Blogger Widgets

Dos motivos que nos trouxeram até aqui

Você virou a cara pra mim dia desses. Pela primeira vez. E a única coisa que pude pensar foi em como nós poderíamos evitar de se esbarrar por aí daqui em diante. Não posso culpá-lo. Até hoje não entendo como pôde se manter interessado em mim por tanto tempo. Não entendo como você encontrou alguém e mesmo assim teimava em me olhar com tanto carinho. Um carinho tímido, sim, mas que me constrangia pela intensidade. O seu olhar equivalia a um abraço.
Esses dias tenho preenchido meus pensamentos com os mais diversos pedidos de desculpas que nunca darei. O pudor não me permite. Por isso escrevo. Alivia, ainda que pouco, esse sentimento de culpa. Não que eu tenha te enganado até aqui, acho que sempre fui bastante sincera. Mas não gosto de como as coisas culminaram em você me evitando. É estranho perder esse olhar de quem me via melhor do que sou.
Se pudesse, gostaria de te dizer que eu não sou uma página em branco. Se o fosse, de bom grado deixaria você me rabiscar por inteira, certa de que faria um bom trabalho. É raro encontrar alguém com um coração tão grande que transborda às vistas de todos. Eu o deixaria entrar em minha vida sem rodeios, ainda que para bagunçá-la ou pô-la em ordem. Mas cada um sabe os por quês que carrega no peito, e o meu é prenome que ainda não se arquivou no passado.
1 Pensamentos

Alforria.

Alforria.

Não me pergunte se está tudo bem. Sabemos que a resposta vem sendo "não".
Está sendo mais difícil do que imaginei, sabe?
Escrever sempre foi tão fácil mas, você me tira as palavras da boca e agora do papel.
EU SEI que tu vai ler!
Você sempre lê o que escrevo e nem um "obrigado" tenho recebido. Provavelmente irei ler um "hum" teu.
Lembro-me quando você me dilacerou e falou que gostava de outro alguém. Você esqueceu né?
Quem bate sempre esquece e quem apanha sempre lembra. E sempre lembrarei de você, meu bem.
Lembrarei das noites batendo papo até um dos lados cederem o sono. Vou lembrar da última vez que te vi pessoalmente e quando te abracei não sabia se ia soltar. Sempre lembrarei das músicas que cantamos um pro outro via áudios no whatsapp. Mas nós sabemos, podíamos ter feito uma melodia melhor para este final. Odeio marcha fúnebre.

Queria que não fosse assim. Queria te dizer cara a cara. Mas a vida te levou para outro estado e o meu estado hoje é de calamidade pública. Respiro por aparelhos com este sentimento que sabemos que um tem pelo outro mas nenhum dos dois quer admitir. Quer merda de orgulho besta é este ein?

Eu nunca havia dito a você, mas eu te Amo.
Daria o meu calor para te aquecer no frio que ai faz.
Daria minhas poesias para que seus dias fossem sempre iluminados.
Daria meu sorriso para nunca mais te ver chorar.
Daria meu restante de vida para viveres bem.
Eu daria isso tudo mas estou simplesmente lhe dando meu último texto de amor sobre nós.

Eu tenho prendido sua alma neste recipiente que eu chamo de coração e não tenho deixado você bater asas para o lar que tanto lhe merece. Outro alguém lhe espera e não é este aqui que brinca com poesia.
Amar é isso, estar preso a um sentimento mas querer que seu amor seja livre ao mesmo tempo.
Por isso, receba a sua carta de alforria agora. Vá em busca dos teus sonhos. Vá beijar a boca que tanto anseia. Vá abraçar os braços que te aguardam. Vá ser os versos na vida de um verdadeiro poeta.
01:12

12.06.217


HONORATO, Sandro.

3 Pensamentos

Em prosa


Você anda com a boca em prosa ultimamente. Esse seu jeito retraído, tão característico, dá lugar aos poucos a uma desenvoltura que você não se acreditava capaz. Andar só tem suas vantagens. Quem diria, não é mesmo? Há um tempo atrás você tinha amigos para a vida inteira. Hoje se descobre um tanto carente de atenção.
A vida pega a gente de surpresa. Até ontem você sabia de tudo.  Nos mínimos detalhes, plano de vida milimetricamente traçado. E hoje você ri dos imprevistos, aprendendo à força a ter jogo de cintura. Está se perdoando mais por não poder fazer tudo, e isso é bom. Está saindo melhor do que o planejado, garanto-lhe.
Há certas coisas que ficam, contudo. Seus passos, já tão apressados, aceleraram-se pela falta de tempo. Os silêncios de olhos inquietos, as mensagens longas de quem parece ter nascido em outra época, essa vontade de ter o mundo inteiro num abraço só. É apenas o corpo o limite. A fadiga da caminhada, o sono que exige repouso. Você tá provando da vida adulta ainda, e já partilha do lamento da sua geração.
E apesar dos pesares, diz que se encontrou. Que está exatamente onde deveria estar. O coração transborda.  A vida está só começando e você mal pode esperar.

Receber um convite para voltar a escrever depois de três anos parada foi uma surpresa. Não pude deixar de sorrir de lado a lado por saber que, embora tenha se passado tanto tempo, alguém ainda lembrava com tanto carinho dos meus textos que queria me ver escrevendo de novo. Meus rabiscos amadores tinham tocado alguém a esse ponto. Aceitei com a certeza de que teria um enorme desafio pela frente, mas muito grata pela oportunidade.
Esse sentimento aumentou ainda mais quando uma outra leitora querida entrou em contato comigo essa semana. Soube que estava no caminho certo.
Demorei mais de duas semanas para escrever meu texto de estreia. Espero não ter decepcionado. Ele me surpreendeu, se querem saber. Para quem só escreve peças de processos há meses, e quase não tem tempo de ler outra coisa que não seja livros para faculdade, saber que não perdi o jeito foi maravilhoso. Para quem tem curiosidade, alguns textos antigos meus estão aqui.
Meu nome é Samyle, prazer. Vou escrever aqui quinzenalmente a partir de hoje. Espero que gostem.

6 Pensamentos

Lado da Cama

Lado da Cama

Toda vez que chegamos ao mês de junho minha cabeça faz questão de lembrar-me de uma coisa: está chegando mais um dia dos namorados.
Eu queria não me importar com isso mas, para um poeta como eu é difícil não lembrar do dia em que as pessoas lembram de amar ao próximo.
Era complicado ver meus amigos comprando presentes e planejando o dia 12 de junho com seus pares e eu aqui planejando qual filme ou anime vou assistir.
Era difícil dar conselhos amorosos quando na verdade eu só escrevo sobre amor. Relacionamentos? Meu relacionamento mais durável continua sendo com este blog (7 anos de matrimônio).
Era foda ler declarações de amor nas redes sociais ou ver as pessoas comprando aqueles cartões de presente com mensagens já escritas sendo que eu faço isso de graça aqui neste pequeno espaço o ano todo.
Eu estive esperando por alguém nos últimos 24 anos de minha vida para ter noção de que no fundo eu nunca precisei de alguém.
Talvez, eu seja o amigo de todos e nunca o amor da vida de outra pessoa.   Como eu seria tudo na vida de outra garota se eu não valorizo a mim mesmo?
Por isso, eu digo a quem estar solteiro para relaxar.
Se ame. Faça as coisas que você goste de fazer. Assista seus filmes favoritos. Vá no cinema. Leia um livro, dois, três. Viaje. Saia para os lugares que sempre quis ir.
Tudo por conta própria. Curta sua própria companhia.


Aproveite enquanto você ainda pode escolher o seu lado na cama.

AUTOR: HONORATO, Sandro.


4 Pensamentos

Honorato`s Songs #59

Olá,
Como vão?
Hoje faz uma semana que Chis Cornell, vocalista do Audioslave e Soundgarden nos deixou.
Venho deixar minha homenagem com esta música que eu curto do Audioslave.
Abraços

Audioslave – Doesn`t Remind Me (Não me lembra)
I walk the streets of Japan till I get lost
Eu ando pelas ruas do Japão até ficar perdido
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada
With a graveyard tan carrying a cross
Com um bronzeado de cemitério e carregando uma cruz
It doesn't remind me of anything
Isso não me lembra nada
I like studying faces in a parking lot
Gosto de analisar rostos no estacionamento
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada
I like driving backwards in the fog
Gosto de dirigir de ré na neblina
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada

The things that I've loved, the things that I've lost
As coisas que amei, as coisas que perdi
The things I've held sacred, that I've dropped
As coisas que julguei sagradas e depois abandonei
I won't lie no more, you can bet
Não vou mais mentir, pode apostar
I don't want to learn what I'll need to forget
Não quero aprender coisas que precisarei esquecer

I like gypsy moths and radio talk
Eu gosto de mariposas e conversas de rádio
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada
I like gospel music and canned applause
Gosto de música gospel e palmas artificiais
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada
I like colorful clothing in the sun
Gosto de roupas coloridas ao sol
'Cause it doesn't remind me of anything]
Pois isso não me lembra nada
I like hammering nails and speaking in tongues
Gosto de martelar pregos e de falar em outras línguas
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada

The things that I've loved, the things that I've lost
As coisas que amei, as coisas que perdi
The things I've held sacred, that I've dropped
As coisas que julguei sagradas e depois abandonei
I won't lie no more, you can bet
Não vou mais mentir, pode apostar
I don't want to learn what I'll need
Não quero aprender coisas que precisarei

Bend and shape me
Me molde
I love the way you are
Eu amo o seu jeito de ser
Slow and sweetly
Lenta e docemente
Like never before
Como nunca antes
Calm and sleeping
Calma e dormindo
We won't stir up the past
Não vamos falar do passado
So discretely
Tão discretamente
We won't look back
Não vamos olhar para trás

The things that I've loved, the things that I've lost
As coisas que amei, as coisas que perdi
The things I've held sacred, that I've dropped
As coisas que julguei sagradas e depois abandonei
I won't lie no more, you can bet
Não vou mais mentir, pode apostar
I don't want to learn what I'll need
Não quero aprender coisas que precisarei

I like throwing my voice and breaking guitars
Eu gosto de forçar a voz e de quebrar guitarras
'Cause it doesn't remind me of anything
Pois isso não me lembra nada
I like playing in the sand, what's mine is ours
Gosto de brincar na areia, o que é meu é seu
If it doesn't remind me of anything
Se isso não me lembrar nada

2 Pensamentos

Vagalume

Olá,
Como vão?
Hoje vou deixar com vocês uma poesia sobre aquele amor conhecido pela pessoa amada e nada correspondido.
Espero que vocês gostem.
Abraços.


Vagalume

Você lembra de mim as vezes
E eu não te tiro da cabeça nunca
Você é a personificação das minhas poesias
E não sabe que para ti as escrevo

Você ri das piadas por ai contadas
E eu sofro por não fazê-la sorrir
Você brinca com meu coração
E eu insisto em jogar teu jogo

Você ilumina minha vida a noite
E desaparece quando a manhã chega
Você voa entre meus sonhos
E não pousa para realiza-los

Você é a paixão da minha vida
E eu não sei dizer isso cara-a-cara
Você vive da minha paixão
E eu deste Amor Vagalume.

AUTOR: HONORATO, Sandro.


3 Pensamentos

Laços de Sangue

Olá,
Como vão?
Hoje vou deixar uma homenagem a uma pessoa que eu aprendi a considerar com uma segunda mãe.
Espero que goste desta poesia :)
Abraços a todos.

Laços de Sangue

Não precisou estar em uma constelação
Para brilhar como toda estrela
Não precisou de vários versos
Para terminar em poesia

Não precisou estar perto
Para se fazer presente
Não precisou de palavras
Para se facilmente compreender

Não precisou do abraço
Para me consolar na tristeza
Nem precisou estar sorrindo
Para saber que estava contente

Não precisou ser do mesmo sangue
Para sermos da mesa família
Não precisou que eu chamasse de mãe
Para que eu me considerasse seu filho.

AUTOR: HONORATO, Sandro.

