• Categorias

  • "Transbordando sentimentos puros em palavras"

    Samyle S.Textos
    Você virou acara pra mim dia desses.  Pela primeira vez.
    E a única coisa que pude pensar foi em como nós poderíamos evitar de se esbarrar por aí daqui em diante.  Não posso culpá-lo.
    Até hoje não entendo como pôde se manter interessado em mim por tanto
    tempo. Não entendo como você encontrou alguém e mesmo assim teimava em me olhar
    com tanto carinho. Um carinho tímido, sim, mas que me constrangia pela
    intensidade. O seu olhar equivalia a um abraço.
    Esses dias tenho preenchido meus pensamentos com os mais diversos pedidos de desculpas que
    nunca darei. O pudor não me permite. Por isso escrevo. Alivia, ainda que pouco,
    esse sentimento de culpa. Não que eu tenha te enganado até aqui, acho que
    sempre fui bastante sincera. Mas não gosto de como as coisas culminaram em você
    me evitando. É estranho perder esse olhar de quem me via melhor do que sou.
    Se pudesse, gostaria de te dizer que eu não sou uma página em branco. Se o fosse, de bom
    grado deixaria você me rabiscar por inteira, certa de que faria um bom
    trabalho. É raro encontrar alguém com um coração tão grande que transborda às vistas
    de todos. Eu o deixaria entrar em minha vida sem rodeios, ainda que para bagunçá-la
    ou pô-la em ordem. Mas cada um sabe os por quês que carrega no peito, e o meu é
    prenome que ainda não se arquivou no passado.

    Veja também esses posts relacionados:

    Comente com o Facebook

    Deixe seu comentário

    3 Comentários

  • Juliana Lira
    25 jun 2017

    O perigo de se deixar rabiscar por inteiro é que a gente não sabe que escritas serão impressas no nosso coração. Infelizmente nem todos se importam com as marcas que provocam no nosso peito.
    Mas como sempre um texto lindo. É bom saber que não paramos de escrever.

    Beijos

    • Honorato, Sandro
      Honorato, Sandro
      08 jul 2017

      De fato, é um risco bem grande. Mas a gente sempre é marcado por quem passa pela nossa vida, como diz Saint-Exupéry, as pessoas deixam um pouco de si e levam um pouco de nós. Amor é um risco, viver é um risco. Com o tempo a gente vai aprendendo a lidar com essas marcas não tão boas.
      E obrigada pelo feedback! Fico muito grata em saber que meus rabiscos estão valendo a pena ser lidos rs'
      Beijos

  • Letícia Olegario
    24 jun 2017

    OOi adorei o texto, ficou muito bom.
    Beijos bom final de semana
    bellapagina.blogspot.com.br

  • instagram
    Translate »