• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Poesia

    HonoratoPoesia

    Doce Utopia

    junho 12, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Primeiro: Tem sorteio rolando lá no insta do blog. Vem participar clicando aqui
    Hoje vou deixar uma poesia bem romântica para este 12 de junho.
    Abraços

    DOCE UTOPIA
    Estar presente em teus sonhos lindos
    Beijar estes doces lábios
    Sonhar em ser mais que simples amigos
    Acordar sem pressa alguma ao seu lado

    Resistir a tentação quando o pecado me vencer
    Recitar a vocês minhas fúteis poesias
    Fazer-te sorrir quando o mundo lhe fazer sofrer
    Trocar minha turbulência por sua calmaria

    Aceitar que sem ti nada faz sentido
    Poder te levar no topo de um altar
    Ser o pai dos seus filhos
    Jurar para eternidade te amar

    Confidenciar meus grandes segredos
    Trazer luz aos seus piores dias
    Lutar contra teus medos
    Ter mais do que esta doce utopia.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Doce Utopia

    junho 12, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Primeiro: Tem sorteio rolando lá no insta do blog. Vem participar clicando aqui
    Hoje vou deixar uma poesia bem romântica para este 12 de junho.
    Abraços

    DOCE UTOPIA
    Estar presente em teus sonhos lindos
    Beijar estes doces lábios
    Sonhar em ser mais que simples amigos
    Acordar sem pressa alguma ao seu lado

    Resistir a tentação quando o pecado me vencer
    Recitar a vocês minhas fúteis poesias
    Fazer-te sorrir quando o mundo lhe fazer sofrer
    Trocar minha turbulência por sua calmaria

    Aceitar que sem ti nada faz sentido
    Poder te levar no topo de um altar
    Ser o pai dos seus filhos
    Jurar para eternidade te amar

    Confidenciar meus grandes segredos
    Trazer luz aos seus piores dias
    Lutar contra teus medos
    Ter mais do que esta doce utopia.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Sacrifícios

    maio 15, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O texto de hoje fala sobre abrir de mão de algo para podermos estar com quem gostamos.
    Espero que curtam.
    Abraços

    SACRIFÍCIOS
    O sol deixa de brilhar no dia
    Só para deixar a lua na noite brilhar
    O mar cede um espaço da sua imensidão
    Para o rio nele desaguar

    O poeta troca de musa
    Só para renovar sua fonte de inspiração
    O músico aprende coisas novas
    Para não enjoar da mesma canção

    Apagarei da memória a tristeza
    Só para lembrar do seu próprio sorriso
    Fugiremos para qualquer lugar
    Pois com quem se ama já estamos no Paraíso

    A  minha vida foi escrita por linhas tortas
    Só para de propósito nos encontrarmos
    Eu abdico de várias frases
    Se sempre puder dizer que te amo.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar um poema bem melancólico.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços e bom resto de semana a todos

    TRISTES CONSELHOS
    Você me disse para buscar a felicidade
    Mas como se você levou meu sorriso?
    Você me disse para ignora-la
    Mas como se ainda somos amigos?

    Você me disse para escrever romances
    Mas como se sem você só tragédias sei escrever?
    Você me disse que opções eu encontraria
    Mas como se sem você não há um caminho certo a escolher?

    Você me disse para parar esta fantasia
    Mas como se você mudou minha realidade?
    Você me disse que fomos uma mentira
    Mas nada que vivemos foi verdade?

    Você me disse para seguir em frente
    Mas como se me prendo ao passado?
    Você me disse para namorar outra
    Mas como se por ti sou apaixonado?

    Você me disse para provar outras bocas
    Mas como se elas não têm seu sabor?
    Você me disse para te esquecer
    Mas como se contigo aprendi o Amor?

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Após você ir

    abril 17, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    A poesia de hoje é uma pouco mais antiga, uma das primeiras que fiz com a intenção de postar mas deixei de lado em 2010/2011.
    Abraços e tenham um excelente final de semana

    APÓS VOCÊ IR…

    Após você ir…
    Eu fico pensando no que aconteceu de errado
    E imagino por que não somos mais namorados
    Após você ir…
    Me pergunto “o que posso fazer para consertar?”
    “Será que um dia você voltará?”

    Após você ir…
    Os meus dias são nublados
    E as noites eu passo acordado
    Após você ir…
    Eu me vejo em meio as lágrimas
    Eu me encontro em profunda desgraça

    Após você ir…
    Essa minha vida perdeu sentido
    Eu virei meu próprio inimigo
    Após você ir…
    Eu sonho para esta dor ter um fim
    E apenas rezo para voltar a ser feliz

    Após você ir…
    Eu me tornei um outro cara
    Pois sei que esta tristeza não passa
    Após você ir…
    Eu virei um poço de dor
    Eu abdiquei do amor.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Luta sem fim

    abril 10, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje tem poesia nova aqui no blog!
    E é bem triste (desculpa mas é a verdade)
    Espero que gostem.
    Abraços e tenham um excelente final de semana

    LUTA SEM FIM
    Difícil não é chegar em casa
    E sim saber que sou o único morando lá
    Difícil não é estar perdido
    E sim saber que não há direção a caminhar

    Difícil não é fechar os olhos e dormir
    E sim saber que os sonhos não voltam
    Difícil não é ter nosso álbum de fotografias
    E sim saber que não tenho coragem de joga-lo fora

    Difícil não é beijar outros lábios
    E sim saber que eles não têm o mesmo gosto
    Difícil não é querer mudar o presente
    E sim saber que nada será como antes

    Difícil não é derramar rios por quem se foi
    E sim saber que a pessoa não se importa com isso
    Difícil não é romper um relacionamento
    E sim saber que sequer somos amigos

    Difícil não é ter lembranças
    E sim saber que elas não são de ti
    Difícil não é ter saudades
    E sim saber que a dor não tem fim

    Difícil não é escrever esta poesia
    E sim saber que você ainda é a inspiração
    Difícil não é lutar para te esquecer
    E sim saber que esta batalha é em vão

    Difícil não é acordar todos os dias
    E sim saber que não há razão para levantar da cama
    Difícil não é ter este coração apaixonado
    E sim saber que ele não pertence a quem se ama.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 4 5 55
    instagram
    Translate »