• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Resenha

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje volto a postar uma resenha para vocês!
    Agradeço mais uma vez a nossa parceira Universo dos Livros pela cortesia 🙂
    Espero que gostem 🙂

    O ARTÍFICE

    SINOPSE
    Em dias de tempestade, um assassino que mata através de armadilhas extremamente elaboradas vem enganando a polícia londrina numa série de crimes inusitados. Haryel Kitten é um detetive inteligente, prático e muito dedicado ao seu trabalho, que agora tem o desafio de desvendar o que há por trás desse mistério.
    Mas será que há forças sobrenaturais agindo? Detalhes dos crimes permanecem obscuros, o serial killer, apelidado pela mídia de Artífice, faz com que Haryel trilhe um caminho sem volta. Quanto mais ele se aprofunda na investigação, menos compreende o que está acontecendo.
    O detetive fará tudo que estiver ao seu alcance para montar esse quebra-cabeça, mesmo que sua própria vida corra perigo…

    MINHA RESENHA
    A história se desenrola em Londres. Um serial killer frio e calculista que sempre comete seus crimes a noite e em dias de chuva é o vilão perseguido pelos detetives Haryel, seu parceiro Paul e pela policia Londrina.
    Este assassino é um daqueles bem metódicos mesmo, ele não planta uma armadilha mas várias já antevendo os passos que a vitima tomaria tentando escapar da morte. Ele quer ter certeza, ver com os próprios olhos sua vitima agonizando.
    Uma das peças chaves da investigação é um colar bem antigo com um desenho taoísta (Taoísmo é filosofia de vida e uma religião chinesa milenar, na qual o ser humano deve viver em harmonia com a natureza, pois faz parte dela – Google me ajudou nesta)
    Para você entender como e porque o assassino age você vai precisar entender suas razões – ai o taoísmo entra.
    Por causa deste detalhe, um monge – o Mestre Ch`na – entra em cena e é peça importante no desenrolar da história (mesmo ele fazendo pouco caso em ajudar)

    Certos pontos na leitura é meio cansativo, confesso, você lê sobre as mortes acontecendo e a investigação parece estagnada. Mas isso de investigação, mistérios, uma cultura que eu não tinha tanto conhecimento vão se juntando e dando forma.
    E o final em si…. cara, é bem surpreendente. Porém, o assassino para quem for ligando os pontos é descoberto pelo leitor com uma antecedência ( quem leu muito Sherlock Holmes e Agatha como eu adora estes jogos de adivinhar quem matou né?!)

    No geral, indico a obra sim, é uma leitura interessante com 240 páginas, além de ser de um autor nacional (vamos valorizar o que é daqui também!)

    OBS.: Ficou bem resumido esta resenha porque tentei ao máximo não dar spoilers.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS

    Autoria: Tony Ferraz
    ISBN-13: 9788579307133
    ISBN-10: 8579307139
    Ano: 2014
    Páginas: 240
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar:
    Submarino
    Amazon

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje volto a postar uma resenha para vocês!
    Agradeço mais uma vez a nossa parceira Universo dos Livros pela cortesia 🙂
    Espero que gostem 🙂

    O ARTÍFICE

    SINOPSE
    Em dias de tempestade, um assassino que mata através de armadilhas extremamente elaboradas vem enganando a polícia londrina numa série de crimes inusitados. Haryel Kitten é um detetive inteligente, prático e muito dedicado ao seu trabalho, que agora tem o desafio de desvendar o que há por trás desse mistério.
    Mas será que há forças sobrenaturais agindo? Detalhes dos crimes permanecem obscuros, o serial killer, apelidado pela mídia de Artífice, faz com que Haryel trilhe um caminho sem volta. Quanto mais ele se aprofunda na investigação, menos compreende o que está acontecendo.
    O detetive fará tudo que estiver ao seu alcance para montar esse quebra-cabeça, mesmo que sua própria vida corra perigo…

    MINHA RESENHA
    A história se desenrola em Londres. Um serial killer frio e calculista que sempre comete seus crimes a noite e em dias de chuva é o vilão perseguido pelos detetives Haryel, seu parceiro Paul e pela policia Londrina.
    Este assassino é um daqueles bem metódicos mesmo, ele não planta uma armadilha mas várias já antevendo os passos que a vitima tomaria tentando escapar da morte. Ele quer ter certeza, ver com os próprios olhos sua vitima agonizando.
    Uma das peças chaves da investigação é um colar bem antigo com um desenho taoísta (Taoísmo é filosofia de vida e uma religião chinesa milenar, na qual o ser humano deve viver em harmonia com a natureza, pois faz parte dela – Google me ajudou nesta)
    Para você entender como e porque o assassino age você vai precisar entender suas razões – ai o taoísmo entra.
    Por causa deste detalhe, um monge – o Mestre Ch`na – entra em cena e é peça importante no desenrolar da história (mesmo ele fazendo pouco caso em ajudar)

    Certos pontos na leitura é meio cansativo, confesso, você lê sobre as mortes acontecendo e a investigação parece estagnada. Mas isso de investigação, mistérios, uma cultura que eu não tinha tanto conhecimento vão se juntando e dando forma.
    E o final em si…. cara, é bem surpreendente. Porém, o assassino para quem for ligando os pontos é descoberto pelo leitor com uma antecedência ( quem leu muito Sherlock Holmes e Agatha como eu adora estes jogos de adivinhar quem matou né?!)

    No geral, indico a obra sim, é uma leitura interessante com 240 páginas, além de ser de um autor nacional (vamos valorizar o que é daqui também!)

    OBS.: Ficou bem resumido esta resenha porque tentei ao máximo não dar spoilers.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS

    Autoria: Tony Ferraz
    ISBN-13: 9788579307133
    ISBN-10: 8579307139
    Ano: 2014
    Páginas: 240
    Idioma: Português
    Editora: Universo dos Livros
    Onde Comprar:
    Submarino
    Amazon

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoResenha

    Olá,
    Como vão?
    Depois de muito tempo volto a postar uma resenha para vocês!
    Agradeço a nossa parceira Universo dos Livros pela cortesia 🙂
    Espero que gostem 🙂

    HISTÓRIA É TUDO QUE ME DEIXOU

    SINOPSE:
    Quando o primeiro amor e ex-namorado de Griffin, Theo, morre afogado em um acidente, seu universo implode. Embora Theo tivesse se mudado para a Califórnia para cursar a faculdade e começado a namorar Jackson, Griffin nunca duvidou de que Theo voltaria para ele quando chegasse a hora certa. Porém, o futuro que ele tanto desejava está despedaçado. Para piorar as coisas, a única pessoa que realmente entende sua tristeza é o Jackson. Mas, não importa o quanto eles conversem e se entendam, a espiral depressiva de Griffin continua. Ele está se perdendo em suas compulsões obsessivas e escolhas destrutivas, e os segredos que ele tem guardado o estão consumindo. Se Griffin pretende reconstruir sua vida, ele precisará visitar e confrontar o que viveu com Theo, história por história.

    MINHA RESENHA:
    A história é um romance LGBT narrado pelo Griffin, um garoto de 16 anos, apaixonado pelo universo Geek (sobretudo é fã de Harry Potter) e que convive com seu TOC.
    Griffin se separa de seu grande amor Theo e pouco tempo depois fica desolado pela morte do mesmo.

    Tentando lidar com a frustação de nunca mais ver seu amor, convivendo com seu TOC, a frustação de não ser entendido por ninguém ele conhece Jackson e juntos vão tentando juntas os cacos.

    A narrativa acontece em dois tempos: No passado quando Theo, Wade e Griffin formavam um trio inseparável e que devido ao romance entre Theo e Griffin deixaram Wade meio de lado (não tão nítido assim, mas ele fica em segundo plano muitas vezes)
    Obs.: Quando este trio está junto rola muita coisa nerd, ta. Não se preocupe se não entender todas as referências kkkkk

    E a outra parte da narrativa ocorre no presente quando Theo morreu afogado, Jackson tinha tudo para ser “inimigo” de Griffin pois era o atual namorado e ambos estão em estado de choque pois do dia pra noite perderam alguém especial para ambos.

    PONTOS POSITIVOS
    Gostei da construção dos personagens, como seus pontos fortes e fracos são bem detalhados e nítidos na narrativa.
    A questão sexual no livro também foi bem tratada, o autor não “te empurra goela abaixo” o tema. A aceitação dos mesmos pelos amigos e sociedade é bem vista, sabe?!
    Acho que o fato de serem adolescentes e estarem conhecendo o que é o amor independente do gênero foi um ponto marcante.

    PONTO NEGATIVO
    Olha, muitas vezes a história se arrasta.
    Griffin fica mais perdido que cego em tiroteio e não consegue distinguir os próprios pensamentos e sentimentos. A narrativa muitas vezes é lenta…fria…. angustiante ver o sofrimento de todos eles!

    Mas no fundo, eu recomendo.
    Foi meu primeiro contato com livros que falam sobre LGBT e não me arrependi da escolha.

    DADOS BIBLIOGRÁFICOS
    ISBN-13: 9788593911071
    Ano: 2017
    Páginas: 336
    Idioma: Português
    Editora: Hoo
    Onde comprar:
    Amazon
    Livraria da Folha

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosResenha

    Olá, como vão?


