• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: março 2017

    MúsicaOutros

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma música do Oasis que sempre ouvia quando estava triste.
    Primeiro, ela me levava a lágrimas, confesso.
    Mas depois eu faço como diria a canção recomenda “Faça seu coração parar de chorar”.
    Espero que gostem da escolha e boa semana a todos.

    Oasis – Stop Crying Your Heart Out (Faça seu coração parar de chorar)

    Hold up!
    Aguente!
    Hold on!
    Aguente!
    Don’t be scared
    Não tenha medo
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    May your smile (May your smile)
    Talvez seu sorriso (Talvez seu sorriso)
    Shine on (Shine on)
    Brilhe (Brilhe)
    Don’t be scared (Don’t be scared)
    Não tenha medo (Não tenha medo)
    Your destiny may keep you warm
    Seu destino pode te manter aquecido

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    Get up (Get up)
    Levante (Levante)
    Come on (Come on)
    Vamos lá (Vamos lá)
    Why you scared? (I’m not scared)
    Por que você está com medo? (Eu não tenho medo)
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    We’re all of the stars
    Nós somos todas as estrelas
    We’re fading away
    Nós estamos desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see us some day
    Você nos verá algum dia
    Just take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar
    Stop crying your heart out
    Faça seu coração parar de chorar.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma música do Oasis que sempre ouvia quando estava triste.
    Primeiro, ela me levava a lágrimas, confesso.
    Mas depois eu faço como diria a canção recomenda “Faça seu coração parar de chorar”.
    Espero que gostem da escolha e boa semana a todos.

    Oasis – Stop Crying Your Heart Out (Faça seu coração parar de chorar)

    Hold up!
    Aguente!
    Hold on!
    Aguente!
    Don’t be scared
    Não tenha medo
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    May your smile (May your smile)
    Talvez seu sorriso (Talvez seu sorriso)
    Shine on (Shine on)
    Brilhe (Brilhe)
    Don’t be scared (Don’t be scared)
    Não tenha medo (Não tenha medo)
    Your destiny may keep you warm
    Seu destino pode te manter aquecido

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    Get up (Get up)
    Levante (Levante)
    Come on (Come on)
    Vamos lá (Vamos lá)
    Why you scared? (I’m not scared)
    Por que você está com medo? (Eu não tenho medo)
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    We’re all of the stars
    Nós somos todas as estrelas
    We’re fading away
    Nós estamos desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see us some day
    Você nos verá algum dia
    Just take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar
    Stop crying your heart out
    Faça seu coração parar de chorar.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Hecatombe.

    março 18, 2017 • Honorato, Sandro
    Hecatombe.
     
    Estou cansado de você lembrar que somos amigos quando você precisa de mim para algo.
    Cadê a reciprocidade?
    Não deveríamos ter uma relação de interesse unilateral.
    Por que não fazemos assim: Você me pede qualquer coisa e em troca você vai ler esta carta até o final?Por você eu mudei meu vocabulário infantil e cheio de manias e vícios de linguagem para ter coragem de puxar assunto contigo.

    Deixei meu ego de lado para irmos a lugares que você queria ir. Você já me fez companhia a algum dos meus lugares favoritos sem antes ter me dado mil desculpas para desistir e eu as derrubava com mil e um argumentos?

    Perdi as contas de quantas vezes inundei meu travesseiro tentando em vão engolir meu choro.
    Olhava para o teto atordoado em muitas madrugadas depois de acordar do pesadelo que seria perde-la em minha vida.
    Eu não quero estragar tudo igual você está tornando-me um inútil.
    Você não sabe o quanto é doloroso e lindo ao mesmo tempo este sentimento por ti, garota!

    Quantas decepções, angustias, raiva eu não escondia de você com um sorriso do tamanho do mundo na cara antes que você tivesse a chance de me perguntar “Tá tudo bem?”
    Faz muito tempo que estou muito mal, porra.

    Desisti de muitos momentos de paz para lhe ajudar em suas guerras infinitas. Seus problemas familiares, seus períodos conturbados na faculdade, sua busca por emprego e dinheiro…até ouvia você falando de seus affairs. Eu quero tanto te ver feliz que cheguei ao ponto de aceitar te ver em outros braços que não sejam os meus. Mas isso tá me matando e tu sabe.

    Já rabisquei tantos cadernos procurando as palavras, escrevendo poesias e imaginando contos e cenários ideais para descrever o quanto eu a amo.
    Desculpa!
    Eu já tinha falado “Eu Te Amo?”
    Pois bem, acabou de ler o que o mundo já sabia.

    Enfim, quero dizer que vou continuar minha rotina de hecatombes.
    Vou sacrificar-me mil vezes todo santo dia para que você me perceba no meio da multidão. Vou sangrar quantos litros forem necessários para que você estanque meu sangue com sua compaixão.
    Vou te amar como sempre fiz mesmo que seja em vão, afinal, qual súdito não faria tudo isso por sua Deusa?

     
    Escrito qualquer dia destes  quando a coragem chegou.
    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Lembrar de mim

    março 10, 2017 • Honorato, Sandro

    Lembrar de mim

    Você vai lembrar quando sua sombra for sua única companhia nas caminhadas pela praia?
    Você vai lembrar de beijar minha boca quando os lábios dele estiverem tocando os seus?
    Você vai lembrar do meu abraço quando os braços dele tentarem te
    envolver?
    Você vai lembrar que eu recitava minhas poesias quando as
    palavras saírem da boca dele?
    Você vai lembrar de chorar em meu ombro no meio da madrugada por
    sofrer de amor por outro?
    Você vai lembrar quando seu telefone tocar esperando que fosse minha ligação?
    Você vai lembrar de me pedir ajuda enquanto seus amigos estão na
    balada e você ai, fazendo aquele trabalho da faculdade?
    Você vai lembrar de cantar quando a nossa música estiver tocando
    e perceber que ela nos representava?
    Você vai lembrar do meu coração partido quando outro retribuir o
    que você está fazendo comigo neste momento?
    Você vai lembrar de me mandar mensagens dizendo que estou sumido
    quando na verdade eu estive sempre presente?
    Ou você só vai lembrar de mim quando eu der chance para outro amor e eu já tiver saído da sua vida.

    Se é algum dia eu realmente já entrei.

    Quinta-feira,09 de março de 2017.
    Mais uma noite mal dormida por sua culpa

    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    A morte do Poeta

    março 04, 2017 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje eu deixarei para vocês uma poesia bem recente que fiz.
    Creio que todo poeta “morre” mais de uma vez na vida: A cada nova paixão que o inspira ele está enterrando um velho amor para trás.

    Abraços e cuidem-se.

    A morte do Poeta
    O Poeta calou-se
    Seus lábios não pronunciam frases sem sentido
    Somente entonam o seu entusiasmo
    Para o novo romance vivido
    O Poeta ensurdeceu
    Não ouve mais conselhos alheios
    Decidiu colocar a mão no fogo
    Por este sentimento verdadeiro
    O Poeta mudou-se
    Para a Terra Prometida
    Onde somente os de Puro Coração
    A alcançam durante a vida
    O Poeta descansou
    Finalmente sua mão da caneta negra cansou
    Hoje ela dedilha a sua musa
    E alisa os cabelos daquela mesma cor
    O Poeta morreu
    E para a amada escreve mil poesias
    Descobriu que tudo que já escreveu
    Se tornou realidade um dia
    Ah, o Poeta se apaixonou!
    E assim sua frase favorita se desfaz
    “Eu sou poeta e não aprendi a amar”
    Hoje, ele ama e demais
    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »