• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: dezembro 2018

    HonoratoPoesia

    Contrastes

    dezembro 08, 2018 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O poema de hoje foi criado em janeiro de 2017 e fala sobre aquele amor onde ambos não tem muito em comum mas mesmo assim arriscam, sabem?
    Abraços e boa semana a todos.

    CONTRASTES

    Eu, ouço rap e rock
    Ela, seu MPB não descarta
    Eu, faço o tipo caseiro
    Ela, noites de festa, bebida e baladas

    Eu, cabelo crespo e encaracolado
    Ela, cabelos negros e lisos
    Eu, sonho em viajar pelo mundo
    Ela, quer casa e ter filhos

    Eu, olhos escuros como a escuridão
    Ela, um olhar claro como a luz do dia
    Eu, risadas altas ao vento
    Ela, esbanja mais simpatia ainda

    Eu, metido a poeta
    Ela, é pura poesia
    Eu, sou um mero Valente
    Ela, a maior das Rainhas

    Eu, a amava como nunca amei
    Ela, me via como um amigo
    Eu, agora não sei o que fazer com este Amor
    Enquanto Ela, fará de outros braços seu abrigo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Contrastes

    dezembro 08, 2018 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O poema de hoje foi criado em janeiro de 2017 e fala sobre aquele amor onde ambos não tem muito em comum mas mesmo assim arriscam, sabem?
    Abraços e boa semana a todos.

    CONTRASTES

    Eu, ouço rap e rock
    Ela, seu MPB não descarta
    Eu, faço o tipo caseiro
    Ela, noites de festa, bebida e baladas

    Eu, cabelo crespo e encaracolado
    Ela, cabelos negros e lisos
    Eu, sonho em viajar pelo mundo
    Ela, quer casa e ter filhos

    Eu, olhos escuros como a escuridão
    Ela, um olhar claro como a luz do dia
    Eu, risadas altas ao vento
    Ela, esbanja mais simpatia ainda

    Eu, metido a poeta
    Ela, é pura poesia
    Eu, sou um mero Valente
    Ela, a maior das Rainhas

    Eu, a amava como nunca amei
    Ela, me via como um amigo
    Eu, agora não sei o que fazer com este Amor
    Enquanto Ela, fará de outros braços seu abrigo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Morena

    dezembro 01, 2018 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema eu fiz há alguns meses atrás e hoje acho conveniente postá-lo.
    Abraços e boa semana a todos.

    MORENA

    Não posso te olhar, morena
    Se sempre fico hipnotizado pela sua beleza
    Não posso tocar seus cachos
    Se isso ainda me soa a um pecado

    Não posso te apontar defeitos
    Se em você eu não os vejo
    Não posso negar o que sinto
    Se por ti só fico rindo

    Não posso desperdiçar minha chance
    Se você mudou quem eu era antes
    Não posso pensar no passado
    Se só enxergo futuro ao seu lado

    Não posso te transformar em poesias
    Se você não se resume em poucas linhas
    Não posso te oferecer tudo
    Mas posso lhe dar o maior amor do mundo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »