• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Posts arquivados em: Tag: Honorato

    HonoratoPoesia

    Rascunho

    outubro 18, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema eu fiz há um muito tempo atrás em um momento difícil.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    RASCUNHO

    Ele vai ser uma criança
    Ele vai ser eternamente um fio de esperança
    Ele vai cair nos truques do amor
    Ela vai experimentar mais uma vez a dor

    Ele vai ver fecharem-se muitas portas
    Ele vai ser uma incógnita
    Ele vai fazer planos que darão errado
    Ele vai ser um rascunho não terminado

    Ele vai ter várias pedras no caminho
    Ele vai chorar ao invés de estar sorrindo
    Ele vai lutar mesmo sabendo que sairá derrotado
    Ele vai ter apenas sua sombra ao lado

    Ele vai se entregar de corpo e alma
    Ele vai aprender que “amar” é só mais uma palavra
    Ele vai desistir pois não suporta mais tamanha decepção
    Ele vai ter sempre contigo este frágil coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Rascunho

    outubro 18, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema eu fiz há um muito tempo atrás em um momento difícil.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    RASCUNHO

    Ele vai ser uma criança
    Ele vai ser eternamente um fio de esperança
    Ele vai cair nos truques do amor
    Ela vai experimentar mais uma vez a dor

    Ele vai ver fecharem-se muitas portas
    Ele vai ser uma incógnita
    Ele vai fazer planos que darão errado
    Ele vai ser um rascunho não terminado

    Ele vai ter várias pedras no caminho
    Ele vai chorar ao invés de estar sorrindo
    Ele vai lutar mesmo sabendo que sairá derrotado
    Ele vai ter apenas sua sombra ao lado

    Ele vai se entregar de corpo e alma
    Ele vai aprender que “amar” é só mais uma palavra
    Ele vai desistir pois não suporta mais tamanha decepção
    Ele vai ter sempre contigo este frágil coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Recíproco

    outubro 11, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar um dos primeiros texto que fiz quando estava iniciando com o blog em 2010 mas que ainda não havia revelado por aqui.
    Espero que curtam 🙂
    Tenham todos uma excelente semana

    Recíproco

    Dei a você as flores mais lindas
    E hoje vejo que elas estão mortas
    Dei a você a minha mão para se reerguer
    E hoje vejo você me dando as costas

    Dei a você as músicas mais belas que fiz
    E hoje a vejo canta-las para um outro cara
    Dei a você a cura dos seus problemas
    E hoje vejo que minha dor nunca passa

    Dei a você os sonhos que tive
    E hoje vivo com constantes pesadelos
    Dei a você um coração forte
    E hoje ele está partido ao meio

    Dei a você a alegria que eu tinha
    E hoje tristeza é o que restou
    Dei isso tudo querendo apenas uma coisa
    Seu puro e sincero amor.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Reserva

    outubro 04, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Esta aqui é para todos os que já sofreram de “amor”  pelo menos uma vez na vida e fizeram seus sacrifícios por ela(a).
    Abraços e tenham uma excelente semana

    Reserva

    Quando ele não realizava seus sonhos
    Eu queria atender todos seus desejos
    Quando ele lhe virava o rosto
    Eu estava disposto a tudo por um beijo

    Quando ele nem lhe dava presentes
    Eu te transformava em várias letras minhas
    Quando ele lhe arrancava lágrimas
    Eu só buscava ser fonte de sua alegria

    Quando ele lhe deu as costas
    Eu lhe estendi, com prazer, a mão
    Quando ele lhe tratava como mais uma
    Eu nunca lhe tratei como opção

    Quando ele não valorizava seu corpo
    Eu apreciava cada curva sua
    Quando ele machucava seus sentimentos
    Eu pacientemente buscava ser a cura

    Quando ele tirou suas asas, meu Anjo
    Eu lhe esperei de braços abertos aqui na Terra
    Quando ele quis ser o titular no seu coração
    Você me colocou, como sempre, na Reserva.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Definições

    setembro 27, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Que tal começarmos a semana com uma poesia bem romântica?
    É difícil explicar o amor (se é que isso é possível)
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    Definições

    Uma rosa sem espinhos
    Uma poesia a ser recitada
    Uma companhia para os dias de vazio
    Uma joia a ser lapidada

    Um céu neste meu caos eterno
    Um sorriso para as tardes de tristeza
    Um caminho mais do que certo
    Um pouco de calor nos momentos de frieza

    Uma canção nunca tocada
    Uma Deusa para um mero mortal
    Uma noite sempre estrelada
    Uma fábula sem um final

    Um segredo muito bem guardado
    Um dos motivos para não desistir
    Um sentimento que estou viciado
    Um desejo que nunca vivi

    Um pouco de amor a este coração
    Uma paz que todo ser necessita
    Um sentido a este romântico de plantão
    Uma razão para sonhar em vida.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Mistérios

    setembro 13, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    A poesia de hoje é sobre todas as promessas que fizemos a alguém em especial quando a conhecemos…
    Dedico a uma pessoa muito especial.
    Abraços e se cuidem.

    MISTÉRIOS

    Abraçaria o teu corpo
    Sem envolve-la em meus braços
    Beijaria tua boca
    Sem sequer tocar teus lábios

    Conquistaria uma constelação inteira
    Sem que me pedisse uma só estrela
    Enfrentaria o mundo para conquista-la
    Sem que me impedissem com barreiras

    Casaria contigo
    Sem ter alianças para trocar
    Te ofereceria o meu sorriso
    Sem duas vezes pensar

    Descreveria você em poesia
    Sem que ela tenha ponto final
    Desvendaria os teus mistérios
    Sem permissão para tal

    Daria a ti a eternidade
    Sem ligar em como eu sobreviveria
    Te amo puramente
    E nem preciso que me retribua nesta vida.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 115
    instagram
    Translate »