    Hoje venho postar uma resenha que estou devendo tem um tempinho.Abraços e bom final de semana a todos

    [O Preto Resenha] – “Crônicas de Redenção”

    Titulo: Crônicas de Redenção
    Autor:  M.A.Costa
    Produção: Independente
    (Obra gentilmente cedida pelo autor ao blog)

    Sinopse:


    Crônicas de Redenção reúne contos da saga homônima que respondem e complementam fatos de Redenção – livro um: Legionella tais como: qual foi a última guerra na terra e como conquistamos a paz? Ou, quem são os metrovinos e como fieram para sobreviver? Ou, ainda, como foi a infância do bioterriorista Valker Kipsang.Mas Crônicas pode ser lido de forma independente em relação ao livro que inicia a saga. Se lido antes servirá de introdução a esta. Se lido depois, ajudará a compreender alguns faros enriquecendo o conhecimento do universo criado por Costa.
    Além de entreter, a obra de M. A. Costa leva o leitor a refletir sobre a essência humana e os caminhos que a humanidade insiste em seguir, apesar de sua privilegiada capacidade de evolução como espécie de nós como indivíduo.”

    Minha resenha:
    Crônicas de Redenção segue é dividido em três contos basicamente que são intitulados de “Fim da guerra”, “ Valker” e “ Metrovinos”


    Fim da Guerra


    É um relato de um garoto que vive refugiado em seu próprio país(Índia) quando um homem poderoso do Irã (chamado Sigh) se revolta contra o domínio indiano no Oriente Médio. Por ser multi milionário, ele cria verdadeiras armas que acabam saindo de seu controle.O relato do garoto Heydar é muito preciso e assustador.


    Valker


    Este conto é um pouco mais real entre os três. É basicamente sobre uma briga entre família. Um pai drogado que vivia batendo em sua mulher e filho e claro, não media suas consequências.


    Metrovinos


    Esta estória é a mais detalhada de todo o livro. É o relato de um grande terremoto em Xangai que deixou alguns poucos sobreviventes embaixo da terra.Estes,foram dados como mortos pelas autoridades e tiveram que dar um jeito de sobreviver.Fizeram dos animais sua alimentação e dos escombros o seu lar.Adaptaram-se aos poucos sua visão e pele até que um dia ocorreu o confronto com o mundo externo, ou seja, a antiga casa de todos….

    Para finalizar, considero os textos com uma boa idéia, bem criativos mas as narrativas são muito rápidas. Muito mesmo!
    Não dá para se apegar a nenhum personagem para você ter idéia.

    Contatos:
    SKOOB: https://www.skoob.com.br/livro/591363ED592394
    AMAZON: https://www.amazon.com.br/Crônicas-Redenção-Contos-iniciada-Legionella-ebook/dp/B019G0SP1U
    SARAIVA: http://www.saraiva.com.br/cronicas-de-redencao-9359186.html

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosResenha
    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar uma resenha da minha amiga e escritora Fabiana Cardoso.
    Quem quiser pode ler a resenha do primeiro livro aqui:
    Espero que curtam 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    ADQS 2 -Desafiando as Regras da Organização
    Páginas: 352
    Edição: 1
    Ano de Publicação: 2014
    Medidas: 16×23
    Sinopse:
    Thaís retorna para a equipe de Henrique, na ADQS, e passa a enfrentar
    novos desafios; na sua volta as regras da Organização Secreta parecem mais difíceis
    de serem seguidas. Em companhia dos agentes: Caio, Bruna, Ed, e Valéria, se
    empenha em resolver as missões, embora o passado insista em lhe perseguir,
    fazendo com que tenham que burlar as regras impostas. Revelações do passado,
    segredos descobertos e novo enfrentamentos podem causar mais problemas e essa
    agência secreta, que tem sua existência ameaçada. Contrariar as regras pode
    colocar em risco a nova identidade que nem sempre está Acima De Qualquer
    Suspeita. Em meio a esse redemoinho de emoções, a equipe ainda tem que
    investigar um assassino serial que persegue os espiões e ameaça a organização,
    e seus membros.  Segundo e último livro da Série ADQS, que continua com
    muita aventura, romance, mistérios, humor e reviravoltas.
    O livro e eu
    Minha Resenha:
    A história continua de onde parou: Thaís separada da
    equipe de Henrique e consequentemente do seu amor, Caio. Mas logo ela é
    reintegrada e tudo volta a acontecer; mais investigações, aventuras, agentes em
    perigo, regras e mais sendo descumpridas dentro da organização e ainda por cima
    revelações (muitas, aliás) neste livro.
    Este é um dos pontos que mais gostei: A cada página, a
    cada capitulo algo de novo aparece, ou seja, não é um livro monótono. Ele
    prende muito sua atenção (Tanto que o li em dois dias praticamente)
    Neste livro o passado dos agentes é revelado e acho isso
    bem legal, pois temos uma ideia inicial de que os agentes secretos são pessoas frias,
    sem coração, o que no fundo não é verdade (pelo menos totalmente).
    Sobre os personagens em si, gostei da Bruna, óbvio kkk. Quem
    já leu a resenha anterior ou conversa comigo sabe que sempre falo desta
    personagem de ADQS. Ela é a mais bem humorada, tira o peso dos momentos difíceis
    com uma simples fala, sabem? Ah,eu a adoro J
    Gostei e odiei a Bia. Ela é meio infantil muitas vezes,
    mas pelo menos é prestativa. As vezes você quer mata-la e outras se pudesse a abraçaria,
    na moral.
    Thais e Caio gostam tanto um do outro, mas é um casal
    complicado… cheio de idas e vindas.
    Outro momento aqui que tenho que compartilhar: tem um personagem
    com meu nome kkkk. Muito obrigado Fabiana pelo carinho.
    Quanto a outros aspectos que julgo importante que são
    capa e revisão: esta capa eu achei perfeita. Gosto dos trabalhos da Marina
    Avila e mais uma vez ela fez um excelente trabalho.
    E quanto a revisão, achei alguns poucos pontos que
    considerei erro de revisão, mas nada que comprometa uma rápida e gostosa
    leitura.
    Fabiana e ADQS e ADQS 2

