final com uma pitada de acontecimentos do começo dos anos 2000.
    Mas se você não tem esta “veia empreendedora” não desanime: Pode ler a vontade deste livro! Ele não apresenta termos técnicos, por exemplo.

    Mais do que uma autobiografia e empreender, o livro é meio que motivacional sabem?
    Ah, se você tem curiosidade, o livro mostra também como surgiram nomes para alguns tênis e da própria empresa atualmente.

    Se eu recomendo a leitura? Sim, pra ontem!

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS
    Autoria: Phil Knight
    ISBN: 9788550304403
    Ano: 2019
    Páginas: 240
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar:
    Site da Universo dos Livros
    Amazon

    Para conhecer um pouco mais clique abaixo
    Landing Page de Marca da Vitória – Editora Universo dos livros

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como estão?
    Hoje vou postar a resenha de um livro que eu não li, praticamente devorei kkkk
    Mais uma vez agradeço a cortesia oferecida pela Universo dos livros

    A MARCA DA VITÓRIA

    SINOPSE
    “Apenas siga em frente. Não pare. Nem pense em parar até chegar lá, e não pense muito onde fica esse ‘lá’. O que quer que aconteça, apenas não pare.”
    Phil Knight seguindo esse conselho precioso que deu a si mesmo se transformou de um jovem em dúvida sobre seu futuro – mas com uma ideia genial – em criador de uma das marcas mais conhecidas e bem-sucedidas do mundo: a Nike.
    Nesta edição do best-seller do The New York Times feita especialmente para jovens empreendedores, ele conta sua trajetória, detalhando sua vida antes da criação da empresa – os anos vitoriosos como atleta na faculdade, as dúvidas sobre qual caminho profissional seguir e a viagem ao redor do mundo que fez antes de colocar a ideia em prática – e o processo de criação em si, com detalhes sobre os percalços do caminho, a escolha do nome e a criação do icônico logotipo. Repleto de sabedoria, verdade e humor, esta é uma história inspiradora de determinação e quebra de paradigmas sobre um jovem que queria deixar sua marca no mundo, e conseguiu.

    MINHA RESENHA
    Narrado em primeira pessoal pelo Phil Knight podemos ver o quanto um rapaz que se intitulava como um garoto tímido, pálido e magricela era fascinado por corridas. Prova disso foi que seu trabalho final na faculdade de empreendedorismo foi relacionado a este esporte.
    Prova também foi que aos 24 anos teve um Ideia Maluca: “ E, se existir uma maneira de sentir o que os atletas sentem sem ter que ser um atleta?”
    Porque não trabalhar com calçados? Porque não trabalhar com o que você gosta?
    Este foi o pensamento chave. Afinal, ele foi diplomado na Universidade de Oregon e pós-graduado em administração em Stanford. Poderia conseguir o emprego que quisesse, mas ele quis seguir seu sonho, sabem?

    Assim, ele pediu ajuda financeira ao pai para fazer uma viajem pelo mundo. Realmente usou o dinheiro para viajar e conhecer alguns lugares, “turistar” digamos assim…. até que esta jornada chegou ao Japão. Lá apresentou seu projeto, conheceu a fábrica e firmou parceria com a Onitsuka Tiger (Asics, hoje em dia) e assim começar a importar calçados para os EUA. Assim também surgiu a Blue Ribbon Sports, futura Nike.

    O livro em si vai nos mostrando que no caminho o Phil foi tão guerreiro como outros tantos que conhecemos e que que podemos tirar lições isso não somente para o lado profissional mas para o lado pessoal também: ele contou com a ajuda dos próximos como o pai e a família, do antigo treinador, de antigos colegas de faculdade; ele aprendeu com os erros e não ficava se vangloriando quando acertava; buscar sempre novos caminhos pois quando uma porta se fecha temos a chance de abrir outra mais e no fim mostrou que todo mundo pode começar do zero e quem sabe um dia fazer que se ama e porque não ganhar dinheiro.

