• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Textos

    Outros AutoresParceriasTextos
    Da sua janela, o que você vê? Quais imagens ilustram a sua tela, quais autores você tem lido? E, afinal, o que se passa na janela deles?
    Nos dias 24, 25 e 26 de abril, dez escritores da casa participarão do festival Na Janela, uma série de conversas on-line sobre literatura brasileira. Com mediação de importantes nomes da produção de conteúdo sobre literatura, o bate-papo terá como tema norteador as múltiplas janelas de possibilidades da ficção nacional, suas ramificações, estilos e potências. O festival será transmitido por meio de lives no canal no YouTube da Companhia das Letras e no Facebook. A participação é livre e os leitores poderão contribuir com perguntas.
    Confira abaixo a programação do evento:

    📅 Sexta-feira, 24 de abril
    17h | Jarid Arraes e Paulo Scott. Mediação de Nanni Rios.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Sábado, 25 de abril
    15h | João Silvério Trevisan e Natalia Borges Polesso. Mediação de @literatamy
    17h | Carol Bensimon e Michel Laub. Mediação de Francesca Angiolillo.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Domingo, 26 de abril
    15h | Luisa Geisler e Miguel Del Castillo. Mediação de Nanni Rios.

    17h | Ana Paula Maia e Daniel Galera. Mediação de @literatamy.

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresParceriasTextos
    Da sua janela, o que você vê? Quais imagens ilustram a sua tela, quais autores você tem lido? E, afinal, o que se passa na janela deles?
    Nos dias 24, 25 e 26 de abril, dez escritores da casa participarão do festival Na Janela, uma série de conversas on-line sobre literatura brasileira. Com mediação de importantes nomes da produção de conteúdo sobre literatura, o bate-papo terá como tema norteador as múltiplas janelas de possibilidades da ficção nacional, suas ramificações, estilos e potências. O festival será transmitido por meio de lives no canal no YouTube da Companhia das Letras e no Facebook. A participação é livre e os leitores poderão contribuir com perguntas.
    Confira abaixo a programação do evento:

    📅 Sexta-feira, 24 de abril
    17h | Jarid Arraes e Paulo Scott. Mediação de Nanni Rios.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Sábado, 25 de abril
    15h | João Silvério Trevisan e Natalia Borges Polesso. Mediação de @literatamy
    17h | Carol Bensimon e Michel Laub. Mediação de Francesca Angiolillo.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    📅 Domingo, 26 de abril
    15h | Luisa Geisler e Miguel Del Castillo. Mediação de Nanni Rios.

    17h | Ana Paula Maia e Daniel Galera. Mediação de @literatamy.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    10 anos

    abril 22, 2020 • Honorato, Sandro

    Era uma vez…
    No dia 21 de abril de 2010 na aula de artes enquanto eu e meus amigos lá da turma do fundão fazíamos bagunça a professora veio falar comigo. Ela já sabia que eu escrevia umas coisas por ai e veio me perguntar porque eu não colocava isso na internet em um blog. Não foi a primeira vez que ela me perguntou isso, mas desta vez eu atendi.
    Então, no dia 22 de abril de 2010 numa quinta-feira eu abrir uma conta no blogger. E fiquei conversando com meu melhor amigo via MSN (bons tempos) qual nome poderia colocar nesta página. Chegamos a um bom senso: Rimas Do Preto. Rimas porque é nítido, a intenção aqui era escrever somente poesias. Preto porque desde aquela época meu apelido era Preto Caô. Não era bullying, muito menos racismo. É um apelido. Sem vitimismo nem nada.

    Os primeiros meses foram fantásticos. Era tão bom entrar todo dia e ver outros vários blogs, conhecer pessoas que tenho amizade até hoje, responder comentários por aqui e pensar em novos textos.
    Passei a incluir coisas novas por aqui: Fechamos parcerias e sorteios, tivemos dicas de músicas, resenhas de livros, minha análise sobre filmes e seriados e convidei outros escritores a escrever por aqui.
    Falando nisso, os anos foram passando e nunca deixei de escrever. Talvez, deixei de postar muitos textos aqui, mas tudo por um bom motivo.

    E hoje, quando o blog faz 10 anos de vida eu posso dizer com orgulho que eu amo isso tudo aqui.
    São mais de 600 postagens, 7 mil comentários, inúmeras amizades e espero que milhões de sorrisos e de lágrimas também tenham este blog como culpado.

    E tenho uma grande notícia: Este ano vai ter livro de poesia publicado pela Pedregulho
    Este era um grande sonho meu e agradeço pela oportunidade.

