Blogger Widgets

Bom dia, hoje vim com esse post sobre um assunto tabu na sociedade!

Masturbação (o hentai nosso de cada dia)


Vamos falar a verdade: a masturbação é ainda hoje vista como um tabu, objeto de piadas e envolta em mitos... 
Decidi então, tocar (olhem as piadinhas!) no assunto e fazer esse post sobre. Afinal, falamos aqui de mangás e animes, mas também da interação social entre nós, leitores e as obras que lemos e vemos; não esquecendo também que é sempre bom falar sobre sexualidade, independente da idade.
Não é segredo pra ninguém o fato de que os maiores acessos na internet serem sobre pornografia, e o sucesso enorme que o gênero hentai faz sobre boa parcela do público otaku, tanto jovens quanto adultos, homens e mulheres.

Tabu, ou necessidade biológica?
A masturbação se inicia quando nos percebemos no mundo. Ao começarmos a observar o entorno, percebemos também a nos mesmos. Explorar proporciona prazer. Ao começar a exploração do próprio corpo, aprendemos a nos conhecer e aprimorar os sentidos do prazer. 100% dos homens entrevistados, relatam ter começado a se masturbarem antes dos 13 anos de idade e mantêm a atividade normalmente até a vida adulta mesmo depois de casados. Do ponto de vista biológico, a masturbação é natural, até os animais se masturbam.

É importante saber que não existe nada de verdadeiro nos mitos de que a masturbação possa ocasionar doenças físicas, dor de cabeça, ou que venha a causar miopia, pelo na mão, espinhas, loucura... Essas histórias de doença, sujeira e pecado começaram há muito tempo atrás, lá em Israel séculos antes de o Cristo chegar. Naquela época, Israel era um povo que necessitava fortalecer fronteiras, pois estavam em meio a povos politeístas que adoravam Deusas e Deuses altamente sexuados, e eles eram monoteístas, adoravam um Deus único, macho, e tinham a crença na origem do mundo como sendo fruto de um sopro divino.

Nessa época, a sexualidade deixou de ser vivida como algo sagrado e todas as práticas sexuais que não propiciassem a procriação passaram a ser reprimidas e passíveis de punição.
Aí começa uma grande repressão às práticas homossexuais e à masturbação. Ainda hoje encontramos uma série de mitos que muitas pessoas, apesar das descobertas científicas, ainda tendem a acreditar ou a temer que possam ser verdadeiras. Aqui vão elas:

Oito mitos sobre a masturbação -

1ª) Pessoas casadas não se masturbam
2ª) Você pode ficar viciado na masturbação
3ª) Pessoas idosas não se masturbam
4ª) Masturbação é um sinal de homossexualidade
5ª) Masturbação é para pessoas que não tem parceiros
6ª) Excesso de masturbação faz com que o homem fique com falta de esperma
7ª) Masturbação é sinal de doença emocional
8ª) Masturbação é sinal de que a pessoa é incapaz de manter relações sexuais

Como podemos ver, a masturbação é sempre muito carregada de culpa e medo. Mas essa prática pode ser muito benéfica ao corpo, ao prazer e à própria sexualidade das pessoas.

A masturbação é uma fonte de prazer que não oferece mal à saúde física. Uma pequisa revela que a ejaculação serve como um mecanismo de limpeza dos vasos reprodutivos e desobstrução dos vasos por onde o sêmen passa. Ao se masturbar e ejacular, os homens estão limpando o caminho onde ha resquícios de sêmen sem vitalidade para dar passagem a sêmen novo e saudável.

Quantas vezes é normal se masturbar por semana?
Não existe uma regra de quantas vezes é natural se masturbar, depende de pessoa para pessoa, apesar de ser um comportamento saudável, pode algumas vezes interferir na sua vida social, a partir do momento que você se sentir prejudicado, o ideal é procurar ajuda médica. O ato de se masturbar pode ajudar na liberação de fantasias sexuais muito reservadas. A pessoa pode vivenciar as coisas que gosta em sua cabeça, e assim ir se descobrindo. Quem se masturba conhece melhor o próprio corpo e os seus desejos, logo, é mais confiante sobre o sexo e fica mais relaxado.

Para as mulheres -
Muitas vezes escondidas e envergonhadas, saibam que a masturbação ajuda você a conhecer bem melhor o seu corpo.
Previne infecções do colo do útero (com a masturbação, o colo se abre movendo o fluido “vermelho” para fora. Isso lubrifica a vagina e expulsa bactérias). Treina os músculos do assoalho pélvico (quando estão fracos, podem causar problemas como incontinência urinária e redução no prazer sexual).

Bem, então galera, sem drama. Não precisa sair por aí gritando aos sete ventos que você sempre "toca umazinha", mas se faz, saiba que é algo natural e nada tem a ver com você ter ou não namorada/o, idade ou retardo mental. Muitos ainda sentem-se mais envergonhados ainda quando se mistura isso à hentai.
É compreensível... no entanto, mangás e animes hentai são representações em 2D de atos de seres humanos reais, portanto se excitar com aquilo não é de forma alguma anormal, afinal, como no mito grego de Pigmaleão (aquele que se apaixonou e tinha relações com a estátua Galatea), é conhecido desde a antiguidade a capacidade humana de se sentir atraído por representações do corpo humano! É natureza, pessoal! Quem já foi ao zoológico decerto deve ter reparado o que os macacos fazem quando vêem uma bela mulher! Ha ha ha, só de lembrar morro de rir!
Lógico, tudo em excesso prejudica, então se liga! Lugar certo, hora certa e sem remorsos depois, otakada curtidora de hentai! 

Várias fontes bibliográficas

Daniel Lima

2 Pensamentos:

  1. Olá galera! Muito legal a postagem, viu? Infelizmente o sexo em geral ainda é visto com olhos tortos pela nossa sociedade, mas tem lugares que esse tabu é pior. Enfim...o importante é ser feliz! kkk
    Bloody Kisses
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  2. Realmente esse tema é tido como tabu ainda em nossa sociedade e alvo de piadinhas toscas como dito por vocês, mas achei bem legal vocês trazerem esse tema e falarem das 'vantagens' e dos mitos relacionados à ele, um esclarecimento sobre um assunto que não é muito abordado por aí é sempre bom.

    Beijos ><
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir