• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: Maio 2018

    HonoratoPoesia

    Minha Culpa

    Maio 17, 2018 • Honorato, Sandro

    MINHA CULPA

    Foi minha culpa
    Perder-me em teus olhos
    E ali encontrar a paz que procurava
    Neles eu via sua pura alma

    Foi minha culpa
    Virarmos várias noites conversando
    Você queria alguém para desabafar
    E o cara aqui querendo lhe agradar

    Foi minha culpa
    Chegarmos a este ponto
    Prometendo o mundo a ti
    Em qual mal lembrarás de mim

    Foi minha culpa
    Sonhar sonhos a dois
    Sem contar que você com outro anseia
    E ele igualmente a deseja

    Foi minha culpa
    Abrir meu peito novamente
    Sinto falta dele frio e trancado
    Se possível, ao sair, deixe a chave e o cadeado

    Foi minha culpa
    Rabiscar o papel com rimas
    De lá saíram várias poesias
    Mas este vai ser o fim da linha

    Foi minha culpa
    Aprendia amar suas manias
    Apaixonei-me pela tua boca, curvas, até seus cabelos
    E em ti não enxergava defeitos

    Foi minha culpa
    Pois foram doces demais os nossos momentos
    E se tudo que vivemos foi ilusão
    Peço que nunca as apague em meu coração.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Minha Culpa

    Maio 17, 2018 • Honorato, Sandro

    MINHA CULPA

    Foi minha culpa
    Perder-me em teus olhos
    E ali encontrar a paz que procurava
    Neles eu via sua pura alma

    Foi minha culpa
    Virarmos várias noites conversando
    Você queria alguém para desabafar
    E o cara aqui querendo lhe agradar

    Foi minha culpa
    Chegarmos a este ponto
    Prometendo o mundo a ti
    Em qual mal lembrarás de mim

    Foi minha culpa
    Sonhar sonhos a dois
    Sem contar que você com outro anseia
    E ele igualmente a deseja

    Foi minha culpa
    Abrir meu peito novamente
    Sinto falta dele frio e trancado
    Se possível, ao sair, deixe a chave e o cadeado

    Foi minha culpa
    Rabiscar o papel com rimas
    De lá saíram várias poesias
    Mas este vai ser o fim da linha

    Foi minha culpa
    Aprendia amar suas manias
    Apaixonei-me pela tua boca, curvas, até seus cabelos
    E em ti não enxergava defeitos

    Foi minha culpa
    Pois foram doces demais os nossos momentos
    E se tudo que vivemos foi ilusão
    Peço que nunca as apague em meu coração.

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Opostos

    Maio 12, 2018 • Honorato, Sandro

    Bom dia,
    Tudo bem com vocês?
    Hoje vou deixar um poema recente que fiz.
    Bom, dizem que os opostos se atraem. Será mesmo?
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    OPOSTOS

    Você quer mãos dadas
    E ela quer correr por ai
    Você quer o sol pela manhã
    E ela anseia por ver a lua emergir

    Você quer dançar tango
    E ela se anima com sertanejo
    Você quer a perfeição
    E ela nem liga mais para os erros

    Você quer a calma
    E ela é um furacão
    Você quer ficar a sós com ela
    E ela quer a multidão

    Você quer a poesia
    E ela quer frases sem sentido
    Você quer uma serenata
    E ela quer besteiras ao pé do ouvido

    Você quer ser dela pra sempre
    E ela não deseja estar numa prisão
    Você quer dar seu amor
    E ela não esta pronta a dar o coração.