    Enfim, muito obrigado a quem leu até o final e quem nos acompanha desde sempre. Espero voltar aqui em 10 anos com a mesma vontade de escrever e emocionar cada um de vocês.
    Abraços

    HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Não ultrapasse

    setembro 28, 2019 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    O texto hoje não é bem uma poesia em si. Mas um texto que fiz para alguém muito especial (ou que me era?!)
    Abraços e cuidem-se

    NÃO ULTRAPASSE

    Garota,
    Eu aprendi a te admirar desde o primeiro contato visual que tivemos
    Como não ficar paralisado com estes olhos castanhos?
    Você sabe o poder de sedução que possui?

    Garota,
    Eu aprendi a sorrir por motivos simples
    Sua mensagem de “bom dia”
    Ou o meu cantar desafinado para tirar sua carinha de brava

    Garota,
    Contigo aprendi a trocar o dia pela noite
    Viramos muitas noites batendo papo
    Logo eu, que dizem que não tenho assunto não é mesmo?

    Garota,
    O nosso tempo na Terra é muito curto para indecisões
    Deixe-me mostrar o caminho para dias melhores
    Prometo que não vai se arrepender

    Garota,
    Se não fosse pedir muito
    Eu queria uma chance ao seu lado
    Um dia, um mês, um ano, ou o resto da vida
    Estou disposto a arriscar por ti

    Garota,
    Eu aprendi a ama-la demais para machucá-la
    Há feridas que são incuráveis
    E perder nossa amizade seria a maior delas

    Garota,
    Eu aprendi que a vida tem limites ultrapassáveis
    E quero me intrometer em sua vida da maneira mais difícil
    Pois um dia, conquistarei este seu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesiaTextos

    Sem arrependimento

    É tão estranho falar de nós dois sendo que só um dos lados acreditou em algo a mais.
    Mas aqui estou pois o meu lado poético me pede mais um texto sobre ti e aqui estou.
    Não há palavras para descrever o que sinto por ti nos últimos meses.
    Você apareceu do nada, quando eu me sentia perdido e me fez enxergar um caminho que hoje eu vou andar sozinho. Porque andar de mãos dadas não faz muito seu tipo né?
    Você me fazia sorrir quando depois de um dia cansativo trocávamos mensagens.
    Mas nenhuma mensagem dói tanto quanto aquela que você mencionou que não dá mais. Somos apenas amigos. Não sirvo pra você.

    Me desculpa, tá?
    Claro que te desculpo.

    Afinal, talvez até Tony Stark tenha coração e você não.
    Talvez seja melhor assim. Ocupamos o mesmo espaço, estamos sempre perto um do outro mas a distância entre os corações tem que ser quilométrica para um não machucar o outro.
    Tenho que levantar a cabeça e seguir em frente quebrando a cara. Talvez um dia você queira ficar aqui comigo juntando os pedaços.
    Talvez no futuro você vai continuar um parágrafo novo de onde eu estou colocando um ponto agora.
    Talvez, sem arrependimento, nós possamos ser um casal imperfeito e que mesmo tempo assim dê certo.

    Honorato, Sandro.

    20.05.2019
    16:32

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Me avise quando estiver pronta

    Eu poderia estar escrevendo nossa primeira carta de amor mas isso aqui é um pouco de paixão adolescente com um súplica para si mesma.
    Você não entende quando outras pessoas te elogiam porque você tá sempre aí boicotando sua própria beleza.
    Você repele amizades porque quer ficar em seu próprio mundo sem escapatória esperando a chegada daquele príncipe encantado do seu sonho. E um dia ele foi sua realidade, não foi mesmo?
    Você encontra em músicas e garrafas aquele seu passado tão recente e tão doloroso que ainda deixou marcas. Mas músicas sempre tem um sentido forte e garrafas não têm bocas tão macias para se apreciar, saiba disso.
    Você não manja das cantadas que faço todo dia porque tá aí presa a alguém que seguiu em frente e largou sua mão no mundão.
    Você não quer dar uma chance para você mesma porque quem você ama de verdade te decepcionou. Mas a Vida não é assim? Uma decepção atrás da outra até que um dia ela te da uma chance de ser feliz e se você não se jogar de vez vai se arrepender.

    Mas saiba…eu ainda assim estou me apaixonando por você.
    Eu estou aqui por você. Eu sempre estive.
    A dúvida é: quando você estará pronta para ser feliz de verdade?

    Autor: HONORATO, Sandro 

    06.04.2019. 22h31min

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 4 25
    instagram
    Translate »