• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Destaques

    HonoratoPoesia

    Diga-me

    dezembro 27, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar uma poesia bem romântica que fiz no passado. 
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    DIGA-ME

    Me diga como posso dormir toda noite
    Se meu sonho é te trazer para minha realidade
    Me diga como passar um final de semana longe
    Se de você vou morrer de saudades

    Me diga como você se olha no espelho
    E não se apaixona toda vez
    Me diga como podemos trocar olhares
    E eu não perder minha lucidez

    Me diga qual perfume você usa
    Que adoça este meu olfato
    Me diga se um dia
    Poderei estar envolto em teus braços

    Me diga como estamos tão perto fisicamente
    E mesmo assim com sentimentos distantes
    Me diga como eu sobrevivia
    Sem você na minha vida antes

    Me diga como posso terminar este poema
    Se não posso te descrever em poucas linhas
    Me diga porque você se diminui
    Se eu te acho a mulher mais linda

    Me diga como não olhar teus lábios
    E imaginar o seu doce beijo
    Me diga como não ser ambicioso
    Se somente você eu desejo.

    12/10/2020

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Diga-me

    dezembro 27, 2021 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar uma poesia bem romântica que fiz no passado. 
    Espero que curtam.
    Abraços e tenham uma excelente semana

    DIGA-ME

    Me diga como posso dormir toda noite
    Se meu sonho é te trazer para minha realidade
    Me diga como passar um final de semana longe
    Se de você vou morrer de saudades

    Me diga como você se olha no espelho
    E não se apaixona toda vez
    Me diga como podemos trocar olhares
    E eu não perder minha lucidez

    Me diga qual perfume você usa
    Que adoça este meu olfato
    Me diga se um dia
    Poderei estar envolto em teus braços

    Me diga como estamos tão perto fisicamente
    E mesmo assim com sentimentos distantes
    Me diga como eu sobrevivia
    Sem você na minha vida antes

    Me diga como posso terminar este poema
    Se não posso te descrever em poucas linhas
    Me diga porque você se diminui
    Se eu te acho a mulher mais linda

    Me diga como não olhar teus lábios
    E imaginar o seu doce beijo
    Me diga como não ser ambicioso
    Se somente você eu desejo.

    12/10/2020

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Não me faça desistir

    Não sou muito de prometer, mas se estou lhe fazendo promessas é porque você é muito importante para mim.
    Vou lutar contra aqueles que não aprovarem que fiquemos juntos, porque por ti vale a pena sangrar contra tudo e contra todos. Mesmo que no fim reste somente eu e você.
    Vou lhe descrever em várias frases que juntas serão as poesias mais sinceras que já fiz. Talvez, tenhamos um livro resultante só deste romantismo que tenho por ti.
    Vou acalmar esta fera que você já viu nos meus piores dias e ser só aquele carinha de bem com tudo e todos.
    Vou contar todas as piadas que sei e inventar várias mais para que eu consiga arrancar este sorrisão lindo do teu rosto acompanhado da sua frase “Como você é bobo, cara!”
    Vou abrir meu whatsapp e ver nossas mensagens e lembrar de cada momento. Cada sorriso bobo e inocente que dei por dentro quando as estava ou digitando ou recebendo.
    Vou olhar para você e encabulada tu vai me perguntar “o que foi?”
    E eu não tenho palavras. Vou apenas sorrir. É isso que as pessoas fazem ao contemplar obras de arte. Ficam sem reação.
    Vou continuar te vendo sair por aquela porta e logo depois mandarei mensagem com um simples “já tô com saudades” sendo que esta é a mais pura verdade!
    Porque você não fica mais um pouquinho? Tipo, para o resto da minha vida, de preferência.
    Vou ter paciência e a ousadia necessária para fazer-te apaixonar por este pobre ser que lhe escreve.
    Não vou implorar pelo seu amor. Vou tentar conquista-la dia após dia, com as palavras mais doces possíveis e com as atitudes mais nobres de um homem apaixonado pela sua dama.

    Por isso e muito mais, peço que não me faça desistir de alguém que já não sei viver sem.
    Depois que te conheci, as outras são só as outras.
    Depois que meu coração te escolheu não penso em outra pessoa para transformar os sonhos que sonhei, as poesias que já escrevi ou alguém para simplesmente chamar de “meu amor”.

    Este é para você, E. C

    30.09.2018

    Autor: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Bagunça

    abril 14, 2018 • Honorato, Sandro

    BAGUNÇA

    Não vou poder cumprir o seu último pedido.
    Pedistes um tempo para arrumar suas coisas, sua vida e tudo mais.
    Eu queria te dar um espaço do tamanho do universo, mas hoje vejo que você é o meu sol ao amanhecer e a lua ao anoitecer neste meu mundinho.
    Poderia ser o cuzão da relação, mas não vou te largar as traças (desculpa pela expressão que prometi não usar mais).
    Você precisa de alguém para te abraçar quando os outros te dão as coisas costas. Nunca darei as costas a quem eu pretendo dar meu coração.
    Não quero deixar de te descrever em minhas poesias. Deixe-me te decifrar nas linhas que percorrem meu caderno todo dia desde que te conheci no dia 01.02.2018.
    Não quero te dar adeus as sextas só podendo ter ver as segundas. Eu morro literalmente de saudades por dois dias. São mais de 48 horas sem pulsar aqui dentro. Deixa eu preencher seus finais de semana também?
    Não quero te ver com suas asas machucadas e ficar de mãos atadas. Deixe-me cicatrizar as feridas de quem um dia ousou te machucar? Quero que você alcance voos mais altos mas que pouse aqui do meu lado sempre que você quiser.
    Não quero que você mude quem você é. Me apaixonei pelo seu jeito de ser. O fato de sermos tão opostos me atraiu de uma maneira indescritível. Gostar de alguém também é isso. Se adaptar e não querer obrigar alguém a mudanças que só vão fazer bem ao seu ego.
    Não queria pecar, mas poderia tocar sua pele enquanto deslizo meus dedos por cada traço perfeito seu?
    Deixe-me emaranhar seus cabelos enquanto eu olho no fundo dos teus olhos sem ter palavra alguma para dizer?
    Deixe-me secar tuas lágrimas quando eu faço você abrir seu sorriso lindo de orelha-a-orelha com alguma frase idiota que tenho aqui?
    Deixe-me varrer as lembranças ruins do seu peito enquanto você guarda na memória os momentos bons que teremos juntos?
    Ou deixe-me sentir o sabor dos seus lábios ao menos uma vez nesta vida?

    Talvez não saiba, mas estou me apaixonando por ti um pouquinho mais dia após dia.
    E no fundo, só queria permissão para bagunçar a sua vida do jeito certo desta vez.

    13.04.2018
    20:37
    Obs.: Eu devia estar prestando atenção na aula neste exato momento, mas a matéria eu aprendo em casa, mas inspiração não nos espera.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

     

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Fuck Memories

    agosto 19, 2014 • Honorato, Sandro

    Olá e ai como vão?
    Quanto tempo que não posto aqui 🙁
    Mas hoje tem posto sim,senhor!
    Espero que curtam o meu novo texto.
    Abraços e uma boa semana a todos.

    Fuck Memories

    Hoje já deve fazer uns 6 meses que você se foi. Ou por ai. Não sei, acho que a tristeza foi tanta que até perdi a noção do tempo.
    Nós formávamos uma dupla, você não acha?
    Ah, lembro dos nossos primeiros dias. Você, eu e mais umas 40 pessoas numa sala de aula com algumas pessoas insuportáveis, outras que considerávamos nossas amigas.
    Mas, hoje em dia quem são as nossas verdadeiras amizades? Alguém pode me responder?

    Você trocou a nossa amizade, mano.

    Aquela semente que plantávamos dia a dia, mês a mês desde que nos conhecemos e que regávamos sempre que saíamos com a galera, que riamos, fingiamos ser felizes foi trocada por isto que somos hoje. Aliás, o que somos hoje? Ex-amigos? Existe este termo? Senão, adicionei-a ao meu dicionário esdrúxulo.

    E é mentira o dizem,sabe? Que a gente já nasce com um destino. Todo dia nós temos escolhas. Temos mais que uma opção para tudo. E você escolheu este caminho.

    Mas foda não é isso,sabe? Foda é querer explicar o inexplicável. Foda é tentar voltar no tempo e muitas vezes querer mudar, mas a vida não é um caderno de rascunhos onde apagamos com um borracha qualquer. Foda mesmo é saber que perdemos tudo porque uma linda mulher entrou em nossas vidas. Sei que hoje você é muito feliz no fundo,mas BEM NO FUNDO MESMO, fico até feliz por vocês.
    Mas,saber que barreiras de um castelo de areia foram destruídas tão facilmente ainda me decepciona.
    Droga! Se eu soubesse que já havia feito castelos de areia mais resistentes na infância…

    Contei a você sobre cada garota que pelo menos uma vez na vida eu desejei que eu pudesse ter um caso de verdade. cada pensamento sórdido, romântico e até certo modo fútil que eu tinha com esta garota dos seus sonhos. Bom, Ela agora é sua realidade, faça bom proveito!
    Sim, desejo que aproveite a vida. Tenha filhos. Amigos. Conquiste tudo o que sempre desejou.
    Enquanto isso,alimento minhas poucas mas valiosas amizades e estou fazendo novas também,obrigado.
    Ainda escrevo minhas lamúrias no velho caderno. ainda postarei aqui no meu velho amigo Rimas do Preto -que aliás,peço desculpas pelo abandono,em breve vamos colocar a casa em ordem! – e agora faço de um copo de Vodka minha bebida preferida e dos bares de Vitória meu novo lar a cada noitada.
    E pelas minhas manhãs e tardes também ficarei sentado aqui. Sentado em frente a um computador,entre uma digitação e outra sentindo a lagrima escorrer pela minha face,entre uma lágrima e outra relembrando estas memorias de merd*.
    Espero que um dia a dor vá embora ou que tome conta de vez deste coração. Espero que um dia eu esqueça estes dias tristes ou que estas fuck memories vire um póstumo livro. Quem sabe no meu best-seller eu não inclua vocês – por bem ou por mal.

    Sandro Honorato dos Santos
    Ás 13:37 do dia 19 de agosto de 2014 em mais um dia destes que parece não ter fim.

    Veja também esses posts relacionados:

    instagram
    Translate »