• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Tag: Honorato

    HonoratoPoesia

    Divergente

    novembro 28, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Essa poesia eu fiz no meio do ano em um outro momento totalmente da minha vida.
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Divergente
    Eu queria te dar um Universo
    Você não queria nem a cama que dividimos
    Eu queria constituir uma família
    Você tem pavor ao falar sobre filhos

    Eu queria uma vida ao seu lado
    Você um dia por vez vivia
    Eu queria me sustentar em coisas reais
    Você com varia outras coisas fantasia

    Eu queria te fazer versos
    Você vivia de rascunhos nunca terminados
    Eu queria casar contigo
    Você queria nada além de namorados

    Eu queria você em meus braços pra sempre
    Você ainda quer curtir nosso momento
    Eu queria te amar mais ainda
    Você estava aprendendo a ter este sentimento

    Eu queria andar em linha reta
    Você só por estradas desconhecidas
    Eu era ser mais que porta
    Você não queria ser minha Poesia.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Divergente

    novembro 28, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Essa poesia eu fiz no meio do ano em um outro momento totalmente da minha vida.
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Divergente
    Eu queria te dar um Universo
    Você não queria nem a cama que dividimos
    Eu queria constituir uma família
    Você tem pavor ao falar sobre filhos

    Eu queria uma vida ao seu lado
    Você um dia por vez vivia
    Eu queria me sustentar em coisas reais
    Você com varia outras coisas fantasia

    Eu queria te fazer versos
    Você vivia de rascunhos nunca terminados
    Eu queria casar contigo
    Você queria nada além de namorados

    Eu queria você em meus braços pra sempre
    Você ainda quer curtir nosso momento
    Eu queria te amar mais ainda
    Você estava aprendendo a ter este sentimento

    Eu queria andar em linha reta
    Você só por estradas desconhecidas
    Eu era ser mais que porta
    Você não queria ser minha Poesia.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Me iluda

    novembro 21, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje deixo com vocês um poema que fiz há algum tempo atrás.
    Abraços e uma excelente semana para todos nós 🙂

    Me iluda

    Deixe-me acreditar…
    Que agora vai dar certo
    Nesse sentimento lindo
    Que você sempre estará por perto
    Que é por ti o meu sorriso

    Deixe-me provar…
    Dos teus doces lábios
    Do sonho impossível
    Da delicadeza dos teus traços
    Que não sou um caso perdido

    Deixe-me sonhar…
    Que você é minha namorada
    Que te levarei ao altar
    Que agora não me falta mais nada
    Que em teu Coração fiz um lar

    Deixe-me iludir…
    Com os planos para uma vida a dois
    Com este peito aqui em chamas
    Pensando no agora e nada depois
    Que você você também me ama.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Mistérios

    novembro 14, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    A poesia de hoje é sobre todas as promessas que fizemos a alguém em especial quando a conhecemos…
    Dedico a uma pessoa muito especial.
    Abraços e se cuidem.

    MISTÉRIOS

    Abraçaria o teu corpo
    Sem envolve-la em meus braços
    Beijaria tua boca
    Sem sequer tocar teus lábios

    Descobriria uma nova constelação 
    Sem que me pedisse uma só estrela
    Enfrentaria o mundo para conquista-la
    Sem que me impedissem com barreiras

    Casaria contigo
    Sem ter alianças para trocar
    Te ofereceria o meu sorriso
    Sem duas vezes pensar

    Descreveria você em poesia
    Sem que ela tenha ponto final
    Desvendaria os teus mistérios
    Sem permissão para tal

    Daria a ti a eternidade
    Sem ligar em como eu sobreviveria
    Te amo puramente
    E nem preciso que me retribua nesta vida.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Morena

    novembro 07, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema é um dos que mais gostei pela sinceridade nas palavras e acho conveniente postá-lo.
    Abraços e boa semana a todos.

    MORENA

    Não posso te olhar, morena
    Se sempre fico hipnotizado pela sua beleza
    Não posso tocar seus cachos
    Se isso ainda me soa a um pecado

    Não posso te apontar defeitos
    Se em você eu não os vejo
    Não posso negar o que sinto
    Se por ti só fico rindo

    Não posso desperdiçar minha chance
    Se você mudou quem eu era antes
    Não posso pensar no passado
    Se só enxergo futuro ao seu lado

    Não posso te transformar em poesias
    Se você não se resume em poucas linhas
    Não posso te oferecer tudo
    Mas posso lhe dar o maior amor do mundo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Razões

    outubro 31, 2022 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Esta poesia é sobre encontrar alguém especial e simplesmente ver seu mundo mudar em instantes.
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Razões
    E eu que bem fumo
    Te trago no peito
    E eu que não sou corajoso
    Ao seu lado desconheço o medo

    E eu que não sei nadar
    Mergulhei no teu sorriso
    E eu que sempre fui tímido
    Agora quero de mãos dadas andar contigo

    E eu que mal escrevia
    Hoje lhe faço mil textos românticos
    E eu que sou solitário
    Hoje contigo faço mil planos

    E eu que fui sedentário
    Não importo em correr atrás de você
    E eu que andava sem rumo
    Em ti tenho razões para viver

    E eu que sou humilde
    Não sei se mereço tanto
    E eu que mal abria a boca
    Grito aos quatro cantos que a amo.

    Autor: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 121
    instagram
    Translate »