    O livro une duas coisas que gosto muito: empreendedorismo e esportes. É uma narração desde 1962 até a década de 1980. Mas no final com uma pitada de acontecimentos do começo dos anos 2000.
    Mas se você não tem esta “veia empreendedora” não desanime: Pode ler a vontade deste livro! Ele não apresenta termos técnicos, por exemplo.

    Mais do que uma autobiografia e empreender, o livro é meio que motivacional sabem?
    Ah, se você tem curiosidade, o livro mostra também como surgiram nomes para alguns tênis e da própria empresa atualmente.

    Se eu recomendo a leitura? Sim, pra ontem!

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS
    Autoria: Phil Knight
    ISBN: 9788550304403
    Ano: 2019
    Páginas: 240
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar:
    Site da Universo dos Livros
    Amazon

    Para conhecer um pouco mais clique abaixo
    Landing Page de Marca da Vitória – Editora Universo dos livros

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParcerias

    Olá, como estão?
    Hoje vou falar com vocês sobre a nova parceria do blog: A Hesso
    Especializada em camisetas e regatas masculinas a empresa trás em suas estampas ilustrações com frases bem legais e tudo com um preço bem bacana (e acessível)
    Vamos conhecer um pouco do trabalho deles?

    História
    A idéia de empreender sempre traz uma história daqueles que idealizaram o projeto, aquilo que motivou a criação de um produto e o porquê de acreditar que há como fazer a diferença em um mercado tão competitivo. Assim, diante de uma necessidade pessoal dos idealizadores, a Hesso foi criada. Necessidade pessoal essa que surgiu da busca por roupas de qualidade em um segmento dominado por gigantes que nem sempre atendiam às nossas expectativas, tanto de preço, quanto de qualidade, ou, ainda, de transparência e responsabilidade social. Seguindo essa linha, os sócios Henrique Oliveira, Thassio Coutinho e Marcelo Ferretti decidiram criar a Hesso, uma marca voltada ao segmento casual, com idéias, disposição e qualidade para oferecer produtos fantásticos, capazes de agradar um público exigente.

    Diferencial da empresa
    Porque a Hesso usa o que há de mais moderno na confecção de suas peças, desde a escolha minuciosa com o tecido até uma costura de qualidade, passando por uma impressão digital que é a tecnologia mais avançada no mercado de estampas;
    Porque a Hesso acredita que o consumidor merece todo respeito e nós não medimos esforços pra fazer com que você se sinta especial;
    E, sobretudo, porque acredita que tem responsabilidade na construção de um país melhor e por isso destinamos 5% de cada produto vendido à Instituição Viva Cazuza.

    Vamos conferir algumas destas peças?

    Camisa Redentor

    Camisa Old School Game

    Camisa regata Boxing Champ

    Esta ficou na minha lista de desejos >.<

    Camisa regata Cinema Scope

    American Football – regata

    American Football – camiseta

    Gostaram das dicas?

    Sigam os caras por aqui:

    Site

    Instagram

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar mais uma resenha – livro de cortesia em parceria com a Universo dos livros.
    Abraços

    SE NÃO HOUVER AMANHÃ

    SINOPSE
    Lena Wise está sempre ansiosa pelo dia seguinte, especialmente porque está começando o último ano da escola. Ela está decidida a passar o máximo de tempo possível com os amigos, completar as inscrições da faculdade e talvez informar seu melhor amigo de infância, Sebastian, sobre o que realmente sente por ele. Para Lena, o próximo ano vai ser épico — um ano de oportunidades e conveniências.

    Até que uma escolha, um instante… destrói tudo.

    Agora Lena não está ansiosa pelo dia seguinte. Não quando o tempo que dedica aos amigos pode nunca mais ser o mesmo. Não quando as inscrições para a faculdade podem ser qualquer coisa, menos viáveis. Não quando há o risco de Sebastian jamais perdoá-la pelo que aconteceu.

    Pelo que ela permitiu que acontecesse.

    À medida que sua culpa aumenta, Lena está ciente de que sua única esperança é superar o ocorrido. Mas como é possível seguir em frente quando a existência inteira, tanto dela quanto a de seus amigos, foi transformada?
    Como seguir em frente quando o amanhã sequer é garantido?

