• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Textos

    HonoratoOutros AutoresTextos
    Antes de tudo, gostaria de agradecer a oportunidade de escrever aqui õ/
    (fui convidado pelo Sandro a escrever todo 1° post do mês. =D)

    Tava com esse texto e mais 2 poemas prontos e pensando no que ia postar, mas achei que os poemas são pessoais demais =/ (quem sabe não posto mês que vem… :D).

    .

    Brasil, país cheio de belezas, enriquecido cultural e materialmente, mas esquecido pelo próprio governo.

    Dia desses estava eu no aeroporto de internacional de Confins (BH) num domingo normal (nada de feriados, promoções monstruosas de passagens, absolutamente nada fora do normal. Eis que chego e encontro o aeroporto cheio. Ótimo. Embarquei no avião Embraer 195 (que, apesar de ser brasileiro e de qualidade razoável, não é utilizado pelas maiores companhias do país). Víamos uma fila de 5 aviões aguardando para decolar. Tempo de espera: 20 minutos.

    Aí eu te pergunto: Como, COMO o Brasil vai sediar o evento esportivo que mais movimenta dinheiro/pessoas no mundo?

    O que fizemos até agora? Começamos a reformar alguns estádios e planejar a construção de outros. Tá. Mas como o cara vai chegar ao estádio? Antes disso, como ele vai chegar ao país? Onde ele vai se hospedar?

    Não temos hotéis suficientes, não temos boas rodovias na maioria das cidades-sede, não temos aeroportos pra receber toda essa gente.

    Aí eu te pergunto de novo: como?

    Imagine que você é uma pessoa normal, que gosta de futebol, tem um dinheiro sobrando e diz: “Vou ver a Copa do Mundo!”

    Você vai procurar um bom hotel pra ficar, um bom lugar pra comer, bons lugares pra passear… aí você chega no país. Não tem hotel bom disponível, os restaurantes tem filas quilométricas, todos os roteiros de passeios estão sobrecarregados. “AHH, vou relaxar. Vou assistir à algum jogo.”, diz você. Logo na saída de seu hotel “não tão bom”, você já encontra um trânsito horrível e demora horas pra chegar ao estádio. Estádio esse que, apesar de ser muito bom, é bem provável que seja jogado às traças em 2 ou 3 anos, e, depois de uma, ou talvez duas décadas, estará em péssimo estado. Triste, porém verdade.

    Brasil sil sil!

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoOutros AutoresTextos
    Antes de tudo, gostaria de agradecer a oportunidade de escrever aqui õ/
    (fui convidado pelo Sandro a escrever todo 1° post do mês. =D)

    Tava com esse texto e mais 2 poemas prontos e pensando no que ia postar, mas achei que os poemas são pessoais demais =/ (quem sabe não posto mês que vem… :D).

    .

    Brasil, país cheio de belezas, enriquecido cultural e materialmente, mas esquecido pelo próprio governo.

    Dia desses estava eu no aeroporto de internacional de Confins (BH) num domingo normal (nada de feriados, promoções monstruosas de passagens, absolutamente nada fora do normal. Eis que chego e encontro o aeroporto cheio. Ótimo. Embarquei no avião Embraer 195 (que, apesar de ser brasileiro e de qualidade razoável, não é utilizado pelas maiores companhias do país). Víamos uma fila de 5 aviões aguardando para decolar. Tempo de espera: 20 minutos.

    Aí eu te pergunto: Como, COMO o Brasil vai sediar o evento esportivo que mais movimenta dinheiro/pessoas no mundo?

    O que fizemos até agora? Começamos a reformar alguns estádios e planejar a construção de outros. Tá. Mas como o cara vai chegar ao estádio? Antes disso, como ele vai chegar ao país? Onde ele vai se hospedar?

    Não temos hotéis suficientes, não temos boas rodovias na maioria das cidades-sede, não temos aeroportos pra receber toda essa gente.

    Aí eu te pergunto de novo: como?

    Imagine que você é uma pessoa normal, que gosta de futebol, tem um dinheiro sobrando e diz: “Vou ver a Copa do Mundo!”

    Você vai procurar um bom hotel pra ficar, um bom lugar pra comer, bons lugares pra passear… aí você chega no país. Não tem hotel bom disponível, os restaurantes tem filas quilométricas, todos os roteiros de passeios estão sobrecarregados. “AHH, vou relaxar. Vou assistir à algum jogo.”, diz você. Logo na saída de seu hotel “não tão bom”, você já encontra um trânsito horrível e demora horas pra chegar ao estádio. Estádio esse que, apesar de ser muito bom, é bem provável que seja jogado às traças em 2 ou 3 anos, e, depois de uma, ou talvez duas décadas, estará em péssimo estado. Triste, porém verdade.

    Brasil sil sil!

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresTextos

    Queda Livre

    abril 01, 2011 • Honorato, Sandro
    Oi amores *-*
    Como sempre, estava louca pra chegar sexta logo e poder dar um pulinho aqui.
    Espero que gostem do texto, menos fossa do que os ultimos que postei.
    Beijos, aproveitem bem o fim de semana e fiquem com Deus.
    Leticia .
    ………………………………………
     
     
    Eu cai, todas as vezes que você saiu do meu lado. Eu achei, que você era meu pilar e coloquei a culpa em você por tudo dar errado. Todas as vezes que eu tive medo, eu tentei correr para os seus braços e você nunca esteve aqui. Todas as vezes que eu chorei, eu corri para você porque precisava ouvir você dizer que nunca me deixaria sozinha e que sempre que eu precisasse, você estaria exatamente no mesmo lugar. Eu esperei ouvir que você nunca iria me deixar. Eu fechei os olhos pra minha vida, eu só conseguia enxergar a dor de você ter partido. Eu coloquei tudo pra tras, eu centrei todos os meus sonhos em você. Mas você é só um garoto que não sabe nem o que fazer com seus proprios sonhos. Eu vivi tempos de tempestade e meu coração gritava socorro, mas ninguem podia ouvir. Eu fiquei esperando alguem vir me salvar, eu esperei alguem me tirar desse buraco que eu cai. Mas hoje eu vejo, mas hoje eu sei, que a unica pessoa que podia me salvar sempre esteve comigo, mesmo depois de eu deixa-la de lado, mesmo depois de eu ferir seu coração, só eu mesma poderia me tirar dessa situação. Hoje eu sei que eu me viro melhor sozinha, sei que meu unico pilar é Deus, eu sei que eu me amo acima. Eu sei e como sei, que podem me jogar no vale mais profundo, podem me por diante de uma parede, podem me jogar em queda livre ou me atirarem contra o mar, nada me atingirá, porque eu sou apaixonada por adrenalina e tudo isso não passa de um grande e divertido Esporte Radical!
    Pensando bem, você nem era tão interessante assim…

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresTextos

    Garoto Aranha,

    março 25, 2011 • Honorato, Sandro
    Já é sexta e eu não via a hora de postar alguma coisinha pra vocês, espero que gostem *-*
    Leticia.
    ……………………………………………………………….
    fico imaginando como seria minha vida se nunca tivesse conhecido você e me sinto angustiada. Você fez parte da minha historia, você foi um passado bonito, mas hoje faz parte dos meus pesadelos mais sombrios. Eu nem sei mais quem você é. E toda vez que eu olho nos seus olhos, onde está o amor? onde está a paixão? E toda vez que eu vejo seus labios, eles nunca dizem a verdade. Você mudou tanto e eu continuo acreditando que um dia tudo vai voltar ao normal. Olhe pra mim, olhe pra você, eu não sei como aguentamos tanto tempo juntos, somos tão diferentes. Eu queria poder voltar um dia no passado e entender o que me fez amar você e o que fez meu coração se quebrar. E toda vez que eu ouço a sua voz, eu lembro de toda a nossa historia, e eu não consigo evitar o fato de que eu te amo mesmo você não merecendo. E enquanto a chuva cai la fora, eu continuo tentando evitar o vazio aqui dentro, uma dezena de livros e alguns tantos filmes só pra evitar esse buraco, mas quando fecho os olhos não consigo pensar em outra coisa: Por que não consigo simplesmente te deletar? Você me fez tão mal, você disse tudo de maneira tão cruel e mesmo assim, eu ainda não consigo ignorar. Você tenta me afetar de algum modo e me fazer sentir balançada, só pra ter certeza de que quando estiver sozinho, ainda tem alguem por você e pra você, pra você curar sua alma. Enquanto isso você me congela, você alimenta meu amor e então o prende num calabouço, você me faz sorrir e então põe lagrimas no meu rosto. E todas as vezes que eu tento te evitar, caio novamente na sua teia sem vontade de me soltar, garoto aranha, rapte-me e alimente-se ou deixe-me ir .

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresTextos
    Oi amores.
    Cá estou eu, nessa sexta de chuvinha aqui por SP, postando um dos meus textos e torcendo pra que gostem.
    Beijos e fiquem com Deus.
    Leticia,
    Eu posso gritar dizendo que não quero mais você aqui, posso jogar todas as minhas coisas dentro de uma bolsa e fingir que sei me virar sozinha. Posso dizer que nunca te amei e que eu me sinto melhor comigo mesma, posso rasgar nossas fotos, desmentir todas as juras, posso jogar tudo pro alto. Mas no fundo você sabe que eu vou estar destruída, sabe que eu preciso de você, sabe que eu te amo mais que tudo (que sempre vou amar), sabe que não troco sua presença por nada, sabe que cada instante, cada sorriso, cada olhar esta fotografado, arquivado e protegido na minha memória e que cada jura de amor foi sincera e eterna… E mesmo que eu mande você embora e diga que vai ser melhor sem você, você sabe que eu vou estar mentindo, sabe que eu sou pequena e estupida o bastante para não saber a diferença entre manteiga e margarina, sabe que eu vou me curvar inteira no primeiro casal que passar por mim lembrando de você, sabe que eu vou andar por aí sem rumo esperando que você me encontre novamente, rezando para que você me perdoe por ter ido embora e que quando não te encontrar vou sentir meu corpo partir pouco a pouco e a cada segundo minha alma desfalecer, sem motivo nenhum para ordenar meus olhos que fiquem abertos. Você me conhece o bastante pra saber que eu posso… mas não quero nem vou.

    Veja também esses posts relacionados:

    Outros AutoresTextos

    Carta pra você .

    março 11, 2011 • Honorato, Sandro
    Ah *-*
    Mais uma sexta, hoje eu trago uma ‘carta’ pra vocês. Eu tenho mania de escrever cartas que eu JAMAIS entregaria e essa é uma delas, espero que gostem.
    Beijos.
    Leticia.
    “Querido,

    Tenho procurado nos seus olhos aquele velho garoto que tinha o poder de me manter hipnotizada, mas agora ele simplesmente parece uma parte enterrada no seu passado. Quando fecho os olhos ainda te vejo deitado, de olhos fechados e sem camisa, ainda posso sentir o ir e vir do seu peito debaixo da minha cabeça. Lembro de você me dizendo que tudo ficaria bem e que você seria pra sempre meu, lembro de como tudo pareceu real naquela epoca e de como eu tive fé de que daria certo. Então você partiu… e desde então tenho procurado pensar nas coisas ruins, nas suas manias irritantes e no seu egoísmo, tento pensar em todas as coisas que eu odeio em você, em como odiava o modo como era maxista e no seu sorriso sarcástico, mas eu nunca consigo encontrar nada que eu odeie a ponto de não te amar.

    Eu só estou aqui, parada, babaca, sonhando acordada com sabe lá Deus o que. Eu só estou aqui tentando me lembrar de como eu era antes de você aparecer, travando batalhas comigo mesma com medo de perder e implorando para que eu possa esquecer e mesmo assim, me recordando ainda mais.
    Eu sou só uma garota que se apaixonou por um garoto. Eu sou só uma garota, escrevendo uma carta sobre o quanto esse amor é importante e sobre o quanto esse amor a corrói. Eu sou só uma garota pedindo para que olhe nos meus olhos e entenda de uma vez por todas que nenhuma outra vai te querer tão bem quanto eu.
    Te amo mais do que tudo.”

    Olhei pra carta, melosa demais… Amassei, joguei no lixo e pensei: “Agora, se ele quiser, ele corre atras!”

    Veja também esses posts relacionados:

    1 21 22 23 24 25
    instagram
    Translate »