Blogger Widgets

O Preto Entrevista...

Olá :)
Como vão?
Hoje vou postar uma entrevista que fiz com a Fabiana Cardoso,autora do livro ADQS. Pra quem não conhece a autora e a sinopse do livro clique Aqui .

Eu até já fiz uma resenha do livro mas só coloquei no Skoob,em breve posto aqui.
Enfim,quero agradecer a Fabiana pela entrevista e espero que curtam.
Abraços

O Preto Entrevista- Fabiana Cardoso

1.       
      Primeiro de tudo: Por que o nome “Acima De Qualquer Suspeita”?
Oi Sandro, em primeiro lugar quero agradecer o espaço no seu blog e seu apoio ao meu livro, adorei a sua resenha de ADQS!
Bem, respondendo a pergunta sobre o título. Quando tive a ideia e comecei a escrever em 1996, eu não tinha a intenção de transformar em um livro. Então, simplesmente escrevi: Conhecendo a Organização (título do primeiro capítulo). Quando a personagem Cíntia entra para a Organização e assume a identidade de Thaís, ela faz o juramento e uma frase que o Henrique pronunciou chamou a minha atenção. “Você receberá uma nova identidade Acima De Qualquer Suspeita”. Acabei adotando a frase como nome da Organização.
Mas como eu escrevia a mão em um caderno, acabei me arrependendo de colocar um nome tão grande (risos). E usei a sigla ADQS para facilitar, mas depois achei que ficou misterioso. Parecido com CIA ou KGB e mantive.

2.       Como foi o processo de produção do livro?

Eu acho que foi um processo bem rápido. Coloquei o conteúdo em um site independente na Internet em dezembro de 2011. E no mesmo mês enviei o original para a Modo Editora. Em Janeiro de 2012, veio o convite de publicação, nem acreditei. Desde então, ele passou pelo processo de capa, revisão e diagramação e em agosto de 2012 foi lançado na Bienal do Livro em São Paulo.

3.       Qual foi o papel da editora além da publicação do livro?
A Modo Editora valoriza os novos autores e está dando uma grande chance a escritores talentosos, que antes não tinham uma oportunidade. Eles fizeram o processo de acompanhamento da criação da capa pela Marina Avila, de revisão com o Danilo Barbosa e diagramação. Atualmente, recebo orientações do marketing. E por enquanto a distribuição foi feita na Livraria Cultura e Lojas Singular.
Curiosidade: o original de ADQS tinha 528 páginas, a Adriana Vargas (agente literária, que aprovou o livro). Orientou-me para "enxugar" o livro. Fiquei com pena de tirar alguns trechos, mas fiz isso. Com cerca de 100 páginas a menos a leitura ficou ágil, sem prejudicar o conteúdo. O resultado final, em minha opinião, ficou muito bom.

4.       Como está sendo a resposta dos leitores em relação a ADQS?
Estou recebendo muito apoio em relação ao livro e isso me deixa muito contente, ADQS está sendo bem avaliado. Todos que leram me deram um retorno positivo, dizendo que gostaram da história e acharam a leitura agradável.  Gostam das missões dos agentes, de descobrir o passado de cada personagem, mas a maioria adora acompanhar o dia a dia dos agentes, ou seja, suas vidas pessoais.

Eu como escritora estou adorando ouvir opiniões, resenhas e até mesmo críticas, que quando bem feitas ajudam o autor a crescer e a melhorar o seu trabalho.

5.       Fale sobre a continuação de ADQS
Apesar de revelar vários segredos em ADQS – Desvendando a Organização Secreta, alguns mistérios ficaram pendentes. Eu estou trabalhando na continuação ADQS 2 - Desafiando as Regras da Organização. No segundo livro, tudo será respondido, os leitores irão conhecer mais sobre o passado dos agentes secretos e o que o futuro lhes reserva. Além das novas missões e aventuras que terão que enfrentar.
  
Capa de ADQS 1
6.       Qual foi sua inspiração para a criação dos personagens? (em especial a Bruna kkkkkkk)
 OBS: Sério,quem ler vai entender porque gosto desta personagem >.<

Antes de começar a escrever fiz uma ficha detalhada de cada um, com características físicas e psicológicas. Detalhando o passado de crime que fez com que cada agente fosse recrutado para a organização. Depois (estranho dizer isso), mas eles que conduziram a história, reagindo de acordo com suas personalidades, diante das situações. (Risos) É como se tivessem criado vida própria e tomassem suas próprias decisões. Eu apenas criava as situações e acatava as reações deles, isso tornou o processo de escrita muito prazeroso.
Dessa forma, a Thaís é determinada, o Henrique é gentil, o Caio é descolado, o Ed inteligente, a Valéria é ponderada, a Bruna é engraçada... Foi bom ter tocado no nome dela, recentemente fiz uma pesquisa no Facebook e ela ganhou a enquete como personagem favorita dos leitores.
Quando escrevi a história em 1996 as únicas pessoas que leram foram a minha irmã Juliana e a minha prima Patrícia, que sugeriu uma agente maluquinha para enlouquecer os colegas (risos). Gostei da ideia e acabei baseando a personalidade da Bruna em alguns contos, que escrevi anteriormente chamados “Histórias de Vivi” que mostrava a vida de uma garota bem intencionada, mas que sempre resolvia seus problemas da pior maneira possível. Deu super certo, todos adoram essa agente extrovertida, animada e “maluquinha”. Em ADQS 2 ela vai ganhar mais destaque, mesmo porque ela já roubou várias cenas no primeiro livro. (risos)


