• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Poesia

    HonoratoPoesia

    Até o final

    agosto 01, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema foi escrito em 2014. Particularmente é um dos mais simples e mais rápidos que fiz mas que me marcou bastante.
    Espero que curtam 🙂
    Abração

    Até o final
    Até quando a lágrima insistir em aparecer
    Lembre-se daquilo que nos traz alegrias
    Até quando as lembranças forem amargas
    Lembre-se do que adoça nossas vidas

    Até quando brigas tivermos
    Lembre-se daquilo que nos acalma
    Até quando pensarem em nos separar
    Lembre-se que somos unidos como corpo e alma

    Até quando a chuva insistir em cair
    Lembre-se que o sol voltará a aparecer
    Até quando tudo parecer acabado
    Lembre-se que juntos podemos muito fazer

    Até quando o vento frio arrepiar a sua pele
    Lembre-se do calor dos nossos abraços
    Até quando tudo indicar que não estamos bem
    Lembre-se que nada desfaz este nosso laço

    Até quando o mundo te deixar para baixo
    Lembre-se que sempre irei te reerguer
    Até o final das nossas vidas
    Apenas lembre-se que eu amo você.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Até o final

    agosto 01, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema foi escrito em 2014. Particularmente é um dos mais simples e mais rápidos que fiz mas que me marcou bastante.
    Espero que curtam 🙂
    Abração

    Até o final
    Até quando a lágrima insistir em aparecer
    Lembre-se daquilo que nos traz alegrias
    Até quando as lembranças forem amargas
    Lembre-se do que adoça nossas vidas

    Até quando brigas tivermos
    Lembre-se daquilo que nos acalma
    Até quando pensarem em nos separar
    Lembre-se que somos unidos como corpo e alma

    Até quando a chuva insistir em cair
    Lembre-se que o sol voltará a aparecer
    Até quando tudo parecer acabado
    Lembre-se que juntos podemos muito fazer

    Até quando o vento frio arrepiar a sua pele
    Lembre-se do calor dos nossos abraços
    Até quando tudo indicar que não estamos bem
    Lembre-se que nada desfaz este nosso laço

    Até quando o mundo te deixar para baixo
    Lembre-se que sempre irei te reerguer
    Até o final das nossas vidas
    Apenas lembre-se que eu amo você.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Olá,
    Como vão?
    Vou deixar aqui com vocês uma poesia que finalizei no começo do mês passado.
    Espero que curtam.
    Abraços e uma ótima semana a todos nós 🙂

    SAUDADES DO QUE NUNCA VIVEREMOS

    Tenho saudades das tuas risadas
    Aquelas escandalosas e cheia de energia
    Tenho saudades de dormirmos juntos
    E acordar com os raios de sol iluminando o dia

    Tenho saudades dos seus beijos
    Parecidos com aqueles cinematográficos
    Tenho saudades de andar de mãos dadas
    Como dois adolescentes muito apaixonados

    Tenho saudades das nossas desavenças
    E que sempre resolvíamos rápido
    Tenho saudades de palavras simples
    Como “Tenho orgulho de ser seu namorado”

    Tenho saudades do seu abraço
    E neles me sentir protegido
    Tenho saudades de compartilhamos momentos
    Pois você é quem me chamava de amigo

    Tenho saudades de me sentir útil
    Quando você ansiosa me contava seus segredos
    Tenho saudades de você aqui por perto
    E pior, saudades daquilo que nunca viveremos.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Entre nós

    julho 05, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este é um poema que terminei no dia 01/06 deste ano.
    Espero que curtam.
    Abraços e se cuidem.

    ENTRE NÓS

    Entre as garrafas vazias
    Eu prefiro ser aquele copo cheio
    Que você bebeu toda semana
    E nunca cansou do sabor

    Entre versos perfeitos e linhas tortas
    Você se faz poesia por si só
    Daquelas que os poetas se orgulham
    Pois podem recitar aos quatro cantos

    Entre sorrisos forçados e gargalhadas
    Quero ser a lembrança que te faça feliz
    Pelos momentos que vivemos hoje
    E pelo futuro que não poderemos compartilhar

    Entre perder nossa amizade
    Ou arriscar por algo a mais
    Eu deixo seu caminho livre para ele
    Afinal, um lutador sabe a hora de desistir

    Entre amores reais e fantasias
    Me guarde entre os dois
    Me ame como seu eterno escudeiro
    E fantasie como seriamos como casal

    Entre idas e vindas
    Talvez você goste de ficar
    Talvez não nesta vida
    Talvez não fazendo agora do meu peito seu lar.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Me iluda

    junho 20, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje deixo com vocês um poema que fiz em meados de novembro passado.
    Abraços e uma excelente semana para todos nós 🙂

    Me iluda

    Deixe-me acreditar
    Acreditar que agora vai dar certo
    Acreditar nesse sentimento lindo
    Acreditar que você sempre estará por perto
    Acreditar que é por ti o meu sorriso

    Deixe-me provar
    Provar dos teus doces lábios
    Provar do sonho impossível
    Provar a delicadeza dos teus traços
    Provar que não sou um caso perdido

    Deixe-me sonhar
    Sonhar que você é minha namorada
    Sonhar que te levarei ao altar
    Sonhar que agora não me falta mais nada
    Sonhar que em teu Coração fiz um lar

    Deixe-me iludir
    Iludir com os planos para uma vida a dois
    Iludir com este peito aqui em chamas
    Iludir pensando no agora e nada depois
    Iludir que você você também me ama.

    15/11/2018

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Sem direção

    junho 07, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje deixo vocês com um poema curto e bem triste 🙁
    Abraços e boa semana a todos.

    Sem direção

    Enxugo as lágrimas que insistem em cair
    Ou forço um sorriso disfarçando tudo?
    Deixo no passado meu Amor
    Ou alguém lhe fará mais feliz neste mundo?

    Fico com a porta escancarada
    Ou você não me fará mais visitas?
    Toco os seus lábios neste adeus
    Ou sopro um beijo como você fazia?

    Devo procurar um médico
    Ou feridas de paixão não se cicatrizam?
    Minto que está tudo bem
    Ou encaro que sem ti não há vida?

    Lamento a sua ausência
    Ou aceito que tudo tem fim?
    Escrevo novamente o quanto te amei
    Ou deixo que o tempo revele que parti?

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 56
    instagram
    Translate »