    05.04.2018

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoResenha

    Olá,
    Como vão?
    Depois de muito tempo volto a postar uma resenha para vocês!
    Agradeço a nossa parceira Universo dos Livros pela cortesia 🙂
    Espero que gostem 🙂

    HISTÓRIA É TUDO QUE ME DEIXOU

    SINOPSE:
    Quando o primeiro amor e ex-namorado de Griffin, Theo, morre afogado em um acidente, seu universo implode. Embora Theo tivesse se mudado para a Califórnia para cursar a faculdade e começado a namorar Jackson, Griffin nunca duvidou de que Theo voltaria para ele quando chegasse a hora certa. Porém, o futuro que ele tanto desejava está despedaçado. Para piorar as coisas, a única pessoa que realmente entende sua tristeza é o Jackson. Mas, não importa o quanto eles conversem e se entendam, a espiral depressiva de Griffin continua. Ele está se perdendo em suas compulsões obsessivas e escolhas destrutivas, e os segredos que ele tem guardado o estão consumindo. Se Griffin pretende reconstruir sua vida, ele precisará visitar e confrontar o que viveu com Theo, história por história.

    MINHA RESENHA:
    A história é um romance LGBT narrado pelo Griffin, um garoto de 16 anos, apaixonado pelo universo Geek (sobretudo é fã de Harry Potter) e que convive com seu TOC.
    Griffin se separa de seu grande amor Theo e pouco tempo depois fica desolado pela morte do mesmo.

    Tentando lidar com a frustação de nunca mais ver seu amor, convivendo com seu TOC, a frustação de não ser entendido por ninguém ele conhece Jackson e juntos vão tentando juntas os cacos.

    A narrativa acontece em dois tempos: No passado quando Theo, Wade e Griffin formavam um trio inseparável e que devido ao romance entre Theo e Griffin deixaram Wade meio de lado (não tão nítido assim, mas ele fica em segundo plano muitas vezes)
    Obs.: Quando este trio está junto rola muita coisa nerd, ta. Não se preocupe se não entender todas as referências kkkkk

    E a outra parte da narrativa ocorre no presente quando Theo morreu afogado, Jackson tinha tudo para ser “inimigo” de Griffin pois era o atual namorado e ambos estão em estado de choque pois do dia pra noite perderam alguém especial para ambos.

    PONTOS POSITIVOS
    Gostei da construção dos personagens, como seus pontos fortes e fracos são bem detalhados e nítidos na narrativa.
    A questão sexual no livro também foi bem tratada, o autor não “te empurra goela abaixo” o tema. A aceitação dos mesmos pelos amigos e sociedade é bem vista, sabe?!
    Acho que o fato de serem adolescentes e estarem conhecendo o que é o amor independente do gênero foi um ponto marcante.

    PONTO NEGATIVO
    Olha, muitas vezes a história se arrasta.
    Griffin fica mais perdido que cego em tiroteio e não consegue distinguir os próprios pensamentos e sentimentos. A narrativa muitas vezes é lenta…fria…. angustiante ver o sofrimento de todos eles!

    Mas no fundo, eu recomendo.
    Foi meu primeiro contato com livros que falam sobre LGBT e não me arrependi da escolha.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS
    ISBN-13: 9788593911071
    Ano: 2017
    Páginas: 336
    Idioma: Português
    Editora: Hoo
    Onde comprar:
    Amazon
    Livraria da Folha

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Não é justo.

    Maio 01, 2018 • Honorato, Sandro

    Não é justo.

    Não é justo estarmos no mesmo lugar
    Se nossas mentes estão em diferentes direções
    Não é justo respirar estas fantasias
    Se depois me falta ar nos pulmões

    Não é justo encontrar uma razão para viver
    Se esta razão me mata dia após dia
    Não é justo ter uma noite de sonhos contigo
    Se eles não irão virar realidade como eu gostaria

    Não é justo escrever poesias românticas
    Se sem você meu roteiro é um terror constante
    Não é justo te abraçar fortemente
    Se seus lábios ainda ficarem tão distantes

    Não é justo passar noites em claro
    Se a luz que espero de ti nunca vem
    Não é justo guardar isso aqui dentro
    Se você se declarar a outro alguém

    Não é justo te dar o mundo
    Se o teu sol é em outra constelação
    Não é justo falar do meu amor
    Se você não preencher o vazio do meu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »