• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Samyle S.Textos

    Ferida aberta

    setembro 17, 2017 • Samyle S

    Inês, perdoa a falta de jeito dele. Você pediu o que ele não podia dar. Ele se deu até o limite que você mesma impôs. E você, ainda incerta entre o desejo e a quimera, repeliu a ambos. Repeliu o ‘nós’.

    Vê-lo dói. Você disfarça com uma raiva vinda sabe-se lá de onde, ele te olha sem entender o por quê. Nem você sabe o por quê, Inês. Enumera os mil defeitos dele, bem como o trato que te destratou. Mas não basta. É só ferida aberta, você que não superou.

    Autora: Samyle S.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Fragmentado

    setembro 09, 2017
    Samyle S.Textos

    Quanto vale o tempo?

    setembro 03, 2017
    HonoratoPoesia

    Sem volta

    agosto 26, 2017
    HonoratoPoesia

    Buenos Aires

    agosto 26, 2017
    1 2 3 110
    instagram