• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: agosto 2017

    HonoratoPoesia

    Sem volta

    agosto 26, 2017 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vai aqui mais uma poesia sobre a nossa insistência em lutar por pessoas e sentimentos nada recíprocos .
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Sem volta
    O sol já está se pondo
    E você procurando alguma luz
    O livro terminou
    E você ainda lê aquelas velhas páginas
    A felicidade lhe sorrindo hoje
    E você lembra a tristeza de ontem
    A vida chegando ao seu fim
    E você tentando entender os meios
    As lágrimas já escorreram
    E você ainda se lamentando
    A piada foi contada
    E você procurando a graça
    O café esfriou
    E você nada saboreou
    O poeta anda sem inspiração
    E você declarando suas poesias
    O teclado quebrado
    E você ainda batendo na velha tecla
    O coração foi quebrado
    E você procurando os cacos pra colar.
    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Sem volta

    agosto 26, 2017 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vai aqui mais uma poesia sobre a nossa insistência em lutar por pessoas e sentimentos nada recíprocos .
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Sem volta
    O sol já está se pondo
    E você procurando alguma luz
    O livro terminou
    E você ainda lê aquelas velhas páginas
    A felicidade lhe sorrindo hoje
    E você lembra a tristeza de ontem
    A vida chegando ao seu fim
    E você tentando entender os meios
    As lágrimas já escorreram
    E você ainda se lamentando
    A piada foi contada
    E você procurando a graça
    O café esfriou
    E você nada saboreou
    O poeta anda sem inspiração
    E você declarando suas poesias
    O teclado quebrado
    E você ainda batendo na velha tecla
    O coração foi quebrado
    E você procurando os cacos pra colar.
    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Buenos Aires

    agosto 26, 2017 • Honorato, Sandro

    Buenos Aires

    Oh, Argentina
    Perdoe-me pelo portunhol
    Que pouco se fez entender
    Mas nos próximos versos vou lhe recompensar
    Casa Rosada, que brilha com o sol ao fundo

    Governe o teu povo trabalhador
    Deixe-me tirar uma fotografia
    Mesmo já tendo a guardado em meu coração

    Me aqueça bem neste frio

    Em teus cafés a cada esquina
    Faça-me sentir em um caldeirão em La Bombonera
    Mesmo nos dias que a bola não rolar

    Aceita dançar Tango comigo

    Sabendo que mal posso acompanhar seu ritmo?
    Adoce a vida de outros pequenos mais
    Que se lambuzam com seu alfajor

    Sei que não sou poeta para lhe descrever

    Ainda mais quando tu já és Poesia
    Mas obrigado, Buenos Aires, que me acolheu
    Como aquele filho mimado que não soube lhe dar adeus.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Uma pequena homenagem a cidade que aprendi a admirar nesta semana  em que faz um ano que a visitei.

    Veja também esses posts relacionados:

    Samyle S.Textos

    Reticenciar

    agosto 19, 2017 • Samyle S

    “Nós utilizamos reticências e não ponto final”. Foi nisto em que pensamos ao nos esbarrarmos por aí, de repente. Após três anos de uma história nunca resolvida. Ressentimentos aqui, mal entendidos acolá. Um pedido de desculpas desengonçado. Eis que a pausa foi insuficiente para nos aquietar: era o primeiro amor.

    Vorazes um pelo outro, mergulhamos neste novo tão familiar. Entrelaçamos nossos cotidianos, ansiosos por mostrar tudo que aconteceu quando não estávamos juntos. Você, com a mesma risada escapando dos lábios ante as minhas divagações. Eu, com meu dengo de menina mimada agora ligeiramente dissimulado.

    Estamos iguais, você brinca. E eu acho graça por não saber bem como responder. Conto que gravei na memória tua voz, teu desenho, e muito me admirei ao esbarrar em minha lembrança materializada. Você confessa que se aproximou por me achar mais bonita agora, e me ressinto por essa falta de tato.

    Os dias passam. Sua sinceridade me dói. Meu jeito lúdico, quiçá piegas, o incomoda. Embruteço-me um pouco, me engano dizendo que é hora de crescer. Então você me diz que ando mudada. Rio, porque sei responder. Nós é que nos idealizávamos.

    Autora: Samyle S.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Olhos

    agosto 12, 2017 • Honorato, Sandro

    Olá,

    Como vão?

    Hoje vou deixar um poema recente que fiz.

    Espero que curtam 🙂

     

    Olhos

    Aqueles olhos

    Que refletiam o que eu era de melhor

    Não me tem mais reflexos

    Apenas são escuros como esta noite

     

    Aqueles olhos

    Que me faziam viajar em pensamentos

    Hoje me deixam de mãos atadas

    Sem saber para onde ir

     

    Aqueles olhos

    Que me ajudaram em cem poesias

    Hoje me tiraram as palavras

    E o dom de escrever meus romances

     

    Aqueles olhos

    Que me hipnotizaram

    Hoje me arrastam para a triste realidade

    Que é viver sem ti

     

    Aqueles olhos

    Que salvaram meus dias

    Hoje me deixam com insônia

    E com pesadelos intermináveis

     

    Aqueles olhos

    Que me enxergavam só como amigo

    Foram os olhos que me perdi

    E não sei mais me encontrar

     

    Aqueles olhos

    Que me juravam amor eterno

    Hoje são os mesmos que sem nada dizerem

    Estão me dizendo adeus

     

    Autor: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasSorteio

    Olá,
    Como vão?
    Hoje tenho o prazer de informar o mais novo sorteio rolando aqui no blog.

    Em parceria com a RedBug o blog vai sortear uma CAMISETA a escolha do vencedor!
    Quem conhece o blog só agora, já realizamos um sorteio em conjunto

    Um pouquinho de como a loja mesmo se define é “Fazer camisetas e outros quitutes irresistíveis,
    temperados com criatividade, sarcasmos e inteligência é nossa missão.
    Essa mistura vem sendo aprimorada desde 2007.”

    Vamos ao sorteio 🙂

    Sorteio de UMA CAMISETA (A escolha do cliente)
    Para participar basta seguir obrigatoriamente a nossa fanpage do blog e a fanpage da loja e responder a seguinte pergunta:

    ” QUAL CAMISETA DA REDBUG MAIS COMBINA COMIGO?” 

    Existem chances extras também, ok?

    Chances extras:

    Seguir o Twitter da Redbug e/ou do Rimas Do Preto

    Seguir os perfis do Instagram da RedBug e/ou do Rimas do Preto

    RESULTADO

    Sortudo: Gabriel M.

    a Rafflecopter giveaway

    Muito obrigado pela participação de todos.

    Mas não desanime!

    Tem um cupom de desconto na loja!

    Basta digitar RIMAS ao finalizar sua compra 🙂

    Abraços

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram