• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Mês: maio 2011

    OutrosPoesia

    O Julgamento

    maio 04, 2011 • Honorato, Sandro

    Olá e ai como vocês estão?
    Bom, este poema eu fiz a muito tempo, mas sei lá,acho que foi num dia que nem eu me  entendia e que só hoje esse poema me faz sentido.
    Espero a opinião de vocês

    O Julgamento

    Estava eu num tribunal
    Em situação nada normal
    De um lado, algo que se chamava Coração
    Do outro uma senhora, a Razão
    Ambos me acusavam
    Falavam, gesticulavam,reclamavam
    Disseram que eu não tenho bom senso
    Verdade,nem eu me entendo
    O Coração disse pra eu parar
    E de atitudes mudar
    Disse que eu deveria decidir
    Tentar ou não ser feliz?
    E a tal da “Razão”?
    Ela me disse que não…
    Que não devo em novas aventuras me envolver
    Disse que me odeia ver sofrer
    E agora o que eu faço?
    Estou encurralado
    Não sei o que fazer
    Apenas quero “viver”….
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosOutros AutoresTextos

    Reino

    maio 18, 2011 • Honorato, Sandro

    Olá e ai tudo bem com você ?

    Hoje vou postar um texto de um “mano” que agora virou blogueiro *-*
    O Blog dele ta no começo,então se puderem visitar e seguir ele ficaria grato (ele me pediu pra falar isso kkk)

    LINK:Blogger!? 

    Reino
    8h55min.
    Já tem um bom tempo que eu não
    escrevo nada no blog.
    Provavelmente porque não tenho
    andando muito bem de saúde e definitivamente não sei o que escrever.
    Meus olhos estão embaçados por
    causa do exame de ontem ainda…
    Mas vamos ao que interessa…
    Varias coisas acontecem com as
    pessoas em períodos pequenos ou em períodos grandes. No meu caso, tanto faz os
    períodos, não acontece nada.
    Sinto que estou cada dia
    confinado aqui, sinto que não posso abandonar e sinto que ao mesmo tempo não
    quero sair das quatro paredes que me cerca.
    Aqui dentro eu vivo no meu mundo,
    aonde a única coisa que respira sou eu. O único que reina sem súditos sou eu.
    Confesso que preciso de novos
    ares, preciso conhecer e confiar em outras pessoas, não posso deixa me
    consumir.
    A vida esta ai para constatar
    novas emoções e novos horizontes. Mas, sabendo que lá fora só existem
    pervertidos, mendigos, ladrões, viciados, pedófilos, maníacos, charlatões,
    vagabundos, burocratas, contrabandistas, violadores, interesseiros, adúlteros,
    doentes, assassinos, desistentes.
    Não tenho muitas expectativas de
    vida, mas vira estatísticas de homicídios não estar entre meus planos.
    Não devemos desacreditar no
    mundo, as vezes, ele não deixa escolhas queremos que ele seja melhor, seja
    diferente, contudo isso é somente uma ilusão.
    Não se tem esperança não se tem
    liberdade.
    Pessoas morrem por dinheiro, por
    motivos banais, por não gostar de algo ou de não pensar da mesma formar que as
    outras pessoas. Saímos da ditadura militar para um regime que as pessoas com
    armas fazem nas ruas.
    Então por isso… Eu prefiro
    continuar nesse reino por enquanto.
    Nesse reino não há mortes, não há
    dor aparente, só existe a solidão dentro de min.
    Vendo as paredes de concreto
    posso imaginar e ser o que quiser.
    Lá fora é muito perigoso.
    Lá fora chove.

    Lá fora… Tudo que eu acredito
    desaparece!

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Olá e ai como vocês estão?
    Não tinha como não fazer um post sobre Corinthians.
    Quem não sabe que sou Corinthiano? Que sou viciado nesse time?
    Que choro sempre que perdemos?….
    Ontem não foi diferente…
    Ver o time por 5 meses e na hora da final simplesmente não jogar…doeu e dói demais.

    Eu não quero que o meu time vença todos os jogos mas que jogue com raça e sem medo todos os jogos…coisa que não aconteceu ontem…

    Bom,o coração sangra mas quer saber?
    Dias ruins são necessários para os bons terem valor 🙂

    Minha Vida, Minha História, Meu Amor …

    Muitos tem estádio
    Mas nós temos uma casa
    Muitos jogam bonito
    Mas nós jogamos com raça
    Muitos times tem torcida
    Mas nós temos fieis seguidores
    Muitos não superam derrotas
    Mas nós partimos pra batalha mesmo com dores
    Muitos só aparecem quando vencem
    Mas nós apoiamos sempre
    Muitos buscam razões pra torcer
    Mas nós?Deixa pra lá,amor de verdade ninguém entende
    Muitos se apaixonam
    Mas nós amamos eternamente
    Muitos se dizem ligados ao clube
    Mas nós temos uma química diferente
    Muitos dão sorrisos
    Mas nós temos uma constante alegria
    Muitos vivem de titulos
    Mas só nós vivemos de CORINTHIANS!
    “Fundamental não é ser campeão
    Fundamental é ser Corinthiano”
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    MúsicaOutros

    Olá e ai como vão vocês?
    Esta música de hoje marcou minha infância.
    Todo mundo sabe que gosto de anime né?
    Então,não sou fã de DBZ mas essa música é show….

    Vou dedicar a música a minha amiga Tsu que assim como eu,adoro um anime 🙂 (http://www.empadinhafrita.blogspot.com)
    Abraços a todos e um bom final de semana

    Dragon Ball GT – Abertura

    Seu sorriso é tão resplandecente
    Que deixou meu coração alegre
    Me dê a mão pra fugir desta terrível escuridão

    Desde o dia em que eu te reencontrei me lembrei
    Daquele lindo lugar
    Que na minha infância era especial para mim

    Quero saber se comigo você quer vir dançar
    Se me der a mão eu te levarei por um caminho cheio de sombras e
    De luz
    Você pode até não perceber mas o meu coração se amarrou em você
    Que precisa de alguém pra te mostrar o amor que o mundo te dá

    Meu alegre coração palpita por um universo de esperança
    Me dê a mão a magia nos espera
    Vou te amar por toda minha vida
    Vem comigo por este caminho
    Me dê a mão pra fugir desta terrível escuridão

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosOutros AutoresTextos

    Hipócritas

    maio 13, 2011 • Honorato, Sandro

    Cá estou eu, Leticia, nessa sexta tão gelada para deixar mais um pedacinho de mim no coração de vocês.

    …………………………………
    A vontade que eu tinha era de jogar toda a culpa em você, te culpar por tudo que deu errado. Mas, cá pra nós, não faz muito sentido né? Você deve se perguntar o motivo de eu continuar remexendo o nosso passado, mas é que eu preciso levantar essa poeira, manter ela no ar o quanto eu puder, preciso te fazer sentir como se isso fosse tão recente quanto é pra mim. Ainda sinto o seu cheiro de roupa limpa pela casa e dói, dói a ponto de eu ter que me curvar na cama para me manter inteira. Eu não quero ser uma dessas paginas viradas em um livro fechado na sua memória, eu quero poder sentir que você sente a mesma coisa quando olha nos meus olhos. Eu juro que estou tentando ser corajosa, caminhando devagar, um passo de cada vez. Mas você ha de convir que nada disso vai dar certo. E vamos nos enganar mais uma vez, dar três passos pra frente e quatro pra trás, fingir que nada aconteceu depois daquele beijo, e do outro e do outro, fingir que era só saudade, que era só desejo, que era só cachaça. Vamos ser hipócritas de dizer que não existiu amor. Mas existe amor. Existe?

    Veja também esses posts relacionados:

    OutrosPoesia

    Finja…

    maio 11, 2011 • Honorato, Sandro

    Olá e ai como vocês estão?
    Esse poema foi inspirado numa música do Linkin Park chamada Lying From You (eu recomendo)
    Nem preciso dizer que fiz o poema  pra uma menina ai…não vou falar o nome e tal mas,poxa,  eu gostava dela pra caramba,mas ai foi mais uma ilusão….
    Acho que decepção me deixa inspirado,porque eu adorei este texto (falta de modéstia?!)
    Abraços galera.

    Finja

    Você pode fingir que é feliz comigo
    Mas a sua felicidade é com outra pessoa
    Você pode fingir que está tudo bem
    Mas no fundo a situação não anda boa
    Você pode fingir um sorriso
    Mas a sua alegria está distante
    Você pode fingir que nada mudou
    Mas nada está como antes
    Você pode fingir uns beijos
    Mas não acho mais graça nos teus lábios
    Você pode fingir estar preocupada
    Mas nem liga para o que eu faço
    Você pode fingir que sou o motivo dos teus sonhos
    Mas na realidade você tem pesadelos comigo
    Você pode fingir ser minha namorada
    Mas esta de bom tamanho sermos “Amigos”
    Você pode fingir que sentirá saudades
    Mas você nem me quer por perto
    Você pode fingir que me ama
    Mas me desculpe, meu amor sempre foi sincero….
    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3
    instagram
    Translate »