• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: outubro 2014

    OutrosPoesia

    Até o Final

    outubro 31, 2014 • Honorato, Sandro

    Boa tarde,
    Como vão?
    Hoje vou postar um poema que fiz bem recentemente.
    Afinal, quando a gente gosta de alguém de verdade,luta por ela até o fim  do mundo se preciso…
    Gostaria de dedicar a uma pessoa,bom,não vou citá-la mas espero que ela possa ler este post algum dia.
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e bom final de semana a todos

    Até o final 

    Até quando a
    lágrima insistir em aparecer
    Lembre-se daquilo
    que nos traz alegrias
    Até quando as
    lembranças forem amargas
    Lembre-se do que
    adoça nossas vidas
    Até quando brigas
    tivermos
    Lembre-se daquilo
    que nos acalma
    Até quando
    pensarem em nos separar
    Lembre-se que
    somos unidos como corpo e alma
    Até quando a chuva
    insistir em cair
    Lembre-se que o
    sol voltará a aparecer
    Até quando tudo
    parecer acabado
    Lembre-se que
    juntos podemos muito fazer
    Até quando o vento
    frio arrepiar a sua pele
    Lembre-se do calor
    dos nossos abraços
    Até quando tudo
    indicar que não estamos bem
    Lembre-se que nada
    desfaz este nosso laço
    Até quando o mundo
    te deixar para baixo
    Lembre-se que
    sempre irei te reerguer
    Até o final das
    nossas vidas
    Apenas lembre-se
    que eu amo você.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Até o Final

    outubro 31, 2014 • Honorato, Sandro

    Boa tarde,
    Como vão?
    Hoje vou postar um poema que fiz bem recentemente.
    Afinal, quando a gente gosta de alguém de verdade,luta por ela até o fim  do mundo se preciso…
    Gostaria de dedicar a uma pessoa,bom,não vou citá-la mas espero que ela possa ler este post algum dia.
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e bom final de semana a todos

    Até o final 

    Até quando a
    lágrima insistir em aparecer
    Lembre-se daquilo
    que nos traz alegrias
    Até quando as
    lembranças forem amargas
    Lembre-se do que
    adoça nossas vidas
    Até quando brigas
    tivermos
    Lembre-se daquilo
    que nos acalma
    Até quando
    pensarem em nos separar
    Lembre-se que
    somos unidos como corpo e alma
    Até quando a chuva
    insistir em cair
    Lembre-se que o
    sol voltará a aparecer
    Até quando tudo
    parecer acabado
    Lembre-se que
    juntos podemos muito fazer
    Até quando o vento
    frio arrepiar a sua pele
    Lembre-se do calor
    dos nossos abraços
    Até quando tudo
    indicar que não estamos bem
    Lembre-se que nada
    desfaz este nosso laço
    Até quando o mundo
    te deixar para baixo
    Lembre-se que
    sempre irei te reerguer
    Até o final das
    nossas vidas
    Apenas lembre-se
    que eu amo você.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Honorato`s Songs #30

    outubro 29, 2014 • Honorato, Sandro

    Olá 🙂
    Como vão?
    Hoje vou postar uma música bem bonitinha,bem romântica…
    Digamos que os tempos estão mudando por aqui kkk

    Um grande abraço a todos

    Manu Gavassi – Odeio

    Eu odeio o seu sorriso
    E seu jeito de falar
    Eu odeio quando você me olha e dou risada sem pensar
    Eu odeio quando você me chama para conversar
    Eu odeio quando você vem, odeio mais ainda te esperar
    Eu não sei o que fazer
    Não tem ninguém aqui pra me impedir de te escrever
    Outra canção pra me fazer entender
    Que eu te odeio tanto porque gosto de você
    Eu nunca acreditei que era mesmo pra valer
    Eu nunca admiti que me importava com você
    Agora tanto faz, não quero mais me esconder
    Estou falando na sua frente que eu te odeio
    Por gostar tanto assim de você
    Eu odeio dar conselhos que você nem vai usar
    Eu odeio quando voce fala dela e eu finjo não ligar
    Eu odeio ver você com alguém que não tem nada a ver
    Eu odeio ela ser tão sem graça
    E você nem perceber
    Eu não sei o que fazer
    Não tem ninguém aqui pra me impedir de te escrever
    Outra canção pra me fazer entender
    Que eu te odeio tanto porque gosto de você
    Eu nunca acreditei que era mesmo pra valer
    Eu nunca admiti que me importava com você
    Agora tanto faz não, quero mais me esconder
    Estou falando na sua frente que eu te odeio
    Por gostar tanto assim de 
    Você
    Vai acordar num dia e perceber
    Que mesmo sendo um pouco estranha do meu jeito
    Eu tentei te convencer
    Que hoje eu acredito que é mesmo pra valer
    Confesso, eu admito, que me importo com você
    Agora tanto faz, não quero mais me esconder
    Estou falando na sua frente que eu te odeio
    Por gostar tanto assim de você.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Resistência

    outubro 23, 2014 • Honorato, Sandro

    Boa noite,
    Como vão ?
    Hoje vou deixar uma poesia bem romântica.
    Gostaria de dedicá-la a minha amiga, Paula Cescon
    Espero que curtam.
    Abraços a todos e tenham um excelente final de semana.

