Blogger Widgets

Desatando o nó


{Leia ao som de - I Can't Make You Love Me }




Sabe menina...

Eu esperei tempo demais só pra te dizer que por mais distante que você esteja eu ainda posso sentir aquela batida em meu peito, aquela mesma batida de quando eu te vi pela primeira vez. Só você tem esse poder sobre mim.

Sabe querida, às vezes eu me pergunto se pode existir alguém que ocupe o seu lugar, pois só nós dois sabemos a intensidade da nossa história – ou pelo menos eu espero que você se recorde - . E por mais que eu tente, ainda é impossível te esquecer (quem sabe até ao final desse texto eu consiga).

Lembro-me de quando você dizia está apaixonada pelo que eu representava pra você, dos momentos juntos, os passeios no meio da semana, do brigadeiro de panela (você adorava), das brincadeiras despretensiosas enfim de tudo que um dia passamos juntos. Não nego, sinto saudade, mas também admito que esse tempo longe de você me fez enxergar coisas que antes eu não via, como quando desfrutávamos das coisas simples da vida. Você não pode imaginar o quanto me faz falta ter alguém para dividir esses momentos. É talvez você não imagine.

Agora eu entendo porque você me pedia um pouco mais de atenção, agora eu sei o que a falta de alguém pode causar, eu sei, agora eu sei o quanto isso dói. Se eu pudesse te fazer entender que mesmo com meus erros, eu ainda sou capaz de ser melhor simplesmente por amar você, e que nada esta perdido - eu ainda estou aqui – sempre estarei disposto a mudar por você quantas vezes eu conseguir. Só não posso viver uma vida quando ela não tem você. Porque se tem uma coisa que eu aprendi vivendo longe de você é que eu nunca deixei de te querer. Só te peço uma coisa: volta pra mim, me faz o homem mais feliz de todo o universo¿ me trás o sorriso perdido, o outono a primavera, me trás o amor de volta, é só me deixar fazer parte da sua vida nada nunca será como antes, porque eu te farei a mulher mais feliz de todo universo.

Já tive que engolir muitos sapos, aceitar todo tipo de gente na minha vida, e tudo bem. Já renunciei por amor, e tudo bem. Já sorrir pra não discutir, e tudo bem. Já fiz bilhões de coisas (que eu não queria), e tudo bem, afinal, nem sempre iremos acertar e nem sempre irão NOS aceitar, mas sabe de uma coisa, eu acreditei em você, acreditei mesmo achei que você se diferenciava das outras pessoas, e olha só, para minha grata surpresa, eu estava certo. Mas pensando bem, olha pra mim, veja a situação que me encontro, e tudo isso por não fazer mais parte da sua vida, tudo isso por um único erro, será que tudo isso está me fazendo bem¿


Pensei e repensei, cheguei a uma conclusão, a melhor maneira de seguir a adiante é me distanciando de você, eu sei, pode parecer absurdo, mas é chegou a hora de dizer adeus a minha menina. Pois é exatamente como a Martha Medeiros dizia que “despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.” 

Então agora já posso desatar esse nó da minha vida. Seja feliz minha menina que eu vou tentar ser. 

8 Pensamentos:

  1. poxa, adorei. Vc escreve muito bem ^^
    bjs
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria Valéria! Espero te ver por aqui sempre ;)

      Bjs ^^

      Excluir
  2. OIee Sandro. Nossa que lindo o texto e bem triste também, mas ás vezes é preciso virar a página da vida,né? Linda a música que indicou no começo da postagem ,adoro!
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma! Muito obrigada pelo carinho, fico feliz que gostou do texto.
      Pois é, no amor temos que está preparados pra tudo, seja pra ganhar, seja pra perder...O importante é jamais deixar de SE AMAR!
      Um grande bj e volte sempre ^^

      Excluir
  3. Oi Carla,
    Ótimo texto, não visei só a questão amorosa, mas em amizades também.
    Algumas necessitam que a distância aconteça para dar espaço ao novo.

    bjs e um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Vc observou muito bem, tanto para o amor quanto para a amizade é preciso que exista distancia para se valorizar e espaço para se conquistar o novo.
      Te agradeço o carinho. Volte sempre
      Bjs ^^

      Excluir
  4. Que texto bonito!
    Às vezes colocar um ponto final em um romance, aceitar que acabou mesmo e que não tem mais volta é mais difícil do que falar com a outra pessoa e terminar.
    Bjuxxxxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poly!
      Que bom que você gostou do texto.
      Viver um grande amor, e depois vê-lo partir ñ é tarefa fácil, mas com amor a vida conseguiremos suportar essa triste despedida. Boa sorte!
      Um forte abraço e volte sempre
      Bjs^^

      Excluir