• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Poesia

    HonoratoPoesia

    Ela

    fevereiro 16, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema de hoje foi uma criação minha bem antiga. Pra ser preciso, de 14/11/2012.
    Apesar de curto e simples, é um texto que guardei com muito carinho esperando o momento certo para postá-lo.
    Abraços e cuidem-se

    Ela
    Sorriso que me deixa feliz
    Flor que sempre quis no meu jardim
    Doce perfume que invade a sala
    Toque que me acalma

    Olhar cheio de malicia
    Inocência de menina
    Voz que me deixa encantado
    Dona do abraço apertado

    Beijo que me enlouquece
    Momento que não se esquece
    Luz que ilumina meu dia
    Inspiração para esta poesia

    Beleza sem comparação
    Realidade que era minha imaginação
    Palavras que hoje posso enfim dizer
    Eu Amo Você.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesiaTextos

    Sem arrependimento

    É tão estranho falar de nós dois sendo que só um dos lados acreditou em algo a mais.
    Mas aqui estou pois o meu lado poético me pede mais um texto sobre ti e aqui estou.
    Não há palavras para descrever o que sinto por ti nos últimos meses.
    Você apareceu do nada, quando eu me sentia perdido e me fez enxergar um caminho que hoje eu vou andar sozinho. Porque andar de mãos dadas não faz muito seu tipo né?
    Você me fazia sorrir quando depois de um dia cansativo trocávamos mensagens.
    Mas nenhuma mensagem dói tanto quanto aquela que você mencionou que não dá mais. Somos apenas amigos. Não sirvo pra você.

    Me desculpa, tá?
    Claro que te desculpo.

    Afinal, talvez até Tony Stark tenha coração e você não.
    Talvez seja melhor assim. Ocupamos o mesmo espaço, estamos sempre perto um do outro mas a distância entre os corações tem que ser quilométrica para um não machucar o outro.
    Tenho que levantar a cabeça e seguir em frente quebrando a cara. Talvez um dia você queira ficar aqui comigo juntando os pedaços.
    Talvez no futuro você vai continuar um parágrafo novo de onde eu estou colocando um ponto agora.
    Talvez, sem arrependimento, nós possamos ser um casal imperfeito e que mesmo tempo assim dê certo.

    Honorato, Sandro.

    20.05.2019
    16:32

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Única Estrela

    maio 11, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar com vocês um poema que fiz recentemente.
    Espero que gostem.
    Abraços e uma excelente semana a todos.

    Única Estrela

    Eu sou uma calmaria
    E você sempre em erupção
    Eu me visto de qualquer jeito
    E você busca a perfeição

    Eu almejo a liberdade
    E você se prende a coisas passadas
    Eu sou seu futuro
    E você revive os fantasmas

    Eu sou grudento
    E você me prefere afastado
    Eu lhe faço poesias
    E você mal pega no dicionário

    Eu sou um cara certinho
    E você ama o errado
    Eu quero te levar ao altar
    E você fugindo de namorados

    Eu sou um rio de emoções
    E por você a frieza flui
    Eu te mimo todo dia
    E você nem com um beijo me retribui

    Eu sou uma estrela única
    E você deseja uma constelação
    Eu sou apaixonado por ti
    E você não quer meu coração.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Nada adianta

    abril 12, 2019 • Honorato, Sandro

    Nada adianta

    Do que adianta pedir um sinal do universo
    Se nem meu coração você escuta?
    Do que adianta olhar para o passado
    Se lá você não iria estar?

    Do que adianta mirar o céu a noite
    Se as estrelas você não contempla?
    Do que adianta se sentir um vazio
    Se nem a si mesmo você se completa?

    Do que adianta encarar os fatos
    Se posso lhe dar seu conto de fadas?
    Do que adianta criar um livro novo
    Se você ainda não consegue virar a página?

    Do que adianta me confidenciar segredos
    Se o maior eu escondo de você?
    Do que adianta chorar pelo leite derramado
    Se de tristeza insistimos em beber?

    Do que adianta este sentimento por ti
    Se o maior amor do mundo não te satisfaz?
    Do que adianta dizer que somos amigos
    Se me machucou como ninguém mais?

    Autor: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesiaTextos

    Me avise quando estiver pronta

    Eu poderia estar escrevendo nossa primeira carta de amor mas isso aqui é um pouco de paixão adolescente com um súplica para si mesma.
    Você não entende quando outras pessoas te elogiam porque você tá sempre aí boicotando sua própria beleza.
    Você repele amizades porque quer ficar em seu próprio mundo sem escapatória esperando a chegada daquele príncipe encantado do seu sonho. E um dia ele foi sua realidade, não foi mesmo?
    Você encontra em músicas e garrafas aquele seu passado tão recente e tão doloroso que ainda deixou marcas. Mas músicas sempre tem um sentido forte e garrafas não têm bocas tão macias para se apreciar, saiba disso.
    Você não manja das cantadas que faço todo dia porque tá aí presa a alguém que seguiu em frente e largou sua mão no mundão.
    Você não quer dar uma chance para você mesma porque quem você ama de verdade te decepcionou. Mas a Vida não é assim? Uma decepção atrás da outra até que um dia ela te da uma chance de ser feliz e se você não se jogar de vez vai se arrepender.

    Mas saiba…eu ainda assim estou me apaixonando por você.
    Eu estou aqui por você. Eu sempre estive.
    A dúvida é: quando você estará pronta para ser feliz de verdade?

    Autor: HONORATO, Sandro 

    06.04.2019. 22h31min

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Permita-me

    março 16, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Esta poesia é dedicada a todos aqueles que já brigaram com a pessoa amanda e gostaria de voltar aos velhos tempos com ela.
    Espero que gostem.
    Abraços

    PERMITA-ME
    Permita-me beijar teus lábios
    Eles ainda tem sabor de mel?
    Prometo que agora não serei rápido
    Só mais uma vez

    Permita-me observar você sorrindo
    Eu posso ser o motivo desta alegria?
    Prometo a pura sinceridade
    Só enquanto eu for poeta

    Permita-me envolver em teu abraço
    Ele ainda é capaz de me confortar?
    Aqueça-me como nos velhos tempos
    Só até eu cair no sono

    Permita-me deitar aqui ao seu lado
    Eu posso ainda escolher o lado?
    Prometo fazê-la mais feliz
    Só por esta noite

    Permita-me escrever esta poesia
    Elas ainda te deixam emocionada?
    Prometo vê-las em um livro um dia
    Só por tê-la como inspiração

    Permita-me entrar na sua vida
    Entrego a t meu coração de presente
    Prometo o amor sincero
    Só enquanto eu estiver em vida.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 4 56
    instagram
    Translate »