    MINHA RESENHA
    Lena está de férias, prestes a entrar no seu último ano antes da faculdade.
    E como todo jovem nesta época, existe o lado bom e ruim: o bom é que ela está cercada por seus amigos, seu “crush” – caso de amor não correspondido e quer curtir cada momento. Do outro lado, está uma relação conturbada com seu pai, e a indecisão sobre qual universidade irá ingressar.

    Mas sabe isso que dizem que devemos viver como se não houvesse um outro dia em nossas vidas? Lena aprendeu na pele isso.
    Uma decisão ruim fez com que muitas coisas fossem alteradas em sua vida.
    E o pior, foi que ela pensou que se afastando de tudo e todos que a amavam, ela iria juntar os pedaços.
    Nós não conseguimos uma máquina do tempo para apagar nossos erros, mas podemos e devemos lidar com eles, nos servindo de lição.
    E foi assim que foi se desenrolando a história, uma narração de Lena e sua tentativa de voltar a ser quem era antes da noite trágica.

    Gostei do livro no sentido de mostrar ao leitor que todos nós tomamos decisões ruins mas que devemos seguir em frente.
    Não gostei no sentido de que achei muita enrolação, sabe? A gente quer ajudar Lena a se reerguer e, – infelizmente – não podemos fazer nada KKKKKKK.

    Mas de todo modo, recomendo a leitura.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS
    Autoria: Jennifer Lynn Armentrout
    ISBN-13: 9788550302973
    ISBN-10: 855030297X
    Ano: 2018
    Páginas: 384
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar: 

    SARAIVA

    SUBMARINO

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje volto a postar uma resenha para vocês!
    Agradeço mais uma vez a nossa parceira Universo dos Livros pela cortesia 🙂
    Espero que gostem 🙂

    O ARTÍFICE

    SINOPSE
    Em dias de tempestade, um assassino que mata através de armadilhas extremamente elaboradas vem enganando a polícia londrina numa série de crimes inusitados. Haryel Kitten é um detetive inteligente, prático e muito dedicado ao seu trabalho, que agora tem o desafio de desvendar o que há por trás desse mistério.
    Mas será que há forças sobrenaturais agindo? Detalhes dos crimes permanecem obscuros, o serial killer, apelidado pela mídia de Artífice, faz com que Haryel trilhe um caminho sem volta. Quanto mais ele se aprofunda na investigação, menos compreende o que está acontecendo.
    O detetive fará tudo que estiver ao seu alcance para montar esse quebra-cabeça, mesmo que sua própria vida corra perigo…

    MINHA RESENHA
    A história se desenrola em Londres. Um serial killer frio e calculista que sempre comete seus crimes a noite e em dias de chuva é o vilão perseguido pelos detetives Haryel, seu parceiro Paul e pela policia Londrina.
    Este assassino é um daqueles bem metódicos mesmo, ele não planta uma armadilha mas várias já antevendo os passos que a vitima tomaria tentando escapar da morte. Ele quer ter certeza, ver com os próprios olhos sua vitima agonizando.
    Uma das peças chaves da investigação é um colar bem antigo com um desenho taoísta (Taoísmo é filosofia de vida e uma religião chinesa milenar, na qual o ser humano deve viver em harmonia com a natureza, pois faz parte dela – Google me ajudou nesta)
    Para você entender como e porque o assassino age você vai precisar entender suas razões – ai o taoísmo entra.
    Por causa deste detalhe, um monge – o Mestre Ch`na – entra em cena e é peça importante no desenrolar da história (mesmo ele fazendo pouco caso em ajudar)

    Certos pontos na leitura é meio cansativo, confesso, você lê sobre as mortes acontecendo e a investigação parece estagnada. Mas isso de investigação, mistérios, uma cultura que eu não tinha tanto conhecimento vão se juntando e dando forma.
    E o final em si…. cara, é bem surpreendente. Porém, o assassino para quem for ligando os pontos é descoberto pelo leitor com uma antecedência ( quem leu muito Sherlock Holmes e Agatha como eu adora estes jogos de adivinhar quem matou né?!)

