• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Categoria: Honorato

    HonoratoMudando de Assunto

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou fazer uma indicação de série que eu amei eu foi “The Man in the high castle”
    Disponível na Amazon Prime Video.
    Então vamos ao texto e abraços.

    THE MAN IN THE HIGH CASTLE

    SINOPSE:
    Baseada em um livro homônimo de Philip K. Dick, The Man in the High Castle apresenta uma realidade alternativa em que a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) foi vencida pela Alemanha e pelo Japão. A trama se passa em 1962 e mostra os Estados Unidos divididos: os japoneses controlam a costa oeste e os alemães, a leste.

    MINHA OPINIÃO:
    Só de fazermos imaginar um mundo onde o Eixo (Alemanha, Japão e Itália) venceram a 2ª Guerra Mundial contra os Aliados (EUA, França, Inglaterra, URSS) já deu um nó na minha cabeça e me fez buscar esta série.
    Os EUA estavam divididos em costa oeste para Japão, costa leste para os alemães do Reich e uma zona Neutra.

    A série gira em torno de Juliana Crain (Alexa Davalos), uma estadunidense moradora de San Francisco, lado japonês que por acidente ou não acaba fazendo parte da Resistência: os “rebeldes” que buscam os filmes criados por um misterioso homem intitulado O Homem do Castelo Alto. Estes filmes mostram um mundo diferente, onde os EUA e Aliados venceram a guerra e seria o combustível para que mais pessoas aderissem a causa de lutar pela libertação do país. O Hitler sabendo disso, ordena para que John Smith (Rufus Sewell), um dos líderes alemães na América busque estes filmes.
    E não posso dizer que somente Juliana e John Smith são protagonistas da série.
    Muitos personagens têm participação fundamental: John Smith tem problemas grandes também: além de comandar o lado Nazista nos EUA tem problemas em sua casa com sua mulher Helen Smith (Chelah Horsdal) e filhos; Takeshi Kido (Joel de la Fonte) é inspetor-chefe da polícia japonesa e comete várias atrocidades para chegar a suas respostas; Nobusuke Tagomi(Cary-Hiroyuki Tagawa) é o primeiro-ministro do comércio japonês nos EUA e é um dos poucos que parece querer ajudar Juliana mesmo que isso afete seu status no governo japonês.
    Frank Frink (Rupert Evans), companheiro de Juliana e totalmente descrente nos filmes também assume papel de destaque; Joe Blake (Luke Kleintank) é um personagem que flutua pelos dois lados: a princípio no Reich mas ao nutrir sentimentos por Juliana começa a se contrariar (ah, tem um pouco de romance também, porque não?)

    E é isso que me atrai na série: tem como plano de fundo o drama, mas não peca em misturar ação, espionagem, assuntos políticos, interesses pessoais e um pouco de romance, e fora um toque de ficção cientifica (que a gente vê mais nas 3ª e 4ª temporadas)
    Realmente, é uma série bem dramática. Não tem “risadinha”, os diálogos são bem estruturados e com o clima de tensão ao redor.

    Fora também o visual: as roupas, os carros, os cenários são todos ricos em detalhes e nos leva a década de 60 neste mundo alternativo.
    Aliás, o seriado foi vencedor de dois Emmys (prêmio a programas e profissionais de televisão): Melhor design de abertura e melhor fotografia.

    Para mim, o que pecou foi a 4ª e última temporada: deixou muitos pontos soltos e o final de alguns personagens foi insatisfatório.

    Mas, enfim, é uma série que recomendo com certeza. São 40 episódios muito bem feitos, uma ótima opção para você que esta ai na quarentena sem uma série para maratonar.

    FICHA TÉCNICA:
    Nome: The Man in the high castle (O homem do castelo alto)
    Gênero: Drama, Suspense, Distopia, Ficção Cientifica
    Produção: Michael Cedar, Jean Higgins, Jordan Sheehan, David W. Zucker
    Atores de destaque: Alexa Davalos, Rupert Evans, Luke Kleintank, Rufus Sewell
    Temporadas: 4 (2015-2019)
    Nº de Episódios: 40
    Onde Assistir: Amazon Prime Video

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoMudando de Assunto

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou fazer uma indicação de série que eu amei eu foi “The Man in the high castle”
    Disponível na Amazon Prime Video.
    Então vamos ao texto e abraços.

    THE MAN IN THE HIGH CASTLE

    SINOPSE:
    Baseada em um livro homônimo de Philip K. Dick, The Man in the High Castle apresenta uma realidade alternativa em que a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) foi vencida pela Alemanha e pelo Japão. A trama se passa em 1962 e mostra os Estados Unidos divididos: os japoneses controlam a costa oeste e os alemães, a leste.

    MINHA OPINIÃO:
    Só de fazermos imaginar um mundo onde o Eixo (Alemanha, Japão e Itália) venceram a 2ª Guerra Mundial contra os Aliados (EUA, França, Inglaterra, URSS) já deu um nó na minha cabeça e me fez buscar esta série.
    Os EUA estavam divididos em costa oeste para Japão, costa leste para os alemães do Reich e uma zona Neutra.

    A série gira em torno de Juliana Crain (Alexa Davalos), uma estadunidense moradora de San Francisco, lado japonês que por acidente ou não acaba fazendo parte da Resistência: os “rebeldes” que buscam os filmes criados por um misterioso homem intitulado O Homem do Castelo Alto. Estes filmes mostram um mundo diferente, onde os EUA e Aliados venceram a guerra e seria o combustível para que mais pessoas aderissem a causa de lutar pela libertação do país. O Hitler sabendo disso, ordena para que John Smith (Rufus Sewell), um dos líderes alemães na América busque estes filmes.
    E não posso dizer que somente Juliana e John Smith são protagonistas da série.
    Muitos personagens têm participação fundamental: John Smith tem problemas grandes também: além de comandar o lado Nazista nos EUA tem problemas em sua casa com sua mulher Helen Smith (Chelah Horsdal) e filhos; Takeshi Kido (Joel de la Fonte) é inspetor-chefe da polícia japonesa e comete várias atrocidades para chegar a suas respostas; Nobusuke Tagomi(Cary-Hiroyuki Tagawa) é o primeiro-ministro do comércio japonês nos EUA e é um dos poucos que parece querer ajudar Juliana mesmo que isso afete seu status no governo japonês.
    Frank Frink (Rupert Evans), companheiro de Juliana e totalmente descrente nos filmes também assume papel de destaque; Joe Blake (Luke Kleintank) é um personagem que flutua pelos dois lados: a princípio no Reich mas ao nutrir sentimentos por Juliana começa a se contrariar (ah, tem um pouco de romance também, porque não?)

    E é isso que me atrai na série: tem como plano de fundo o drama, mas não peca em misturar ação, espionagem, assuntos políticos, interesses pessoais e um pouco de romance, e fora um toque de ficção cientifica (que a gente vê mais nas 3ª e 4ª temporadas)
    Realmente, é uma série bem dramática. Não tem “risadinha”, os diálogos são bem estruturados e com o clima de tensão ao redor.

    Fora também o visual: as roupas, os carros, os cenários são todos ricos em detalhes e nos leva a década de 60 neste mundo alternativo.
    Aliás, o seriado foi vencedor de dois Emmys (prêmio a programas e profissionais de televisão): Melhor design de abertura e melhor fotografia.

    Para mim, o que pecou foi a 4ª e última temporada: deixou muitos pontos soltos e o final de alguns personagens foi insatisfatório.

    Mas, enfim, é uma série que recomendo com certeza. São 40 episódios muito bem feitos, uma ótima opção para você que esta ai na quarentena sem uma série para maratonar.

    FICHA TÉCNICA:
    Nome: The Man in the high castle (O homem do castelo alto)
    Gênero: Drama, Suspense, Distopia, Ficção Cientifica
    Produção: Michael Cedar, Jean Higgins, Jordan Sheehan, David W. Zucker
    Atores de destaque: Alexa Davalos, Rupert Evans, Luke Kleintank, Rufus Sewell
    Temporadas: 4 (2015-2019)
    Nº de Episódios: 40
    Onde Assistir: Amazon Prime Video

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Olá,
    Como vão?
    Hoje dia 21 de março é comemorado do dia Mundial da Poesia e como não podíamos deixar passar me banco a poesia hoje fala sobre as lembranças que temos de alguém que nos era querido e que nem sempre serão tão boas assim.

    Abraços e boa semana a todos.

    AMARGAS LEMBRANÇAS

    É como ganhar um brinquedo
    E não poder brincar porque está de castigo
    É como relâmpagos cortarem as nuvens
    E você na rua não achar abrigo

    É como um dia de praia
    E de repente o céu ficar nublado
    É como sonhar com o futuro
    Se sua mente se prende ao passado

    É como ter noites de sonhos
    E depois acordar triste na realidade
    É como já ter tido motivos para sorrir
    E depois tudo se resume em saudade

    É como lhe darem asas
    E depois simplesmente as cortarem
    É como escrever uma poesia
    E suas palavras não rimarem

    É como te darem o mundo
    E depois tirarem seu chão
    É como finalmente descobrir o Amor
    E arrancarem sem dó seu coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Foi Fácil?

    março 14, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Hoje tem poesia nova no blog 🙂
    Espero que curtam 🙂
    Abraços

    FOI FÁCIL?

    Foi fácil me dar esperanças
    E depois tirar toda a fé que eu tinha?
    Foi fácil ficar do meu lado
    E depois me deixar sem sua companhia?

    Foi fácil me fazer promessas
    E depois não cumprir sua palavra?
    Foi fácil fazer dos teus braços meu abrigo
    E depois me deixar aqui sem casa?

    Foi fácil construirmos sonhos
    E depois vê-los ruir neste pesadelo?
    Foi fácil fazer eu te mostrar o melhor de mim
    E depois me deixar recluso com meus medos?

    Foi fácil beijar meus lábios
    E depois se entregar a outro?
    Foi fácil me dar asas
    E depois me ver aqui no fundo do poço?

    Foi fácil dar sentido a minha vida
    E depois me deixar aqui perdido?
    Foi fácil termos formado um casal
    E hoje sermos meros amigos?

    Foi fácil deixar eu me apaixonar por ti
    E agora não sei, tudo foi uma ilusão?
    Foi fácil, realmente foi fácil me oferecer Amor
    E hoje me deixar sem o próprio coração?

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoParceriasResenha

    Olá,
    Como vão?
    Hoje vou postar uma resenha de um livro cedido pela nossa parceira Universo dos Livros.
    É um livro de finanças. Mas antes de fazer aquela cara feia ( se você é de humanas, me entende) me acompanha nesta leitura?
    Abraços e tenha uma excelente semana

    [O Preto Resenha] – “Bora Enriquecer”

    SINOPSE
    Em Bora Enriquecer, Júlia Mendonça te ajudará a conquistar o sucesso financeiro, multiplicando seu patrimônio por meio de investimentos inteligentes! Indicado tanto para leigos quanto para quem é experiente no assunto, o livro traz dicas preciosas para você fazer seu planejamento financeiro e montar uma carteira de investimentos vencedora – aprendendo tudo sobre aplicações desde CDBs, LCIs, LCAs, Tesouro Direto, ações, fundos imobiliários, fundos de investimentos, metais e até criptomoedas.
    Por fim – e o mais importante! –, você será guiado ao ápice do investimento: fazer o dinheiro trabalhar por você! Complementando essa jornada, ela ainda oferece como bônus seu curso on-line para viver de renda! E aí, bora enriquecer?

    MINHA RESENHA
    Quem de nós nunca pensou: “Isso não teria acontecido se eu tivesse nascido rico” ou “Eu tenho bom gosto, mas me falta dinheiro”?
    Ou, pior, você foi adiando aquele sonho por condições financeiras até que um dia desistiu.

    O livro Bora Enriquecer da consultora financeira Júlia Mendonça não vai te tornar o próximo milionário da noite para o dia (infelizmente) mas vai lhe ensinar alguns passos rumo a vida financeira estável e se tudo der certo, você pode fazer seu dinheiro trabalhar por você, por que não?

    O livro conta em capítulos começando por como você sair do buraco (se é que você encontra nele, espero que não) com até exemplos de vida da autora mostrando como sair das contas em vermelho para o azul, passando pelo planejamento financeiro quando já começamos a ter um dinheiro sobrando e podemos fazer uma reserva de emergência, por exemplo.
    Em seguida, podemos entender um pouco mais sobre os investimentos, o que eu considerei o capitulo mais útil do livro pois a Júlia explica de forma mais simples e direta a qualquer pessoa o que são títulos públicos, títulos privados, títulos corporativos e por ai vai.

    NOTA: Como estudante de administração, acho que a linguagem adota pela autora deveria servir de exemplo em várias aulas na faculdade, sério mesmo.

    O quarto capítulo é: agora que você sabe mais, decida como escolher os melhores investimentos para você. Sim, pois existe o investidor mais conservador que é aquele que não assume tantos riscos, existe o Agressivo que aposta alto querendo retornos ainda maiores – mas que também pode perder uma bolada, porque não? E existe o Moderado que é aquele no meio termo.

    E por fim, como fazer o dinheiro trabalhar para você. Como aproveitar sua tão sonhada aposentadoria ou quem sabe, agora sim abrir o seu negócio, realizar seus sonhos e viver uma vida tranquila

    Resumindo, adorei a leitura. São menos de 200 páginas onde simplifica e muito sobre finanças pessoais porque a autora não usa aqueles termos técnicos e chatos. Existem vários exemplos, tabelas para facilitar também.
    E no final do livro existe um bônus: um QR-CODE para acesso a um curso online para viver de renda.

    E ai, bora enriquecer?

    FICHA TÉCNICA
    Título: Bora enriquecer – Conquiste o sucesso financeiro e faça o dinheiro trabalhar por você
    Autor: Júlia Mendonça
    Gênero: Economia, Finanças, Não-Ficção, Negócios e Empreendedorismo
    Ano de Publicação: 2019
    Número de páginas: 192
    ISBN-13: 9788550304540

    CONTATO COM AUTORA:
    Instagram
    Canal no YouTube

    ONDE COMPRAR
    Amazon
    Saraiva

    Veja também esses posts relacionados:

    HonoratoPoesia

    Rascunho

    fevereiro 29, 2020 • Honorato, Sandro

    Olá,
    Como vão?
    Este poema eu fiz há um muito tempo atrás em um momento difícil.
    Espero que gostem 🙂
    Abraços e tenham uma excelente semana.

    RASCUNHO

    Ele vai ser uma criança
    Ele vai ser eternamente um fio de esperança
    Ele vai cair nos truques do amor
    Ela vai experimentar mais uma vez a dor

    Ele vai ver fecharem-se muitas portas
    Ele vai ser uma incógnita
    Ele vai fazer planos que darão errado
    Ele vai ser um rascunho não terminado

    Ele vai ter várias pedras no caminho
    Ele vai chorar ao invés de estar sorrindo
    Ele vai lutar mesmo sabendo que sairá derrotado
    Ele vai ter apenas sua sombra ao lado

    Ele vai se entregar de corpo e alma
    Ele vai aprender que “amar” é só mais uma palavra
    Ele vai desistir pois não suporta mais tamanha decepção
    Ele vai ter sempre contigo este frágil coração.

    AUTOR: HONORATO, Sandro.

    Veja também esses posts relacionados:

    1 2 3 4 5 6 107
    instagram
    Translate »