• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Outros

    HonoratoOutrosPoesia

    Patience.

    abril 09, 2018 • Honorato, Sandro

    Patience.

    As pessoas dizem que minha maior virtude é ser sempre sorridente mesmo que o dia esteja uma merda.
    De fato tenho um pouco disso.
    Mas hoje o motivo do meu sorriso é puramente você.
    Eu troquei de casa há 3 meses e você fez já moradia no meu coração como se nos conhecêssemos antes. Será que a gente se encontrou em vidas anteriores?
    Prefiro acreditar em amor à primeira vista.
    Incrível como este tal de Amor aparece quando menos esperamos.
    É incrível como você o despertou em mim de uma maneira…que sei lá, fico sem palavras pra descrever. E como um poeta vive sem as palavras? Impossível.
    E como viverei sem você? Da mesmo forma, inimaginável.

    Agradeço por inspirar este ser que alguns chamam de poeta a voltar a escrever sobre este sentimento puro.
    Agradeço por hoje eu poder espalhar ao mundo que estou aprendendo sobre o Amor.
    Agradeço por ser o motivo de ir dormir querendo sonhar contigo e acordar sabendo que posso lutar na vida real para estarmos juntos, um dia.
    Agradeço por se a companhia nos momentos mais calmos e nos mais difíceis.
    Por isso entendo quando me diz que precisa de um tempo para si.
    Sou um furacão quando você está em busca de calmaria. Tenho que me controlar, eu sei.
    É que o copo estava cheio e transbordou em forma de amor.

    No fundo ninguém me conhece.
    As pessoas dizem que minha maior virtude é sempre sorrir.
    Eu acho que é ser paciente.
    E se você não demorar muito, posso te esperar pro resto da minha vida, tá bem?
    Adoro-te.

    18h 34min
    09.04.2018

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoOutrosPoesia

    Patience.

    abril 09, 2018 • Honorato, Sandro

    Patience.

    As pessoas dizem que minha maior virtude é ser sempre sorridente mesmo que o dia esteja uma merda.
    De fato tenho um pouco disso.
    Mas hoje o motivo do meu sorriso é puramente você.
    Eu troquei de casa há 3 meses e você fez já moradia no meu coração como se nos conhecêssemos antes. Será que a gente se encontrou em vidas anteriores?
    Prefiro acreditar em amor à primeira vista.
    Incrível como este tal de Amor aparece quando menos esperamos.
    É incrível como você o despertou em mim de uma maneira…que sei lá, fico sem palavras pra descrever. E como um poeta vive sem as palavras? Impossível.
    E como viverei sem você? Da mesmo forma, inimaginável.

    Agradeço por inspirar este ser que alguns chamam de poeta a voltar a escrever sobre este sentimento puro.
    Agradeço por hoje eu poder espalhar ao mundo que estou aprendendo sobre o Amor.
    Agradeço por ser o motivo de ir dormir querendo sonhar contigo e acordar sabendo que posso lutar na vida real para estarmos juntos, um dia.
    Agradeço por se a companhia nos momentos mais calmos e nos mais difíceis.
    Por isso entendo quando me diz que precisa de um tempo para si.
    Sou um furacão quando você está em busca de calmaria. Tenho que me controlar, eu sei.
    É que o copo estava cheio e transbordou em forma de amor.

    No fundo ninguém me conhece.
    As pessoas dizem que minha maior virtude é sempre sorrir.
    Eu acho que é ser paciente.
    E se você não demorar muito, posso te esperar pro resto da minha vida, tá bem?
    Adoro-te.

    18h 34min
    09.04.2018

    AUTOR: HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros

    Da janela

    fevereiro 17, 2018 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema é sobre aqueles amores “imaginários”…sobre aquela pessoa que você viu no ônibus, aquela sua amiga de classe, ou quem sabe, aquela pessoa que você observa nas ruas por ai.
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    DA JANELA

    Da janela
    Eu te olhava de segunda a sexta-feira
    Teu caminhar leve
    Aliviava este coração poeta

    Te vi formar arco-íris
    Vestidos em azul, verde, amarelo
    Sapatilhas vermelhas, brancas
    No fim eu esperava o Tesouro

    Seus cabelos encaracolados
    Pulavam com o seu andar
    Oh, moça bonita
    O qual macio eram seus cachos?

    Era uma doce rotina
    Eu batia ponto naquele lugar
    Só para tê-la por 10 segundos
    Que tal se fosse para sempre?

    Escrevi poemas
    Esperando a coragem vir
    E descer os seis andares
    Para me declarar

    E o tempo passou
    Você não desfilou mais
    Onde estás, minha amada?
    Sua ausência és minha sepultura!

    Mas olha que surpresa
    Hoje, da velha janela eu te vi
    De mãos dados, beijos e muito mais
    Não se fazem mais amores não correspondidos como antes.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou deixar uma música do Oasis que sempre ouvia quando estava triste.
    Primeiro, ela me levava a lágrimas, confesso.
    Mas depois eu faço como diria a canção recomenda “Faça seu coração parar de chorar”.
    Espero que gostem da escolha e boa semana a todos.

    Oasis – Stop Crying Your Heart Out (Faça seu coração parar de chorar)

    Hold up!
    Aguente!
    Hold on!
    Aguente!
    Don’t be scared
    Não tenha medo
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    May your smile (May your smile)
    Talvez seu sorriso (Talvez seu sorriso)
    Shine on (Shine on)
    Brilhe (Brilhe)
    Don’t be scared (Don’t be scared)
    Não tenha medo (Não tenha medo)
    Your destiny may keep you warm
    Seu destino pode te manter aquecido

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    Get up (Get up)
    Levante (Levante)
    Come on (Come on)
    Vamos lá (Vamos lá)
    Why you scared? (I’m not scared)
    Por que você está com medo? (Eu não tenho medo)
    You’ll never change what’s been and gone
    Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    ‘Cause all of the stars
    Pois todas as estrelas
    Are fading away
    Estão desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see them some day
    Você as verá algum dia
    Take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga o seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar

    We’re all of the stars
    Nós somos todas as estrelas
    We’re fading away
    Nós estamos desaparecendo
    Just try not to worry
    Apenas tente não se preocupar
    You’ll see us some day
    Você nos verá algum dia
    Just take what you need
    Apenas pegue o necessário
    And be on your way
    E siga seu caminho
    And stop crying your heart out
    E faça seu coração parar de chorar
    Stop crying your heart out
    Faça seu coração parar de chorar.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Lembrar de mim

    março 10, 2017 • Honorato, Sandro

    Lembrar de mim

    Você vai lembrar quando sua sombra for sua única companhia nas caminhadas pela praia?
    Você vai lembrar de beijar minha boca quando os lábios dele estiverem tocando os seus?
    Você vai lembrar do meu abraço quando os braços dele tentarem te
    envolver?
    Você vai lembrar que eu recitava minhas poesias quando as
    palavras saírem da boca dele?
    Você vai lembrar de chorar em meu ombro no meio da madrugada por
    sofrer de amor por outro?
    Você vai lembrar quando seu telefone tocar esperando que fosse minha ligação?
    Você vai lembrar de me pedir ajuda enquanto seus amigos estão na
    balada e você ai, fazendo aquele trabalho da faculdade?
    Você vai lembrar de cantar quando a nossa música estiver tocando
    e perceber que ela nos representava?
    Você vai lembrar do meu coração partido quando outro retribuir o
    que você está fazendo comigo neste momento?
    Você vai lembrar de me mandar mensagens dizendo que estou sumido
    quando na verdade eu estive sempre presente?
    Ou você só vai lembrar de mim quando eu der chance para outro amor e eu já tiver saído da sua vida.

    Se é algum dia eu realmente já entrei.

    Quinta-feira,09 de março de 2017.
    Mais uma noite mal dormida por sua culpa

    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Mendigando Cia.

    janeiro 20, 2017 • Honorato, Sandro

    Mendigando Cia.

    Não sei, deve ser uma crise de existência, ciúmes, Carma,
    ou sei lá como isso se chama na sua cabeça, mas cansei de mendigar.

    Cansei de pedir companhia para ir ao cinema. Eu assistiria
    qualquer filme que você quisesse só para não ser aquele segurando vela do casal
    nas poltronas ao lado.

    Cansei de convidar para aqueles meus treinos na praia.
    Não entendo como vocês ousam morar numa cidade como esta e não aproveitar o sol
    do final de semana, aquele vento batendo na cara a aquela vista para o mar.

    Cansei de te mandar meus poemas pedindo sua aprovação.
    Será que quando eu posto você se dá ao luxo de fazer uma visita a este humilde
    blog para comentar?

    Cansei de virar as noites para falar contigo e quando eu
    te mando mensagens aclamando por ti estas mesmas mensagens são respondidas com
    dois dias de atraso. Cansei de ser útil só de vez em quando.
    Cansei de lutar por ti.
    O restante do mundo te ataca com espadas eu te deixo ás minhas costas e te protejo com meu frágil escudo.
    E no fim nem um beijinho de recompensa o herói palhaço recebe.
    Cansei de mendigar sua companhia, pois quanto mais eu te procurava mais um me perdia.
    Vou aproveitar a minha amiga Solidão, ou como diria o poeta, minha própria companhia.
    Talvez eu descubra que ainda exista Amor Próprio dentro do meu peito.
    16.01.2017
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 88
    instagram
    Translate »