    No geral, indico a obra sim, é uma leitura interessante com 240 páginas, além de ser de um autor nacional (vamos valorizar o que é daqui também!)

    OBS.: Ficou bem resumido esta resenha porque tentei ao máximo não dar spoilers.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS

    Autoria: Tony Ferraz
    ISBN-13: 9788579307133
    ISBN-10: 8579307139
    Ano: 2014
    Páginas: 240
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar:
    Submarino
    Amazon

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParcerias

    Olá,
    Como vão?
    Hoje tenho o prazer em divulgar a loja Skull Clothing.
    Alguém já conhece o trabalho dos caras?
    Então cola ai no post 🙂
    Abraços

    Obs.: Tudo que está em azul abre um link externo.

    SKULL CLOTHING

    Sobre
    “Com 3 anos de mercado, a Skull Clothing foi criada com intuito de oferecer conforto e estilo a todos. Com a vontade de provocar mudanças no lifestyle dos nossos consumidores, Henrique Oliveira e Marcelo Ferretti, abusam da diferenciação na hora da criação das peças, sempre com novidades no segmento street wear, com modelos únicos e pensados para nossos clientes. Com um portfólio cada vez maior, hoje em dia temos desde peças Básicas , Calças de Moletom, Camisetas Sleeveless até Camisetas Personalizadas. Buscando sempre transmitir a energia da Skull em nossa peças. A ideia inicial foi de criar uma marca de roupas voltadas para o universo do skate, hip-hop e street wear, que é a nossa paixão e motivação. Ao comprar roupas, sentíamos que com o passar dos anos, tudo deixava de ser encaixar ao nosso gosto. Aí, surgiu a grande ideia que nos guia até hoje. Se não encontramos nada no mercado que converse com nosso Lifestyle, então vamos criar o nosso próprio. Levando em conta os nossos interesses, trazendo o gostinho dos anos 80, 90 e 2000 à tona, mas sempre com um toque atual, começamos a produzir a nossas próprias camisetas. Nossos clientes começaram a se interessar cada vez mais por nossos produtos, que inicialmente era criado dentro de nossas próprias casas. Assim, nasceu a Skull Clothing, que tem como objetivo ser uma marca criativa para pessoas únicas.”

    Diferencial
    “A marca Skull Clothing serve para materializarmos aquilo que nós também gostamos, por isso, optamos por criar um vestuário único, voltado para um gosto pessoal. Por isso, o nosso diferencial fica desde o nosso processo de fabricação, como também todo o conceito da marca e dos produtos, que são planejados e produzidos com carinho. Afinal, o que nós produzimos é também o que usamos.”

    Parceria
    Recebi pela Skull, esta bermuda

    O tecido é Dryfit 100% poliéster, ou seja, é bem leve, gostosa de usar.

    Adorei este desenho, claro que lembra meu Chicago Bulls e ainda mais com uma pegada rap/hip-hop.

    OBS.:O modelo não tem bolsos mas nada que tire o charme.

    Outros produtos bacanas da loja

    Camiseta The Punisher

    Alguém aqui viu “Daredevil”? Ou melhor, quem é fã de “The Punisher”?

    Meu dedo ta coçando pra comprar uma destas.

     

    Quem gosta mais do estilo longline, separei boas opções
    Pra quem não sabe o termo Longline se refere ao tamanho da camiseta, que costuma ser mais longo do que o comum. Assim, uma camiseta Longline, também conhecida como camisa oversized e swag, vai além das camisetas comuns e básicas, sendo diferenciada até mesmo no seu tamanho. Isso em conjunto com as estampas exclusivas da Skull Clothing fazem com que você tenha uma roupa diferenciada.
    E quem não gosta desta mulher? Rihanna *-*
    Que musa!

     

    Esta só quem gosta de Kanye West vai entender…

    Gostou?
    Siga os caras nas redes sociais:
    Site
    Instagram
    Facebook

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3
    instagram
    Translate »