7.       Cite autores que você admira e por quê
O autor que mais admiro e me influenciou foi Sir Arthur Conan Doyle. Adoro seus livros e seu fantástico personagem Sherlock Holmes, que investiga os mais diferentes crimes. “As Aventuras de Sherlock Holmes” marcou minha adolescência e desde que li esse livro não parei mais de ler.
 Li muito Agatha Christie, meus favoritos “O caso dos dez negrinhos” e “Os Quatro Grandes”, admiro a genialidade e escrita da grande escritora. Recentemente, gosto de Dan Brown, “O Código da Vinci” é um livro ágil e viciante. E Stieg Larsson, com a trilogia Millennium, apresentou uma trama bem elaborada e personagens marcantes. Todos me influenciaram de alguma maneira, amo suspense, mistério e investigações.

8.       Um livro que você já leu e pensou: Eu gostaria de tê-lo escrito. E quais as razões disso.
Nunca pensei sobre isso. Baseada na sua pergunta eu gostaria de ter escrito sobre Sherlock Holmes, em minha opinião o melhor personagem investigativo que já foi criado. Tanto que me serviu de inspiração para criar a equipe da ADQS. Doyle soube criar um personagem inteligente, corajoso e muitas vezes engraçado. Por isso fez tanto sucesso.

9.       O que mudou em sua vida desde o lançamento de ADQS
 Continuo minha vida normalmente, trabalhando como fisioterapeuta e escrevendo nas horas vagas. A diferença é que hoje dedico mais tempo as redes sociais para divulgação do livro e contato com os leitores. É muito gratificante receber mensagens de leitores, elogiando personagens, comentando passagens do livro durante a leitura, e ansiosos pela continuação. A internet, através do Blog, Facebook e Skoob é maravilhosa nesse sentido, pois estou recebendo opiniões de todas as partes do Brasil.

     Conselhos para quem deseja escrever um livro
Tenho postado vários textos sobre como desenvolver a escrita no meu blog e em um blog onde sou colaboradora. Acho que escrever melhora com a prática, se você tem criatividade e gosta de escrever, mãos a obra! Escrevi vários contos, antes de concretizar um livro. Então, resumidamente, minhas dicas são: leia bastante, escreva sempre que tiver vontade, revise o texto, seja persistente e procure sempre melhorar.


           Queria agradecer a entrevista pedindo pra deixar um recado a quem acompanhou até o final.
Deixo um convite para que venham Desvendar essa Organização Secreta! Espero que os leitores se arrisquem nessa aventura e se envolvam com seus personagens. Eu só tenho a agradecer a todos que me ajudaram e acreditaram em mim e no meu livro!
Obrigada mais uma vez Sandro, pelo espaço no blog e apoio ao meu livro!

Links para contato:

10 Pensamentos:

  1. Estava com saudades das entrevistas aqui no Rimas do Preto rsrs Gostei dessa, bem interessante *-*

    http://help-adolecentro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Sandro!

    Adorei a entrevista!

    Estou louca para ler esse livro. Espero conseguir esse ano ainda. Haha

    BjO

    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Sandro.


    Adorei responder essa entrevista, ainda mais depois que você leu o livro e fez perguntas sobre os personagens!
    Obrigada pelo apoio e espaço no seu blog.


    Abraços Fabi

    ResponderExcluir
  4. Oi gato kkk td bem? Acho a capa de ADQS tão linda *-*
    infelizmente ainda não surgiu uma oportunidade para ler :/
    estou com o volume 3 das Crônicas de gelo e fogo hehe
    estudando muito?
    Bom feriado pra ti ;*

    ResponderExcluir
  5. Esse livro está na minha lista desde que cruzei com ele pela primeira vez. Estou doidinha para ler! Adorei a entrevista. Achei muito fofo ela no inicio agradecendo pelo espaço e etc. Espero que tenha muito mais sucesso para ela com esse livro *-*


    Beijos,
    Monique <3


    P.S.: Estou ótima, Sandrinho! Saudades. Você vive desaparecendo, assim não dá viu? KKKKKK O que me conta de novo?

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro, e muito menos a autora... mas adorei a entrevista e confesso que fiquei bem curiosa pra saber como é o livro.
    Atualmente eu tenho acompanhado bem mais a literatura brasileira, que tem se mostrado tão interessante quanto a estrangeira!
    Assim que der, irei conferir "ADQS". >3<

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Que delícia conhecer a autora de um livro tão bacana.

    Parabéns Sandro pela entrevista.

    Abraços!

    Senhor do Século | Beleza para homens


    Instagram | Twitter | Facebook | E-mail

    ResponderExcluir
  8. Muito boa essa entrevista, posso dizer que foi uma das melhores. Estou muito curioso para ler esse livro, ele despertou minha atenção, está minha lista de desejados.
    Parabéns ao blog! e sucesso!
    Abraços,
    Gabriel S.
    gabriellrockgs@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Oi amei a entrevista! Ate hoje eu so fiz uma! Tenho que fazer outras urgentemente!
    bjs, www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei a entrevista, fiquei ainda mais curiosa para ler o livro e conhecer a Bruna kkk
    XD
    Bjuxxxxxxxx

    ResponderExcluir