• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Poesia

    HonoratoPoesia

    Dolor

    janeiro 18, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Deixo aqui um poema que fiz em outubro do ano passado.
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana

    DOLOR
    É doloroso ter você ao meu lado
    E com a cabeça longe daqui
    É doloroso traçar metas
    Se nossa história já chegou ao fim

    É doloroso ter sonhos contigo
    Se na realidade não podemos realiza-los
    É doloroso ele ter tanto ciúmes
    Sendo que eu adoraria exibi-la ao meu lado

    É doloroso demais querer leva-la ao altar
    Se não passaremos de meros amigos
    É doloroso ter um coração por ti pulsando
    E não saber a sensação de ser correspondido

    É doloroso ouvi-la reclamando que ele não a entende
    Enquanto eu estou aqui ao seu dispor
    É estranho dizer que ele não é romântico
    E eu aqui lhe fazendo contos de amor

    É doloroso encontrar a pessoa da sua vida
    E ter a sensação de ter chegado atrasado
    É doloroso gritar ao mundo que a amo
    E outro ouvir isso dos seus lábios.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Dolor

    janeiro 18, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Deixo aqui um poema que fiz em outubro do ano passado.
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana

    DOLOR
    É doloroso ter você ao meu lado
    E com a cabeça longe daqui
    É doloroso traçar metas
    Se nossa história já chegou ao fim

    É doloroso ter sonhos contigo
    Se na realidade não podemos realiza-los
    É doloroso ele ter tanto ciúmes
    Sendo que eu adoraria exibi-la ao meu lado

    É doloroso demais querer leva-la ao altar
    Se não passaremos de meros amigos
    É doloroso ter um coração por ti pulsando
    E não saber a sensação de ser correspondido

    É doloroso ouvi-la reclamando que ele não a entende
    Enquanto eu estou aqui ao seu dispor
    É estranho dizer que ele não é romântico
    E eu aqui lhe fazendo contos de amor

    É doloroso encontrar a pessoa da sua vida
    E ter a sensação de ter chegado atrasado
    É doloroso gritar ao mundo que a amo
    E outro ouvir isso dos seus lábios.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Não mereço

    janeiro 11, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Esta poesia é mais sobre uma despedida do seu amor do que qualquer outra coisa que possa parecer.
    Dedico a uma grande amiga que está mudando de estado neste mês 🙁
    Abraços e tenham uma excelente semana

    NÃO MEREÇO
    Não mereço tê-la
    Com estes olhos castanhos me fitando
    Expressando admiração por este ser
    Que mal sabe lhe olhar disfarçando

    Não mereço abraça-la
    Com estas mãos calejadas
    Pois não sei alisar uma rosa como ti
    Que com carinho merecer ser tratada

    Não mereço ser seu par
    Sei que muitos a convidam para a pista
    Mas temo só de pensar
    Em como um mero plebeu a conduziria

    Não mereço beijá-la
    E os teus lábios provarem estes meus
    Pois sei que nunca lhe satisfarei
    Sabendo que estamos perto do Adeus

    Não mereço este sorriso
    Com a mais simples naturalidade
    Pois sei que hoje lhe farei chorar
    Quando tudo isso virar saudade.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Vou te esquecer

    dezembro 21, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar um texto que fiz durante a quarentena nesta pandemia. É uma poesia bem triste, por sinal.
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    VOU TE ESQUECER

    Vou dançar as músicas que dançávamos juntos
    Porque meus pés ainda sabem o ritmo
    Vou ler os livros que me presenteou
    Porque ler ainda é meu passatempo favorito

    Vou escrever poesias mais românticas ainda
    Porque nelas encontro a paz que preciso
    Vou me aventurar em outras paixões
    Porque todo poeta tem seu combustível

    Vou dormir na cama que dividimos noites de amor
    Porque um dia quero uma outra companhia
    Vou ouvir as músicas que lhe mostrei
    Porque quero manter minha vida em sintonia

    Vou usar aquele perfume que você adorava
    Porque o cheiro não me sai da pele
    Vou fazer aquela viagem que planejamos
    Porque não haverá tristeza que a cancele

    Vou nos bares que costumávamos comemorar
    Porque hoje festejarei meu novo eu
    Vou deixar você no passado
    Porque meu coração você nunca esqueceu.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Moda antiga

    dezembro 07, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar uma poesia que fiz em 2019 e que particularmente eu gostei muito do resultado final.
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Moda antiga
    Eu, fogão a lenha
    Você, forno elétrico
    Eu, carta aberta
    Você, tem seus mistérios

    Eu, jantar a luz de velas
    Você, comida caseira
    Eu, sempre fácil de achar
    Você, é meu quebra-cabeças

    Eu, poesia e declamação
    Você, áudios de whatsapp
    Eu, vivo a moda antiga
    Você, encara nossa realidade

    Eu, lhe daria tudo
    Você, nunca me pediu nada
    Eu, no futuro te levaria ao altar
    Você, não crê mais em contos de fadas

    Eu, amor único
    Você, tem vários pretendentes
    Eu, só penso em nós
    Você, não pensa o mesmo infelizmente.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Reaprender

    novembro 02, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Tem poesia nova por aqui 🙂
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Reaprender
    Vai me ensinar a sonhar?
    Pois sem sua imagem pesadelos me assombram
    Vai me deixar um pouco de sua luz aqui?
    Pois sem ela o resto do mundo não me nota

    Vai me ensinar a voar?
    Pois o Anjo em mim está de saída
    Vai me ensinar novas músicas?
    Pois as que eu ouço vem com tristeza nas rimas

    Vai me ensinar a sorrir?
    Pois agora todos os dias eu choro
    Vai me ensinar a rezar toda noite?
    Pois não sei mais a qual Santo eu lhe imploro

    Vai me ensinar a dançar?
    Pois só sabia os passos certos contigo
    Vai me ensinar a sobreviver?
    Pois sem ti a vida não faz sentido

    Vai me ensinar a beijar?
    Pois só provei dos teus lábios
    Vai me ensinar a reescrever poesias?
    Pois as belas palavras sumiram do vocabulário

    Vai me ensinar a montar quebra-cabeças?
    Pois sem você estou por dentro desmontado
    Vai me ensinar a me amar um dia?
    Pois o meu coração já foi levado.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 57
    instagram
    Translate »