    Resistência
    Como resistir ao seu olhar de menina
    E não me perder nos teus olhos castanhos?
    Como não resistir e tentar esquecê-la
    Se eu já a vejo em todos os cantos?
    Como resistir ao seu doce perfume
    E não me imaginar em meio ao Paraíso?
    Como resistir ao seu simples toque
    Se ele é a razão dos meus sorrisos?
    Como resistir a sua presença
    E não desejar passar uma vida ao seu lado?
    Como resistir a sua beleza
    Se contigo me sinto mais inspirado?
    Como resistir aos teus lábios
     E não querer
    provar do teu beijo?
    Como resistir ao sonho que você é para mim
    Se você é o maior dos meus desejos?
    Como resistir a este sentimento
    E dizer que o que sinto passa de ilusão?
    Como resistir a você
    Se já és dona deste meu coração?
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Honorato`s Songs #29

    outubro 20, 2014 • Honorato, Sandro
    Olá 🙂
    Como vão?
    Hoje vou postar uma música de uma banda que eu amo.
    Sei que ela é pouco conhecida aqui mas, já fiz alguns posts sobre ela aqui e aqui.
    Espero que curtam esta também 🙂
    Abraços

    Coldrain – 8
    Am (8 da manhã)

    Some nights

    Algumas noites
    I can’t remember why

    Eu não me lembro porque
    We stayed up till 4AM (till 4AM)

    Nós ficamos acordados até as 4 da manhã (Até as 4 da manhã)
    We talked about

    Nós conversamos sobre
    Nothing important and then made love

    Nada de importante e então fizemos amor
    The birds wake up we close our eyes

    As aves acordaram e fechamos nossos olhos
    The birds wake up we close our eyes

    As aves acordaram e fechamos nossos olhos
    I love when she calls my name

    Eu amo quando ela chama meu nome
    Inside her dream

    Dentro do seu sonho
    Kisses me still half asleep

    Me beija ainda meio adormecida
    Don’t I wish that we can stay like this

    Não gostaria que ficássemos assim
    At 8AM
    Até as 8:00

    Time flies

    O tempo voa
    And I can’t remember the

    E eu não consigo lembrar
    First time that we met

    A primeira vez que nos encontramos
    Now I need her

    Agora eu preciso dela
    Like I know she needs me too

    Assim como ela precisa de mim também
    It can’t get much better than this

    Isso não poderia ficar melhor
    It can’t get much better than this

    Isso não poderia ficar melhor

    I love when she calls my name
    Eu amo quando ela chama meu nome
    Inside her dream

    Dentro do seu sonho
    Kisses me still half asleep

    Me beija ainda meio adormecida
    Don’t I wish that we can stay like this

    Não gostaria que ficássemos assim
    At 8AM
    Até as 8:00
    I stop the alarm to watch her sleep

    Eu paro o alarme para vê-la dormir
    And think I’d do anything

    E eu acho que faria qualquer coisa
    If I could make this time rewind

    Se eu pudesse fazer o tempo rebobinar
    Forever.

    Para sempre.
    Till 7:59
    Até 7:59

    I love when she calls my name
    Eu amo quando ela chama meu nome
    Inside her dream

    Dentro do seu sonho
    Kisses me still half asleep

    Me beija ainda meio adormecida
    Don’t I wish that we can stay like this

    Não gostaria que ficássemos assim
    At 8AM
    Até as 8:00
    I stop the alarm to watch her sleep

    Eu paro o alarme para vê-la dormir
    And think I’d do anything

    E eu acho que faria qualquer coisa
    If I could make this time rewind

    Se eu pudesse fazer o tempo rebobinar
    Forever.

    Para sempre.
    If I could make this time

    Se eu pudesse fazer o tempo
    If I could make this time

    Se eu pudesse fazer o tempo
    If I could make this time

    Se eu pudesse fazer o tempo
    If I could make this time rewind

    Se eu pudesse fazer o tempo rebobinar
    I’d make it
    Eu faria isso.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    O Merecedor

    outubro 17, 2014 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar um poema…
    É sobre uma mistura de sensações e tal,sobre quando nós aprendemos a desistir de alguém que achávamos que seria a nossa pessoa ideal.
    Espero que gostem.
    Abraços e bom final de semana a todos.

    O Merecedor

    Nunca fui o
    escritor que lhe envia mil cartas
    Nunca fui o
    presente que você tanto deseja
    Nunca fui o braço
    que ao frio lhe abraça
    Nunca fui o dono
    dos lábios que a beija
    Nunca fui o
    castelo que seria palco da sua realeza
    Nunca fui o príncipe
    dos seus contos de fadas
    Nunca fui bonito o
    suficiente para igualar sua beleza
    Nunca fui um por
    cento do sonho que você esperava
    Nunca fui o lenço
    que enxugava as lágrimas no seu rosto
    Nunca fui o brinquedo
    que você poderia deixar encostado
    Nunca fui aquele
    que lhe tirou do fundo do poço
    Nunca fui
    merecedor de um dia ser seu namorado
    Nunca fui a
    realização do que sempre sonhou
    Nunca fui digno de
    tamanha compaixão
    Nunca fui a
    representação viva do que é o Amor.
    Nunca fui o rapaz
    que merece seu coração.
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2
    instagram