• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Textos

    OutrosOutros AutoresTextos





    “Eu só desejo que quando tudo isso passar, um dia você compreenda:

    Nada substitui nossas lembranças, nem o que foi a tua presença.

    Tudo teve muita força.”

    – Patrícia Vicensotti –

    Eu só quero que você saiba… não é assim que nossa história termina.
    Que podemos muito bem morar em lugares opostos do planeta… mas, ainda vamos permanecer na vida um do outro.
    Que ainda seremos parte um do outro.
    Que mesmo que a gente nunca mais se fale eu ainda vou lembrar o tom exato da sua voz e o modo como ela faz com que eu me sinta. Que podemos nunca mais nos ver, mas eu ainda vou me lembrar de como minha pele aquecia sob o seu olhar e do quanto eu jamais pensei que superaria essa sensação.

    Do quanto pensei que jamais superaria você… ou nós.

    Eu só quero que saiba que jamais pensei que conseguiria te dizer que está tudo bem. Que realmente está tudo bem você ir embora e continuar morando na minha mente e em partes do meu coração… mas, é que agora eu entendo que eu não posso exorcizar nossas lembranças porque elas são forte demais e que elas não são de todo ruins.
    Que eu posso muito bem tentar trancá-las em uma caixa no fundo da minha mente, mas elas ainda estarão ali e quando eu menos esperar elas despertarão… e será pior se eu não tiver aprendido a conviver com elas.

    Eu só quero que você saiba que o fato de eu seguir em frente não significa que quero abandonar nossas lembranças.

    Mas sim, que estou pronta para criar novas.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesiaTextos

    A arte de desistir

    dezembro 09, 2016 • Honorato, Sandro
    Olá,

    Como vão?
    Hoje venho deixar com vocês um texto que fiz recentemente. Bem recente mesmo!
    Dedico a uma garota especial que espero que não se ausente mais da minha vida.
    Espero que um dia vocês também tenham alguém “que valha a pena desistir”
    Abraços a todos.
    A arte de desistir
    Meu bem,
    Não julgue o texto a seguir pelo título assim como as pessoas julgam o livro pela capa.
    Não sei escrever como gostaria mas, vou jogar umas palavras nesta folha e ver no que vai dar.
    Sabe quando tu acorda e não reclama por ser uma segunda-feira? Assim que eu acordo você me vem à mente. Você é minha inspiração para levantar da cama.
    Ah, e aí começo a lembrar de você… o que falar do seu sorriso?
    Eu posso ter uma risada engraçada, tosca, enjoativa e outros adjetivos, mas este seu sorriso…
    Eles me convidam a pecar e beijar tua boca.
    Falando nisso, você não tem noção quão doce são teus lábios. Sabe aqueles gostos que te lembram dos momentos bons da infância? É algo assim. Os provando eu volto ao passado procurando, em vão, algo parecido. É inútil. Você é única.
    O mundo lá fora pode estar em dilúvio, mas olha, nada será maior que a enxurrada de beijos que eu vou lhe dar hoje.
    Seu olhar penetrante é capaz de olhar o fundo de minha alma e ver que o meu sentimento é o mais puro possível. Até os Anjos sentiriam inveja de nossa inocência.
    Amo passar a mão em tuas curvas e saber que você é real e não mais um sonho deste cara que se diz poeta.
    Adoro tocar seus cabelos lisos enquanto você faz do meu peito uma almofada e do meu coração sua eterna moradia enquanto cochila.
    Por isso, eu aprendi a ceder.
    Não vale a pena resistir ao prazer.
    Não nego mais que você está em cada verso dos meus poemas.
    Não quero mais fingir que está tudo bem se na maioria do tempo você está longe, deixando-me com metade de mim.
    Abdico das minhas coisas fúteis e caras por esta paixão sem preço.
    Desisto das minhas paixões imaginárias pelo amor real.
    Exercito aqui a minha habilidade de desistir para abandonar 7 bilhões de pessoas no mundo e me dedicar somente a ti.
    Para me dedicar a você.
    Para sempre, na vida ou na morte.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos
    Do You Believe In Miracles?
     
    Desde as 2:40 da manhã do dia 3 de novembro de 2016, minha resposta é Sim.
    Sempre me fazia esta pergunta da imagem quando ela virou capa do meu facebook em 12.10.2015. Lembro que você, Chicago Cubs, havia eliminado seu maior rival St Louis Cardinals e a profecia do filme “De Volta para o Futuro” parecia cada vez mais real. Mas na fase seguinte o time lá de New York, cujo nome me recuso a citar, acabou com nosso conto de fadas e provocou lágrimas deste ser que aqui escreve.
    Também, é difícil acreditar em milagres quando existe maldição do bode e do Steve Bartman.

    No filme “De Volta pra o Futuro” foi previsto que Cubs venceriam o titulo em 2015. Foi por pouco…
    Mas este ano foi diferente. Vi o time vencer mais de 100 jogos. Vi recorde de vitórias em casa ser batido. Alguns jogadores já estavam ocupando um espaço aqui no coração, mas para que eu pudesse chama-los de ídolo, pelo menos para mim, precisavam de um título.
    Só é lembrado quem vence”, “Segundo lugar é igual a último”.
    Frases como estas eu digo aos meus amigos.
    E este ano você conseguiu chegar mais longe. Até a Final. Nosso Ápice. World Series.
    Esteve a uma derrota de por a temporada toda pelo lixo mas venceu as três últimas partidas e exorcizou todos os demônios.
    Este é um blog romântico, mas se você leitor teve paciência e chegou até aqui, saiba que não existe só amor entre você e seu namorado, você e sua esposa, você e seus bichinhos de estimação, você e sua maratona de seriados… Amor é relativo, vai de pessoa a pessoa.
    Amor está em todo lugar e olha, eu amo este time.
    Não é amor se “perdi” noites de sono assistindo teus jogos virando as noites?
    Não é amor se me presenteei comprando tua camisa em um ato nada egoísta em expressar o orgulho de estar ao seu lado na alegria e na tristeza? Não é amor se eu junto as moedas, faço planos, desmarco compromissos aqui e sonho em um dia ir em Chicago te ver?
    Aprendi como é dura a vida de quem namora a distância.
    No nosso caso, foi o tal de amor à primeira vista. Eu vi um jogo em 2010, na casa de um amigo meu e achava aquilo muito estranho, mas quem sou eu pra falar de normalidade? Foi diferente e fascinante ao mesmo tempo e fui atrás de tudo que precisava para aprender sobre o esporte e o clube.
    E este ano, no dia 03.11.2016 foi consumado nosso matrimônio.
    Te vejo no topo 108 anos depois. Cento e oito!
    O melhor time de baseball para mim também virou o melhor dos EUA.

    Última jogada…

    E para as pessoas vão continuar a me falar que “baseball é esporte sem contato”, “Ai, que esporte chato!”“troca de canal, entendo nada” , eu deixo vocês de lado, não para esnobar, mas por que um dia torço para que vocês também tenham um amor verdadeiro e que descubram que não há palavras para descrever isso.
    Amor não se explica, se sente.
    E eu sinto que te amo hoje e para todo sempre, Cubs.

                                                                                                                           HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Ame-se

    fevereiro 12, 2016 • Honorato, Sandro
    Ame-se
    Cansei.
    Cansei de tentar me fazer perceptível aos teus olhos.
    Tentei de tudo um pouco até que estourei meu limite.
    Fiquei ao teu lado quando teus “amigos” lhe davam as costas um a um.
    E aquela vez que você estava doente quem ficou lá no hospital virando noites para ter noticia suas além da sua mãe?
    Eu ouvia você exaltar o seu ex-namorado com tanta ênfase e engolia calado cada elogio que você tinha para descrevê-lo.  O travesseiro lá de casa sabe muito bem. Ele absorvia minhas lágrimas ao deitar toda noite.
    Vi vocês terminarem e voltarem atrás dez mil vezes e prometia a mim mesmo que uma chance me seria suficiente para lhe trazer a felicidade verdadeira.
    Quantos convites eu te fiz para sair e você me ignorou? E hoje vejo você se entregando a outro rapaz.Outras bocas. Talvez outro coração que lhe iluda.
    Talvez você sempre me verá como um amigo. E eu te veja como um sonho impossível.
    O qual injusto é este mundo?
    Cansei de fazer poesias, colocá-las neste meu site e você me perguntar sutilmente e calmamente se eu estava apaixonado ou em quem me
    inspirei.
    Caralho, você quer que eu escreva na testa que tudo está aqui é por você? Para você.
    Observo as nossas conversas mais antigas. Acho que sempre tive uma quedinha por você. Uma queda? As cataratas do Iguaçu inteira se me permitir.
    Você é Apaixonante. Existe esta palavra não é? Se não, apenas a inventaria para te descrever.
    Meu Deus, seu sorriso abriria os portões do Céu num piscar de olhos. Talvez nem precisasse piscar. Você já é um Anjo, só não sabe disso.
    Sua pele macia me acariciava de uma maneira sobrenatural a cada oportunidade que eu tinha de tocá-la.
    Seu senso de humor me tirava do sério com tamanha facilidade que nem os melhores shows de stand-up hoje em dia conseguiriam.
    Eu daria meu restinho de vida para ti.
    Mas no fim das contas aprendi que, por enquanto, cansei de te amar.
    Preciso voltar a fazer o que eu gostava e tentar me agradar em primeiro lugar.
    Preciso olhar para mim e me achar apto para me apaixonar por qualquer garota.
    Preciso simplesmente de amor próprio.
    Quem sabe um dia a gente continua de onde nem começou?
    11/02/2016
    HONORATO,Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Nossa Liberdade

    dezembro 15, 2015 • Honorato, Sandro
    Nossa Liberdade
    Lembra que eu fiz um texto para você intitulado “82” ?
    Achei aquele titulo criativo e hoje nem sei qual darei a estes rascunhos mal escritos as 3 horas da matina de mais um final de semana.
    Final de semana no qual te reencontrei.
    Agora quero lhe pedir desculpas.
    Descobri que não poderia ter brigado contigo. Não deveria ter me afastado.
    Não foi correto derramar lágrimas e ter inundado minha mente e coração com pensamentos e sentimentos ruins.
    Quero me desculpar, pois descobri que nunca te amei como um homem ama uma mulher do jeito que ela merece.
    Se fosse Amor ficaria arrepiado só de alguém mencionar teu nome.
    Se fosse Amor eu estaria suando frio quando fui lhe dirigir as palavras.
    Se fosse Amor eu não teria largado do seu caloroso abraço.
    Se fosse Amor este coração voltaria a pulsar da mesma maneira que pulsava há dois anos atrás.
    Te ver foi a minha liberdade. Foi a sua também?
    Hoje poderei me relacionar com outras pessoas sem o peso de estar magoando a você ou a mim mesmo.
    Poderei beijar outras bocas sem pensar no sabor dos teus lábios.
    Poderei dormir sem o sonho de te ter ao meu lado.
    Não sei se fui bem claro nisso tudo, talvez eu esteja enferrujado para escrever assim como meu coração esteve para amar.
    Talvez você não vai ler isso aqui não é?
    Afinal, qual a graça de ler textos de um poeta embriagado?
    Só espero que você seja feliz.
    Do seu amigo “besta” e apaixonado
    13.12.2015

    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoTextos

    Tylenol

    maio 07, 2015 • Honorato, Sandro
    Tylenol
    Sabe, pensei em fazer este texto em forma de poesia mas não daria certo,pois tudo que acho que esta bem acabando piorando.
    E pensei em usar meu amigo Word mas dei uma folga a ele e decidi postar cada palavrinha aqui,com seus erros,se for o caso.
    Sabe quando você esta rodeado de pessoas e você mesmo assim se sente sozinho?
    Ou quando você quer desabafar e o único que te ouve é a voz dentro da sua cabeça?
    Ou quando a única coisa que tu quer fazer numa sexta a noite ou no fim de semana é reunir uns manos e tomar todas,falar de mulheres,futebol,vídeo-game..umas coisas bem idiotas mas que te faz ao menos se sentir vivo?
    Sinto falta destes momentos.
    Sinto falta destes meus amigos.
    Eu sei,esta é a ordem natural da vida né? Você cresce, conhece alguém, quebra a cara, se apaixona por outro alguém,e de novo,de novo,de novo,até que finalmente encontra a sua metade da laranja? Acho que todos meus amigos já encontraram sua metade e sou a casca podre.
    Se alguma palavra pode descrever isso é Inveja.
    Tenho inveja dos meus amigos neste sentido. Não só deles,mas de todos que já tiveram ou estão em um relacionamento sério.
    Porque no fundo, escrever poesias românticas,cantar músicas de amor e estar apaixonado nunca me levaram a nada a não ser decepção..
    Porque gostar de alguém não significa que ela goste de ti,mas precisa doer tanto? Preciso chorar até que todo o liquido do meu corpo se vá e este coração dê sua últimas e impiedosas batidas?
    A única coisa que gostaria nessa vida é,putz,acordar e ver a menina que eu gosto do meu lado,sorrindo e estando realmente feliz dizer um simples”te amo”.
    Quantas vezes já disse um “te amo” e o que eu ouvi foi apenas o eco em minha cabeça?
    Final de semana fui ao casamento do meu amigo. Eu sempre disse que casamento era a forma de suicídio que você escolhia para si. Mas mudei de opinião.
    Talvez seja o jeito de tu mostrar ao mundo o quanto alguém te ama e que de certa forma um cupido lhe acerte e que você seja feliz também.
    Se o cupido ainda estiver entre nós,passou da hora de fazer seu serviço neste meu peito.
    No fundo,senti felicidade e inveja do casal.
    Felicidade por ver meu amigo tão feliz.
    Inveja porque também quero isso pra mim.
    Uma razão para viver, alguém para compartilhar alegrias e um ombro amigo nas horas mais tensas….um amor para vida toda.
    Não queria ter que usar o blog para isso,mas é foda guardar tudo aqui dentro.
    Mas no fundo também,foda-se,nós poetas precisamos da dor para inspiração.
    Mas um tylenol de vez em quando não me faria mal.

    AUTOR:
    HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 4 5 6 7 8 25
    instagram
    Translate »