• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: abril 2020

    Outros AutoresParceriasTextos
    Da sua janela, o que você vê? Quais imagens ilustram a sua tela, quais autores você tem lido? E, afinal, o que se passa na janela deles?
    Nos dias 24, 25 e 26 de abril, dez escritores da casa participarão do festival Na Janela, uma série de conversas on-line sobre literatura brasileira. Com mediação de importantes nomes da produção de conteúdo sobre literatura, o bate-papo terá como tema norteador as múltiplas janelas de possibilidades da ficção nacional, suas ramificações, estilos e potências. O festival será transmitido por meio de lives no canal no YouTube da Companhia das Letras e no Facebook. A participação é livre e os leitores poderão contribuir com perguntas.
    Confira abaixo a programação do evento:

    📅 Sexta-feira, 24 de abril
    17h | Jarid Arraes e Paulo Scott. Mediação de Nanni Rios.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Sábado, 25 de abril
    15h | João Silvério Trevisan e Natalia Borges Polesso. Mediação de @literatamy
    17h | Carol Bensimon e Michel Laub. Mediação de Francesca Angiolillo.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Domingo, 26 de abril
    15h | Luisa Geisler e Miguel Del Castillo. Mediação de Nanni Rios.

    17h | Ana Paula Maia e Daniel Galera. Mediação de @literatamy.

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresParceriasTextos
    Da sua janela, o que você vê? Quais imagens ilustram a sua tela, quais autores você tem lido? E, afinal, o que se passa na janela deles?
    Nos dias 24, 25 e 26 de abril, dez escritores da casa participarão do festival Na Janela, uma série de conversas on-line sobre literatura brasileira. Com mediação de importantes nomes da produção de conteúdo sobre literatura, o bate-papo terá como tema norteador as múltiplas janelas de possibilidades da ficção nacional, suas ramificações, estilos e potências. O festival será transmitido por meio de lives no canal no YouTube da Companhia das Letras e no Facebook. A participação é livre e os leitores poderão contribuir com perguntas.
    Confira abaixo a programação do evento:

    📅 Sexta-feira, 24 de abril
    17h | Jarid Arraes e Paulo Scott. Mediação de Nanni Rios.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Sábado, 25 de abril
    15h | João Silvério Trevisan e Natalia Borges Polesso. Mediação de @literatamy
    17h | Carol Bensimon e Michel Laub. Mediação de Francesca Angiolillo.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Domingo, 26 de abril
    15h | Luisa Geisler e Miguel Del Castillo. Mediação de Nanni Rios.

    17h | Ana Paula Maia e Daniel Galera. Mediação de @literatamy.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    10 anos

    abril 22, 2020 • Honorato, Sandro

    Era uma vez…
    No dia 21 de abril de 2010 na aula de artes enquanto eu e meus amigos lá da turma do fundão fazíamos bagunça a professora veio falar comigo. Ela já sabia que eu escrevia umas coisas por ai e veio me perguntar porque eu não colocava isso na internet em um blog. Não foi a primeira vez que ela me perguntou isso, mas desta vez eu atendi.
    Então, no dia 22 de abril de 2010 numa quinta-feira eu abrir uma conta no blogger. E fiquei conversando com meu melhor amigo via MSN (bons tempos) qual nome poderia colocar nesta página. Chegamos a um bom senso: Rimas Do Preto. Rimas porque é nítido, a intenção aqui era escrever somente poesias. Preto porque desde aquela época meu apelido era Preto Caô. Não era bullying, muito menos racismo. É um apelido. Sem vitimismo nem nada.

    Os primeiros meses foram fantásticos. Era tão bom entrar todo dia e ver outros vários blogs, conhecer pessoas que tenho amizade até hoje, responder comentários por aqui e pensar em novos textos.
    Passei a incluir coisas novas por aqui: Fechamos parcerias e sorteios, tivemos dicas de músicas, resenhas de livros, minha análise sobre filmes e seriados e convidei outros escritores a escrever por aqui.
    Falando nisso, os anos foram passando e nunca deixei de escrever. Talvez, deixei de postar muitos textos aqui, mas tudo por um bom motivo.

    E hoje, quando o blog faz 10 anos de vida eu posso dizer com orgulho que eu amo isso tudo aqui.
    São mais de 600 postagens, 7 mil comentários, inúmeras amizades e espero que milhões de sorrisos e de lágrimas também tenham este blog como culpado.

    E tenho uma grande notícia: Este ano vai ter livro de poesia publicado pela Pedregulho
    Este era um grande sonho meu e agradeço pela oportunidade.

    Enfim, muito obrigado a quem leu até o final e quem nos acompanha desde sempre. Espero voltar aqui em 10 anos com a mesma vontade de escrever e emocionar cada um de vocês.
    Abraços

    HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Após você ir

    abril 17, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    A poesia de hoje é uma pouco mais antiga, uma das primeiras que fiz com a intenção de postar mas deixei de lado em 2010/2011.
    Abraços e tenham um excelente final de semana

    APÓS VOCÊ IR…

    Após você ir…
    Eu fico pensando no que aconteceu de errado
    E imagino por que não somos mais namorados
    Após você ir…
    Me pergunto “o que posso fazer para consertar?”
    “Será que um dia você voltará?”

    Após você ir…
    Os meus dias são nublados
    E as noites eu passo acordado
    Após você ir…
    Eu me vejo em meio as lágrimas
    Eu me encontro em profunda desgraça

    Após você ir…
    Essa minha vida perdeu sentido
    Eu virei meu próprio inimigo
    Após você ir…
    Eu sonho para esta dor ter um fim
    E apenas rezo para voltar a ser feliz

    Após você ir…
    Eu me tornei um outro cara
    Pois sei que esta tristeza não passa
    Após você ir…
    Eu virei um poço de dor
    Eu abdiquei do amor.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Luta sem fim

    abril 10, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje tem poesia nova aqui no blog!
    E é bem triste (desculpa mas é a verdade)
    Espero que gostem.
    Abraços e tenham um excelente final de semana

    LUTA SEM FIM
    Difícil não é chegar em casa
    E sim saber que sou o único morando lá
    Difícil não é estar perdido
    E sim saber que não há direção a caminhar

    Difícil não é fechar os olhos e dormir
    E sim saber que os sonhos não voltam
    Difícil não é ter nosso álbum de fotografias
    E sim saber que não tenho coragem de joga-lo fora

    Difícil não é beijar outros lábios
    E sim saber que eles não têm o mesmo gosto
    Difícil não é querer mudar o presente
    E sim saber que nada será como antes

    Difícil não é derramar rios por quem se foi
    E sim saber que a pessoa não se importa com isso
    Difícil não é romper um relacionamento
    E sim saber que sequer somos amigos

    Difícil não é ter lembranças
    E sim saber que elas não são de ti
    Difícil não é ter saudades
    E sim saber que a dor não tem fim

    Difícil não é escrever esta poesia
    E sim saber que você ainda é a inspiração
    Difícil não é lutar para te esquecer
    E sim saber que esta batalha é em vão

    Difícil não é acordar todos os dias
    E sim saber que não há razão para levantar da cama
    Difícil não é ter este coração apaixonado
    E sim saber que ele não pertence a quem se ama.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »