Blogger Widgets

Lucília


Ele sussurra teu nome aos teus ouvidos como poesia. Lu-cí-li-a. Antigo, suave aos lábios. Um quê profundo, dirias. Então deixas percorrer teu corpo como labirinto, momentaneamente esquecida do amanhã. E uma parte de ti até se pergunta se vai durar.
 A vida te calejou um pouco. O medo de ser esquecida nos recantos do dia a dia está aqui, latente em cada milímetro da tua pele. Ele não percebe, ainda. Não te conheces. Vê a mulher forte que te tornastes, como a vida te sorriu. O produto de anos, lapidado. Que, mesmo assim, está insegura em querer demais, esperar demais, se decepcionar demais.
Quer deixar pra lá, bem sei. Tão habituada a ser só.
Sossega, Lucília. Esqueces que não precisas dele pra ser feliz.

6 Pensamentos:

  1. Oi Samyle,
    Linda imagem e lindo texto.
    Adorei seu jogo de palavras e a última frase, amo!
    Primeiro precisamos de nós para ser feliz ♥

    tenha uma ótima semana =D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nana! Fico feliz que tenha gostado do meu jogo de palavras. Sempre tento escrever assim, acho q é alma do negócio. Na escrita a gente pode se dar luxo de ser um pouco poeta também rs'

      Beijos

      Excluir
  2. OOi adorei o post, muito bonito.
    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com.br
    Ps: Poderia me ajudar em uma divulgação ? Caso queira ajudar me mande um e-mail Bella.pagina@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. A felicidade construída consigo mesmo é inabalável. Não precisamos de mais ninguém, apenas deixamos que adentrem ao nosso mundo feito do jeitinho que somos.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Thaline! A gente tem que se interessar em construir a nós mesmos, a ser feliz com o que somos, em primeiro lugar.

      Beijos

      Excluir
  4. Exatamente, ser felizes com nós mesmos é o primeiro passo para depois sermos felizes com alguém, espero que a Lucília se dê conta disso ;)
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir