• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    HonoratoPoesia

    O Rocky de hoje

    novembro 24, 2018 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O post de hoje é uma homenagem dupla: Ao personagem Rocky Balboa que volta ao cinema nesta semana com o a sequencia do filme “Creed” e uma homenagem também a todos que se veem neste texto.
    Este texto foi parte de uma apresentação minha na faculdade sobre o tema de palestras motivacionais.
    Abraços

    O Rocky de hoje

    O Rocky de hoje não come ovos crus no desjejum.
    Quando ele pode come um pão com manteiga e um cafezinho
    O Rocky de hoje antes de sair de casa não enrola a bandagem no pulso.
    Ele faz a sua marmita e põe na bolsa
    O Rocky de hoje não acorda as 5 horas para correr uns 10km em 40 minutos
    Acorda mais cedo e pega ônibus e metrô que demoram tanto quanto aquela corrida.
    O Rocky de hoje entra no ringue todo dia.
    Pra ele não existe sábado, domingo ou feriados.
    Todo dia é dia de entrar no chicote.
    O Rocky de hoje não briga só com seu chefe.
    Seus companheiros de trabalho bem que mereciam uns socos de vez em quando.
    O Rocky de hoje não usa só a luva como instrumento de trabalho.
    Usa caneta, papel, computador e outras máquinas não esquecendo o mais importante: a cabeça.
    O Rocky de hoje também quer ouvir o soar do gongo.
    Ele quer bater ponto e voltar para casa.
    O Rocky de hoje quer o cinturão no fim da batalha.
    Aquele tal salário mínimo que mal o sustenta. Quer o abraço do filho ao chegar em casa. Quer o beijo do marido ou a cerveja e balada no final de semana.
    O Rocky de hoje não aparece nas telonas. Não mora na Philadelphia. Não!
    O verdadeiro Rocky mora em SP, no Rio, no ES…
    O verdadeiro lutador saiu da ficção e vive em cada um de vocês.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    Comente com o Facebook

    Deixe seu comentário

    1 Comentário

  • Nana
    25 nov 2018

    Oi Sandro,
    Meus pais adoram esses filmes.
    Eu só vi o primeiro Creed, achei bem legal.
    Ficou linda sua homenagem.

    até mais,
    Nana – Canto Cultzíneo

  • instagram
    Translate »