    Contatos com a autora:

    Obrigado a você que leu até aqui.
    Passando para avisar que mês que vem vai rolar sorteio com os dois livros aqui 🙂
    Abraços

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje postarei a resenha da obra mais recente que li.
    Agradeço ao autor Rondinelli Fortalesa por incluir o blog no BookTour.

    Abraços

    CRÔNICAS DE OLDAR
    DURILIM: FILHO DO DRAGÃO
    Autor: Rondinelli Fortalesa
    Gênero: Romance brasileiro
    Editora: Modo Editora
    Páginas: 288
    Sinopse:
    Crônicas de Oldar – Herlana e Gurtum
    encontraram uma pedra lilás estranha na floresta Negra, tudo indica que seja um
    ovo de dragão e isso pode por em risco a vida de todos em Edammael. Seres das
    trevas com garras afiadas e caudas peçonhentas surgem novamente e os dans
    enfrentarão dias de trevas como jamais enfrentaram antes. Os dragões não são
    mais os mesmos e a magia que lhes transformou no que são, continuou a fazer seu
    efeito dando origem à dragões com os mais extraordinários poderes. Talvez uma
    nova guerra se inicie, e dessa vez,não será contra pessoas… E sim contra os
    monstros que sobraram da Guerra da Traição.
    Minha Resenha:
    O livro começa com o mistério no qual
    Herlana e Gurtum se deparam: Seria o que encontraram o primeiro ovo de dragão
    já encontrado? A resposta é não. É “apenas” o garotinho Durilim. Sim,ele estava
    protegido por um ovo (mas a razão só quem ler vai descobrir).
    Ele desde pequeno já desenvolve seus
    poderes pois o destino lhe reservava muitas aventuras e um papel fundamental na
    luta por proteger sua família e Oldar.
    Não tenho muito a dizer na resenha em si,
    pois boa parte do que eu escrever seria vista como Spoiler, mas alguns pontos
    tenho declarar:
    – Achei esta capa muito Top. Linda. Sem
    mais. ;
    – O livro tem uma visão um pouco diferente
    do que vemos em outros livros por ai a respeito dos dragões. Considero este um
    ponto positivo;
    – Achei os personagens meio…como posso dizer,
    sem vida, artificiais. Gosto de personagens mais enérgicos, mais imprevisíveis.
    Coisa que faltou. ;
    – Encontrei muitos erros de revisão. Muitos
    no começo o que pode fazer com que muitos desistam da leitura;
    – Gostei do final e das revelações que nela
    existem. Dão base para que o futuro livro se torne mais interessante.

    Enfim, se você curte fantasia eu recomendo
    a leitura. (Mas como eu disse, alguns erros de revisão me deixaram nervoso, foi
    um atentado a nossa língua)
    Booktrailer
    Links da Obra:
    Site: http://oldar.com.br/
    Skoob: http://www.skoob.com.br/autor/2035-rondinelli
    Fanpage: https://www.facebook.com/cronicasdeoldar

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 4
    instagram
    Translate »