• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Samyle S.Textos

    Lucília

    julho 08, 2017 • Honorato, Sandro
    Ele sussurra teu nome aos teus ouvidos como poesia.
    Lu-cí-li-a.
    Antigo, suave aos lábios. Um quê profundo, dirias.
    Então deixas percorrer teu corpo como labirinto, momentaneamente esquecida do amanhã. E uma parte de ti até se pergunta se vai durar.
     A vida te calejou um pouco. O medo de ser esquecida nos recantos do dia a dia está aqui, latente em cada milímetro da tua pele. Ele não percebe, ainda. Não te conheces.
    Vê a mulher forte que te tornastes, como a vida te sorriu. O produto de anos, lapidado. Que, mesmo assim, está insegura em querer demais, esperar demais, se decepcionar demais.
    Quer deixar pra lá, bem sei.
    Tão habituada a ser só.

    Sossega,
    Lucília. Esqueces que não precisas dele pra ser feliz.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Des-Pai-Xão

    junho 29, 2017
    Samyle S.Textos

    Dos motivos que nos trouxeram até aqui

    junho 24, 2017
    HonoratoTextos

    Alforria.

    junho 17, 2017
    Samyle S.Textos

    Em prosa

    junho 10, 2017
    1 2 3 4 109
    instagram