2 Pensamentos

Honorato`s Songs #58

Olá,
Como vão?
Hoje vou deixar o som do Barão Vermelho.
Amo a mensagem passada pela canção.
Espero que vocês gostem :)
Abraços

Barão Vermelho - Enquanto ela não chegar

Quantas coisas eu ainda vou provar
E quantas vezes para a porta eu vou olhar
Quantos carros nessa rua vão passar
Enquanto ela não chegar

Quantos dias eu ainda vou esperar
E quantas estrelas eu vou tentar contar
E quantas luzes na cidade vão se apagar
Enquanto ela não chegar

Eu tenho andado tão sozinho
Que eu nem sei no que acreditar
E a paz que busco agora
Nem a dor vai me negar

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver

Quantas besteiras eu ainda vou pensar
E quantos sonhos no tempo vão se esfarelar
Quantas vezes vou me criticar
Enquanto ela não chegar

Eu tenho andado tão sozinho
Que eu nem sei no que acreditar
E a paz que busco agora
Nem a dor vai me negar

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar, é deixar
É deixar viver
É deixar viver
Viver é deixar viver

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver

2 Pensamentos

Perdoe-me

Olá,
Como vão?
Hoje é uma data especial para esta pessoa que aqui escreve. Este blog faz 7 anos de vida. Meus eternos agradecimentos a todos que nos acompanharam e nos ajudaram com palavras, criticas  e sugestões desde 22/04/2010.

Vou deixa-los com uma poesia bem romântica, quase que uma declaração eu considero.
E que todos tenham alguém para perdoar assim em nossas vidas.
Abraços a todos.

Perdoe-me

Perdoe-me pela lentidão
Mas ainda lhe devo desculpas, não acha?
Por anos pacientemente esperei
E juro que minha chance não desperdiçarei

Perdoe-me por acorda-la
Você se importaria em virar esta noite?
Eu não quero dormir, pra falar a verdade
Estar contigo é assistir o sonho virando realidade

Perdoe-me pela ousadia
Mas permita-me saborear teus lábios?
Deixe-me dar o nosso primeiro beijo
Não sabes o quanto atenderia o meu desejo

Perdoe-me pela intromissão
Mas posso fazer poesias para ti?
Todo poeta se apaixona um dia
E você é a inspiração minha

Perdoe-me pela demora
Mas ainda há espaço para mim no seu coração?
Pois no meu você já faz moradia
Desde que entrou em minha vida.

AUTOR: HONORATO, Sandro.

3 Pensamentos

Conselhos a uma amiga

Olá,
Como vão?
Hoje venho deixar uma poesia a uma grande amiga minha.
E que os mesmos conselhos possam ser usados por todos em suas vidas :)

Abraços


Conselhos a uma amiga

Com tanta beleza
Não ligue para os dias feios
Com este sorriso radiante
Não deixe a tristeza te abater

Com tanta energia em ti
Não se desgaste por coisas fúteis
Com tanta poesia em pessoa
Não deixe ser a musa de qualquer poeta

Com esta mente fértil
Não desista até os sonhos se realizarem
Com tanta vida pela frente
Não mire o que ficou no passado

Com estes lábios de princesa
Não beije bocas de meros plebeus
Com este olhar hipnotizador
Não se encante com homens qualquer

Com este coração enorme
Não tenha paixões tão pequenas
Com este Amor dentro de ti
Não esqueça de amar a si própria.

AUTOR: HONORATO, Sandro.

4 Pensamentos

Contrastes

Contrastes

Eu, ouço rap e rock
Ela, seu MPB não descarta
Eu, faço o tipo caseiro
Ela, noites de festa, bebida e balada

Eu, cabelo crespo e encaracolado
Ela, cabelos negros e lisos
Eu, sonho em viajar pelo mundo
Ela, quer casar e ter filhos

Eu, olhos escuros como a escuridão
Ela, um olhar claro como o dia
Eu, risadas altas ao vento
Ela, esbanja mais simpatia ainda

Eu, metido a poeta
Ela, é pura poesia
Eu, sou um mero Valete
Ela, a maior das Rainhas

Eu, a amava como nunca amei ninguém
Ela, me via como um amigo
Eu, agora não sei o que fazer com o Amor
Ela, fará agora de outros braços seu abrigo.

AUTOR: HONORATO, Sandro.

1 Pensamentos

Honorato`s Songs #57

Olá,
Como vão?
Hoje vou deixar uma música do Oasis que sempre ouvia quando estava triste.
Primeiro, ela me levava a lágrimas, confesso.
Mas depois eu faço como diria a canção recomenda "Faça seu coração parar de chorar".
Espero que gostem da escolha e boa semana a todos.



Oasis - Stop Crying Your Heart Out (Faça seu coração parar de chorar)

Hold up!
Aguente!
Hold on!
Aguente!
Don't be scared
Não tenha medo
You'll never change what's been and gone
Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

May your smile (May your smile)
Talvez seu sorriso (Talvez seu sorriso)
Shine on (Shine on)
Brilhe (Brilhe)
Don't be scared (Don't be scared)
Não tenha medo (Não tenha medo)
Your destiny may keep you warm
Seu destino pode te manter aquecido

'Cause all of the stars
Pois todas as estrelas
Are fading away
Estão desaparecendo
Just try not to worry
Apenas tente não se preocupar
You'll see them some day
Você as verá algum dia
Take what you need
Apenas pegue o necessário
And be on your way
E siga o seu caminho
And stop crying your heart out
E faça seu coração parar de chorar

Get up (Get up)
Levante (Levante)
Come on (Come on)
Vamos lá (Vamos lá)
Why you scared? (I'm not scared)
Por que você está com medo? (Eu não tenho medo)
You'll never change what's been and gone
Você nunca poderá mudar o que  aconteceu e passou

'Cause all of the stars
Pois todas as estrelas
Are fading away
Estão desaparecendo
Just try not to worry
Apenas tente não se preocupar
You'll see them some day
Você as verá algum dia
Take what you need
Apenas pegue o necessário
And be on your way
E siga o seu caminho
And stop crying your heart out
E faça seu coração parar de chorar

'Cause all of the stars
Pois todas as estrelas
Are fading away
Estão desaparecendo
Just try not to worry
Apenas tente não se preocupar
You'll see them some day
Você as verá algum dia
Take what you need
Apenas pegue o necessário
And be on your way
E siga o seu caminho
And stop crying your heart out
E faça seu coração parar de chorar

We're all of the stars
Nós somos todas as estrelas
We're fading away
Nós estamos desaparecendo
Just try not to worry
Apenas tente não se preocupar
You'll see us some day
Você nos verá algum dia
Just take what you need
Apenas pegue o necessário
And be on your way
E siga seu caminho
And stop crying your heart out
E faça seu coração parar de chorar
Stop crying your heart out
Faça seu coração parar de chorar. 

1 Pensamentos

Hecatombe.

Hecatombe.

Estou cansado de você lembrar que somos amigos quando você precisa de mim para algo. 
Cadê a reciprocidade? 
Não deveríamos ter uma relação de interesse unilateral. 
Por que não fazemos assim: Você me pede qualquer coisa e em troca você vai ler esta carta até o final?

Por você eu mudei meu vocabulário infantil e cheio de manias e vícios de linguagem para ter coragem de puxar assunto contigo.

Deixei meu ego de lado para irmos a lugares que você queria ir. Você já me fez companhia a algum dos meus lugares favoritos sem antes ter me dado mil desculpas para desistir e eu as derrubava com mil e um argumentos?

Perdi as contas de quantas vezes inundei meu travesseiro tentando em vão engolir meu choro.
Olhava para o teto atordoado em muitas madrugadas depois de acordar do pesadelo que seria perde-la em minha vida.
Eu não quero estragar tudo igual você está tornando-me um inútil.
Você não sabe o quanto é doloroso e lindo ao mesmo tempo este sentimento por ti, garota!

Quantas decepções, angustias, raiva eu não escondia de você com um sorriso do tamanho do mundo na cara antes que você tivesse a chance de me perguntar “Tá tudo bem?”
Faz muito tempo que estou muito mal, porra.

Desisti de muitos momentos de paz para lhe ajudar em suas guerras infinitas. Seus problemas familiares, seus períodos conturbados na faculdade, sua busca por emprego e dinheiro...até ouvia você falando de seus affairs. Eu quero tanto te ver feliz que cheguei ao ponto de aceitar te ver em outros braços que não sejam os meus. Mas isso ta me matando e tu sabe.

Já rabisquei tantos cadernos procurando as palavras, escrevendo poesias e imaginando contos e cenários ideais para descrever o quanto eu a amo.
Desculpa!
Eu já tinha falado “Eu Te Amo?”
Pois bem, acabou de ler o que o mundo já sabia.

Enfim, quero dizer que vou continuar minha rotina de hecatombes.
Vou sacrificar-me mil vezes todo santo dia para que você me perceba no meio da multidão.
Vou sangrar quantos litros forem necessários para que você estanque meu sangue com sua compaixão.
Vou te amar como sempre fiz mesmo que seja em vão, afinal, qual súdito não faria tudo isso por sua Deusa?


Escrito qualquer dia  destes  quando a coragem chegou.

AUTOR: HONORATO, Sandro.


2 Pensamentos

Lembrar de mim

Lembrar de mim

Você vai lembrar quando sua sombra for sua única companhia nas caminhadas pela praia?

Você vai lembrar de beijar minha boca quando os lábios dele estiverem tocando os seus?

Você vai lembrar do meu abraço quando os braços dele tentarem te envolver?

Você vai lembrar que eu recitava minhas poesias quando as palavras saírem da boca dele?

Você vai lembrar de chorar em meu ombro no meio da madrugada por sofrer de amor por outro?

Você vai lembrar quando seu telefone tocar esperando que fosse minha ligação?

Você vai lembrar de me pedir ajuda enquanto seus amigos estão na balada e você ai, fazendo aquele trabalho da faculdade?

Você vai lembrar de cantar quando a nossa música estiver tocando e perceber que ela nos representava?

Você vai lembrar do meu coração partido quando outro retribuir o que você está fazendo comigo neste momento?

Você vai lembrar de me mandar mensagens dizendo que estou sumido quando na verdade eu estive sempre presente?

 Ou você só vai lembrar de mim quando eu der chance para outro amor e eu já tiver saido da sua vida.

Se é algum dia eu realmente já entrei.

Quinta-feira,09 de março de 2017. 
Mais uma noite mal dormida por sua culpa

AUTOR: HONORATO, Sandro.



1 Pensamentos

A morte do Poeta

Olá,
Como vão?
Hoje eu deixarei para vocês uma poesia bem recente que fiz.
Creio que todo poeta "morre" mais de uma vez na vida: A cada nova paixão que o inspira ele está enterrando um velho amor para trás.

Abraços e cuidem-se.

A morte do Poeta

O Poeta calou-se
Seus lábios não pronunciam frases sem sentido
Somente entonam o seu entusiasmo
Para o novo romance vivido

O Poeta ensurdeceu
Não ouve mais conselhos alheios
Decidiu colocar a mão no fogo
Por este sentimento verdadeiro

O Poeta mudou-se
Para a Terra Prometida
Onde somente os de Puro Coração
A alcançam durante a vida

O Poeta descansou
Finalmente sua mão da caneta negra cansou
Hoje ela dedilha a sua musa
E alisa os cabelos daquela mesma cor

O Poeta morreu
E para a amada escreve mil poesias
Descobriu que tudo que já escreveu
Se tornou realidade um dia

Ah, o Poeta se apaixonou!
E assim sua frase favorita se desfaz
“Eu sou poeta e não aprendi a amar”
Hoje, ele ama e demais

AUTOR: HONORATO, Sandro.

3 Pensamentos

Honorato`s Songs #56

Olá,
Como vão?
Este mês tem som de banda nacional neste quadro do blog.
Escolhi este som do Fresno, espero que curtam :)
Abraços e tenham uma excelente semana.

Fresno - Eu Sei 
Às vezes fico com saudade
De momentos que eu ainda não vivi
Às vezes peco na vontade
De sentimentos que eu ainda não senti

Te vejo nas paredes dos hotéis
Eu vivo interpretando papéis
Às vezes não sei mais quem sou
Me deu vontade de voltar

Pois eu sei, que você quer viver comigo outra vez
Que você quer viver ao lado meu, até a luz do sol se apagar

Eu exagero nas palavras
Mas nos meus versos eu só encontro você
(Eu saio só pra te ver)

É só mais um dia de chuva e eu vou pra redenção
Pois amanhã já vou estar em outro lugar
Muito longe daqui, muito longe de ti

Pois eu sei que você quer viver comigo outra vez
Que você quer viver ao lado meu, até a luz do sol se apagar
Eu sei
(Eu sei que você)
Que você quer viver comigo outra vez
(Mais uma vez)
Que você quer viver ao lado meu
(É só mais um dia de chuva e eu vou pra redenção)
Até a luz do sol se apagar, até a luz do sol se apagar
(Eu vou pra redenção)
Enquanto houver ar pra respirar.


0 Pensamentos